Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3304
Título: Níveis de cálcio e fósforo disponível para frangos de corte recebendo rações com fitase em diferentes fases de criação
Título(s) alternativo(s): Calcium and available phosphorus levels for broilers fed diets with phytase in differents phases
Autor : Santos, Luziane Moreira dos
Primeiro orientador: Rodrigues, Paulo Borges
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Bertechini, Antônio Gilberto
Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Primeiro membro da banca: Sousa, Raimundo Vicente de
Área de concentração: Nutrição de monogástricos
Palavras-chave: Metabolismo
Exigência nutricional
Enzima
Desempenho
Cinzas ósseas
Bone ash
Cerformance
Enzyme
Nutritional requeriment
Metabolism
Data da publicação: 28-Ago-2014
Referência: SANTOS, L. M. dos. Níveis de cálcio e fósforo disponível para frangos de corte recebendo rações com fitase em diferentes fases de criação. 2008. 105 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavra, 2008.
Resumo: Foram realizados quatro ensaios de desempenho e quatro de metabolismo no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras para determinar os níveis de cálcio e fósforo disponível (Pdisp) em rações suplementadas com fitase para frangos de corte nas fases pré-inicial (1 a 7 dias), inicial (8 a 21 dias), crescimento (22 a 35 dias) e final (36 a 42 dias de idade). Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 x 4 + 1, em que os tratamentos na fase pré-inicial, inicial, crescimento e final foram constituídos de três níveis de Pdisp (0,42; 0,37 e 0,32%), (0,39; 0,34 e 0,29%), (0,36; 0,21 e 0,26%) e (0,33; 0,28 e 0,23%) e quatro níveis de cálcio ( 0,94; 0,84; 0,74 e 0,64%), (0,88; 0,78; 0,68 e 0,58%), (0,82; 0,72; 0,62 e 0,52%) e (0,76; 0,66; 0,56 e 0,46%), respectivamente, e as rações foram suplementadas com 500 FTU da enzima fitase/kg de ração (Ronozyme P5000®), mais uma ração controle, sem fitase, formulada com níveis nutricionais recomendados para cada fase, segundo as tabelas brasileiras. Nos ensaios de desempenho, conduzidos isoladamente, avaliaram-se o consumo de ração, o ganho de peso, a conversão alimentar e o teor de cinzas nas tíbias das aves. Nos ensaios de metabolismo, simultaneamente a cada ensaio de desempenho, determinaram-se os valores energéticos das rações e o coeficiente de digestibilidade da matéria seca (CDMS). Quando comparados ao tratamento controle, houve diferença no consumo de ração na fase pré-inicial; a energia metabolizável aparente corrigida (EMAn) e o CDMS diferiram do controle nas fases pré-inicial e inicial; o CDMS, na fase final, teor de cinzas ósseas, EMAn, nas fases de crescimento e final. Houve interação dos níveis de cálcio e Pdisp para o teor de cinzas ósseas, na fase inicial, para a EMAn e o CDMS, na fase pré-inicial; nas características de desempenho e teor de cinzas ósseas, na fase final; e EMAn e CDMS, nas fases de crescimento e final. Os níveis de cálcio influenciaram o consumo de ração, a EMAn e o CDMS na fase pré-inicial; o teor de cinzas ósseas e a EMAn, na fase inicial; as características de desempenho, teor de cinzas ósseas, a EMAn e o CDMS, nas fases de crescimento e final. Os níveis de Pdisp influenciaram a EMAn e o CDMS, na fase pré-inicial; o CDMS, na fase inicial; e o teor de cinzas ósseas, nas fases pré-inicial e inicial; as características de desempenho e o teor de cinzas ósseas, na fase final; a EMAn e o CDMS, nas fases de crescimento e final. Conclui-se que os níveis nutricionais de cálcio e Pdisp podem ser reduzidos para 0,64 e 0,32 na fase pré-inicial, para 0,58 e 0,29 na fase inicial, 0,52 e 0,26% na fase de crescimento e para 0,56 e 0,28% na fase final, respectivamente, sem afetar o desempenho e o teor de cinzas ósseas de aves que receberam rações suplementadas com 500 FTU de fitase/kg de ração.
It was carried out four performance and four metabolism assays in the Poultry Farming Sector at the Animal Science of the Federal University of Lavras to determinate the calcium and available phosphorus (AP) in diets supplemented with phytase for broilers in the pré-initial (1 a 7 days), initial (8 a 35 days), growing (22 to 35 days) and finishing phases (36 to 42 days of age). All the assay were carried in an experimental design completely randomized, in a factorial schedule 3 x 4 + 1, and the treatments in the pré-initial, initial, growing and finishing phases were three AP levels (0.42; 0.37 and 0.32%), (0.39; 0.34 and 0.29%), (0.36; 0.31 and 0.26%) and (0.33; 0.28 and 0.23%) and four calcium levels (0.94; 0.84; 0.74 and 0.74%), (0.88; 0.78; 0.68 e 0.58%), (0.82; 0.72; 0.62 and 0.52%) and (0.76; 0.66; 0.56 e 0.46%), respectively, and the diets were supplemented with 500 phytase units/kg of diet (Ronozyme P5000®), plus a control diet, without phytase, formulated with nutritional levels for each phase according to brazilian tables. In the performance assay, carried isolately, feed intake, weight gain, feed conversion and bone ash were evaluated. In the metabolism assay, simultaneously at each performance assay, the corrected apparent metabolizable energy values (AMEn) of the diets and the dry matter digestibility coefficients (DMDC) were determinated. When compared with controls treatments, it was observed significative difference in the feed intake in pré-initial phase; the AMEn and the DMDC differed in the pré-initial and initial phases, DMDC in the finishing phase, bone ash and AMEn in the growing and finishing phases. It was observed interaction among AP and calcium levels to bone ash in the initial phase, AMEn and DMDC in the pré-initial phase, performance characteristics and bone ash in the finishing phase, AMEn and DMDC in the growing and finishing phases. The calcium levels influenced the feed intake, AMEn and DMDC in the pré-initial phase, bone ash and AMEn in the initial phase, the performance characteristics, bone ash, AMEn and DMDC in the growing and finishing phases. The AP levels influenced the AMEn and DMDC in the pré-initial phase, the DMDC in the initial phase and bone ash in the pré-initial and initial phases, the performance characteristics and bone ash in the finishing phase, AMEn and DMDC in the growing and finishing phases.It was concluded that nutritional levels of calcium and AP can be reduced to 0.64 and 0.32% in the pré-initial, 0.58 and 0.29% in the initial, 0.52 and 0.26% in the growing and to 0.56 and 0.28% in the finishing phase, respectively, maintaining the performance and bone ash of broilers fed diets supplemented with phytase.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3304
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.