DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/338

Título: Comportamento fisiológico, anatômico e citométrico de Panicum aquaticum Poir. expostos a diferentes metais pesados
Autor(es): Pires, Marinês Ferreira
Orientador: Castro, Evaristo Mauro de
Coorientador(es): Pereira, Fabrício José
Membro da banca: Barbosa, João Paulo Rodrigues Delfino
Barbosa, Sandro
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Assunto: Fitorremediação
Elemento tóxico
Anatomia ecológica
Troca gasosa
Sistema antioxidante
Panicum aquaticum
Cádmio
Fitorremediação
Anatomia ecológica
Fisiologia
Arsênio
Chumbo
Phytoremediation
Toxic element
Ecological anatomy
Ecophysiological characteristic
Antioxidant system
Panicum aquaticum
Cadmium
Phytoremediation
Ecological anatomy
Plant physiology
Arsenic
Lead
Data de Defesa: 2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: PIRES, M. F. Comportamento fisiológico, anatômico e citométrico de Panicum aquaticum Poir. expostos a diferentes metais pesados. 155 p. 2012. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal)- Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: A poluição de ambientes aquáticos, por metais pesados e outros elementos tóxicos, causam mudanças nas propriedades físicas e químicas da solução aquosa tornando-a tóxica para diferentes formas de vida. A fitorremediação é uma alternativa eficiente e de baixo custo para descontaminação do meio ambiente. Nesse sentido, o presente estudo foi realizado com a finalidade de avaliar a tolerância de plantas de Panicum aquaticum a crescentes concentrações de cádmio, arsênio e chumbo com base em seus mecanismos fisiológicos, anatômicos e na quantidade de DNA. As plantas foram cultivadas em solução nutritiva Hoagland e Arnon e submetidas a seis concentrações de Cd, As e Pb. Ao final do experimento, o crescimento, as trocas gasosas, a anatomia da folha e da raiz, as atividades de enzimas do sistema antioxidante, bem como o conteúdo de DNA foram avaliados. As plantas apresentaram um aumento do crescimento na presença de Pb, redução do crescimento na presença de As, e nenhuma alteração do crescimento quando cultivadas com Cd. Não foram observados efeitos dos elementos tóxicos na taxa assimilatória líquida e nas características de trocas gasosas em qualquer dos tratamentos. As alterações anatômicas ocorreram favoravelmente à tolerância ao estresse em folhas e raízes de plantas cultivadas em Cd e Pb. Todavia, o As promoveu modificações anatômicas negativas, tanto em folhas como em raízes, dando indícios da toxicidade desse metaloide. A atividade das enzimas do sistema antioxidante foi afetada de diversas maneiras: o Cd promoveu aumento na atividade da catalase na folha e redução da atividade de peroxidase do ascorbato na raiz; o As causou o aumento na atividade da catalase foliar em suas concentrações menores, e redução da atividade dessa enzima em suas concentrações mais elevadas; o Pb promoveu alterações na atividade da catalase nas folhas, com um aumento inicial nas menores concentrações seguido por um declínio nas concentrações maiores. A quantidade de DNA foi afetada apenas por As. Os resultados apresentados por P. aquaticum demonstraram que a contaminação por Cd e Pb não afetou o seu crescimento e desenvolvimento que associados a ausência de sintomas de toxicidade caracterizam tolerância desta espécie para esses elementos. Por outro lado, P. aquaticum apresentou tolerância parcial à contaminação por arsênio.
Pollution of aquatic environments by heavy metals bring changes in phisical and chemical properties, turning the aqueous solution toxic to various life forms. In turn, the phytoremediation is an efficient and low cost alternative for decontamination of the environment. Thus, this study was to evaluate the effect of contamination by cadmium, arsenic and lead on physiology, anatomy and DNA content of the macrophyte Panicum aquaticum. Plants were grown in Hoagland and Arnon nutritive solution and submited to six concentrations of Cd, As and Pb. At the end of experiment, plant growth, gas exchange, leaf and root anatomy, antioxidant system enzyme activities as well as the DNA content were evaluated. Plants showed higher growth at the presence of Pb, reduced growth in the presence of As but, no growth changes when cultivated with Cd. No effects of toxic elements in the net assimilation rate and characteristics of gas exchange were detected in any of the treatments. The anatomical changes occurred favorably in leaves and roots of plants grown under Cd and Pb. But, As promoted negative anatomical modifications on the plants, both in leaves and roots. The enzyme activity of the antioxidant system was affected in different ways: Cd increased the CAT activity in the leaf and decreased activity of APX in root, leaf CAT was the only studied enzyme that was affected by As, increasing its activity in lower concentratios of As but decreasing in the higher concentrations; Pb only promoted changes in leaves CAT activities, with an initial increase followed by a decline in highers concentrations. The DNA content was only affected by As. Results showed that in P. aquaticum under Cd and Pb contamination had their growth and development unaffected and associated with the absence of toxicity symptoms characterized tolerance of this species to those elements. P. aquaticum showed low tolerance to arsenic contamination.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fisiologia Vegetal para a obtenção do título de Mestre. Artigo 1 - Características fisiológicas, anatômicas e da quantidade de DNA em plantas de Panicum aquaticum submetidas a diferentes concentrações de cádmio. Artigo 2 - Tolerância à toxicidade do arsênio por Panicum aquaticum em função dos aspectos anatômicos, fisiológicos e da quantidade de DNA. Artigo 3 - Respostas fisiológicas, anatômicas e da quantidade de DNA de plantas de Panicum aquaticum cultivadas na presença de chumbo.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/338
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Comportamento fisiológico, anatômico e citométrico de Panicum aquaticum Poir. expostos a diferentes metais pesados.pdf2,46 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback