Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32846
metadata.artigo.dc.title: Doses de fomesafen no feijoeiro-comum cultivado em diferentes densidades de semeadura
metadata.artigo.dc.creator: Silva, Laís de Oliveira
Oliveira, Dâmiany Pádua
Martins, Fábio Aurélio Dias
Morais, Augusto Ramalho de
Gonçalves, Adenilson Henrique
Andrade, Messias José Bastos de
metadata.artigo.dc.subject: Phaseolus vulgaris L.
Herbicida
Feijoeiro comum - Produtividade
metadata.artigo.dc.publisher: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais
metadata.artigo.dc.date.issued: Mar-2018
metadata.artigo.dc.identifier.citation: SILVA, L. de O. et al. Doses de fomesafen no feijoeiro-comum cultivado em diferentes densidades de semeadura. Revista Agrogeoambiental, Pouso Alegre, v. 10, n. 1, mar. 2018.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O feijoeiro é uma planta de ciclo vegetativo curto com ampla adaptação edafoclimática e bastante sensível à interferência de plantas daninhas. O fomesafen é um herbicida recomendado para essa cultura, porém em seu estádio fenológico V4 qualquer estresse pode prejudicar seu desenvolvimento. Assim, objetivou-se avaliar os efeitos de populações de plantas e diferentes doses de fomesafen aplicadas no estádio V4 sobre componentes primários de rendimento de grãos do feijoeiro-comum (Phaseolus vulgaris L.). O experimento de campo foi desenvolvido na Fazenda Experimental de Lambari da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em delineamento experimental, blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 × 4, com três repetições, envolvendo quatro populações de feijoeiros cultivar BRSMG Majestoso (100, 167, 233 e 300 mil plantas ha-1) e quatro doses de fomesafen (125, 250, 375 e 500 g i.a. ha-1), correspondentes a 0,5, 1,0, 1,5 e 2,0 L ha-1 do produto comercial empregado. O fomesafen foi aplicado em pós-emergência no estádio V4 do feijão. Na maturação avaliou-se o rendimento de grãos e seus componentes primários (número de vagens por planta e de grãos e a massa de cem grãos). Conclui-se que o aumento da população no intervalo entre 100 e 300 mil plantas por hectare reduz o número de vagens por planta, mas não afeta o rendimento de grãos e que as quatro dosesde fomesafen testadas apresentam igual comportamento sobre a produção do feijoeiro.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32846
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Artigos publicados em periódicos
DES - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons