Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34093
metadata.teses.dc.title: Relações entre formas de ferro e sorção de fósforo em latossolos sob cerrado do Planalto Central
metadata.teses.dc.creator: Souza, Jeferson Antônio de
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Curi, Nilton
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Guedes, Geraldo Aparecido de Aquino
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Lopes, Alfredo Scheid
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Resende, Mauro
metadata.teses.dc.subject: Latossolos
Minas e recursos minerais
Solos
Teor de fósforo
Solos
Absorção e adsorção
Ferro
metadata.teses.dc.date.issued: 25-Apr-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (FAEPE)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SOUZA, J. A. de. Relações entre formas de ferro e sorção de fósforo em latossolos sob cerrado do Planalto Central. 2019. 70 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Escola Superior de Agricultura de Lavras, Lavras, 1985.
metadata.teses.dc.description.resumo: Amostras da camada superficial de três Latossolos, merbros de uma topossequência sobre basalto, do Planalto Central do Brasil, foram coletadas, de acordo com sua posição na paisagem e coloração, com o objetivo de se identificar e caracterizar os componentes mineralógicos da fração argila e relacionar os parâmetros de sorção de fósforo com algumas características e propriedades dos solos. Os materiais de solos foram caracterizados física, química e mineralogicamente, antes de se aplicar qualquer tratamento. Após a calagem, realizou-se um estudo detalhado, através do qual determinou-se a adsorção máxima de fósforo (AMF) e o índice de dessorção de fósforo (IDF), bem como a influência da calagem nestes parâmetros. Foram adotados dois níveis de calagem: nível zero (Co) sem calagem e nível um (Cl) com calagem para elevar o pH natural do solo a valores situados na faixa de 5,5 a 6,0. O nível Cl foi determinado através da curva de neutralização. Estudou-se a adsorção e dessorção na TFSA, sem e com calagem, nos oxidos de ferro concentrados e, nos silicatos e gibbsita, visando conhecer um pouco mais acerca desses complexos processos. Diante dos dados obtidos, conclui-se que: 1. A assembléia mineralógica dominante na fração argila revelou uma íntima associação com a posição do solo na paisagem e sua coloração, isto é, hematita esteve associada à gibbsita no pedon mais avermelhado, situado no topo da paisagem,enquanto goethita esteve associada à caulinita nos pedons mais amarelados, Iocalizados nas porções mediana e inferior do relevo. 2. Dentre os componentes mineralógicos da fração argila, os óxidos de Fe parecem ser os principais responsáveis pelas reações de sorção, sendo que os solos mais amarelados (Gl e G4) apresentaram maior poder adsortivo e menor poder dessortivo de P do que o pedon mais avermelhado (G6). A provável menor dimensão média dos cristalitos da goethita, a qual é mais abundante nos solos mais amarelados, do que aquela da hematita, o maior conteúdo de Al extraído pelo DCB, a maior área superficial específica e a existência de películas de compostos de Al de mais baixa cristalinidade nestes pedons mais amarelados, parecem ser os principais fatores críticos determinantes deste comportamento diferencial. 3. A adsorção diferencial de P observada dentro do conjunto de pedons mais amarelados (Gl e G4) impõe cautela nas generalizações a respeito da semelhança de comportamento inferida com base somente em cor e mineralogia dos oxidos de Fe, devido à comple xidade do fenômeno de adsorção. 4. A calagem teve efeito diferencial nos solos estudados com relação à adsorção de P, maximizando este fenômeno nos solos mais goethiticos (Gl e G4) e o minimizando no pedon mais hematítico (G6); no entanto, a dessorção foi incrementada em todos os casos, sendo mais acentuada nos solos Gl e G4.
metadata.teses.dc.description.abstract: Samples from the top layer of three Oxisols, members of a toposequence over basalt, from the Central Plateau of Brazil, were collected according to their color and landscape position, aiming to identify and characterize the mineralogical components of the clay fraction and to relate the P-sorption parameters with some soil properties. The pedomateriais were physically, chemically and mineralogically characterized, before any treatment. After liming, a detailed study was performed, through which the phosphorus adsorption maximum (PAM) and the phosphorus desorption index (PDI) were determined, as well as the liming influence upon these parameters. Two liming levies were adopted: level zero (CO) without liming, and level one (Cl) with lime to raise the original soil pH to 5.5-6.0. The Cl level was determined by the neutralization curve. The adsorption-desorption studies were performed on the whole soil ( < 2mm) with and without liming, on the concentrated iron oxide minerais, and on the silicates and gibbsite fractions, in order to learn more about these complexe processes. In light of the obtained data, the following conclusions can be made: 1. The dominant mineralogical assemblage in the clay fraction revealed a close association with soil color and landscape position, i.e., hematite was associated with gibbsite in the reddest pedon located in the summit position, while goethite was associated with kaolinite in the yellower pedons located in the médium and lower part of the landscape. 2. Among the minerais in the clay fraction, the Fe-oxides seem to be the major responsible ones for sorption reactions, and the yellower soils (Gl and G4) had higher adsorptive and lower desorptive power of P than the reddest pedon (G6). The probable smaller mean crystallite dimension of goethite, which is more abundant in yellower soils, that of hematite, the greater amount of DCB-extractable Al, the higher specific surface area and the existence of layers of Al compounds presenting lower crystallinity degree in these yellower pedons seem to be the main critical factors for this different behavior. 3. The different P adsorption observed between the yellower pedons (Gl and G4) imposes caution about generalizations concerning similar behavior inferred with basis only on color and iron oxides mineralogy, due to the adsorption phenomenon complexity. 4. Liming had variable influence on studied soils with relation to P adsorption, maximizing it on the more goethitic ones (Gl and G4) and minimizing it on the more hematitic pedon (G6) ; however, the desorption was increased in all cases, being this effect more intense on soils Gl.and G4.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34093
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.