Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34211
metadata.teses.dc.title: Mineralogia da fracao grosseira de latossolos sob cerrado do município de Rio Paranaiba - MG
metadata.teses.dc.creator: Ribeiro, Marco Aurélio Vitorino
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Bahia, Victor Goncalves
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Andrade, Hélcio
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Freire, Jander Pereira
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Freire, Jeziel Cardoso
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Souza, Juventino Julio de
metadata.teses.dc.subject: Solo de cerrado
Mineralogia
Minas Gerais
metadata.teses.dc.date.issued: 8-May-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG)
metadata.teses.dc.identifier.citation: RIBEIRO, M. A. V. Mineralogia da fração grosseira de latossolos sob cerrado do município de Rio Paranaiba - MG. 2019. 51 p. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1980.
metadata.teses.dc.description.resumo: No presente trabalho estudou-se a composição mineralógica da fraçao grosseira com o propósito de identificar o material de origem, determinar o grau de arredondamento dos grãos de quartzo e verificar a presença de descontinuidade litologica de dois perfis de solo de ocorrência no município de Rio Paranaiba, MG., sendo o perfil P1 pertencente ao grande grupo Utossolo Vermelho Amarelo; e o perfil P2, ao grande grupo Latossolo Roxo. Foi seguida a metodologia comumente utilizada em estudos desta natureza. A subfração-areia muito fina - foi dividida em minerais leves e pesados e estes em magnéticos e não-magnéticos. A fração leve foi usada para a valiar o grau de arredondamento dos grãos de quartzo e na fração pesada não- magnetica se procedeu à identificação e contagem de minerais transparentes , possibilitando avaliar o material de origem dos solos. A uniformidade dos solos foi avaliada através dos índices -areia, fina/areia grossa, areia muito fina/areia grossa, zirconita/turmalina e zirco nita/(turmalina + rutilo). A composição mineralógica é simples, formada por minerais está veis, oriundos de sedimentos argilosos e de rochas básicas, com contaminações de rochas ácidas. Observou-se também a presença de descontinuidade litologica á profundidade de 102-200 cm para o Utossolo Roxo não associado á linha de seixos.
metadata.teses.dc.description.abstract: Two soils profiles at Rio Paranaiba county, State of Minas Gerais were studied in order to evaluate the mineralogical composition of the coarse fraction and identify parent material, degree of roundness of quartz grains and also to verify the possible ocurrence of lithological discontinuiUes. Profile P1 is a Latossolo Vermelho Amarelo and Profile P2 is a Latossolo Roxo. The subfraction fine sand was aplited in light and heavy minerais, being the last ones classifeed in magnetic and non-magnetic ones. The light fraction was used to determine the degree of roundness of quartz grains and in the non-magnetic heavy fractions was identified and counted transparent minerais in order- to evaluate soils parent material. The uniformity of the soils was evaluated by means of the indexes fine sand/coarse sand, very fine sand/coarse sand, zirconite/ tourmaline and zirconita/(tourmaline + rutile). The mineralogical composition is simple, formed by stable minerais which are derived from clsyey sedimente and basic rocks with mixture of acidic rocks. It was also observed the ocurrence of lithological discontinuity at 102-200 cm depth, in the Utossolo Roxo, without association with stone lines.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34211
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.