Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34306
metadata.teses.dc.title: Efeitos do ambiente institucional sobre o comércio de produtos agropecuários entre Brasil e União Europeia, 1995 a 2016
metadata.teses.dc.title.alternative: Effects of the institutional environment on the trade of agricultural products between Brazil and the European Union, 1995 to 2016
metadata.teses.dc.creator: Siqueira, Larissa Carla
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/6493836824115273
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Santos, Antônio Carlos dos
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Calegario, Cristina Lelis Leal
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Aveline, Carlos Eduardo Stefaniak
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Campos, Renato Silvério
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Rosado, Patrícia Lopes
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Mendonça, Talles Girardi
metadata.teses.dc.subject: Comércio internacional
Ambiente institucional
Comércio de produtos agropecuários
International trade
Institutional environment
Trade in agricultural products
metadata.teses.dc.date.issued: 17-May-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SIQUEIRA, L. C. Efeitos do ambiente institucional sobre o comércio de produtos agropecuários entre Brasil e União Europeia, 1995 a 2016. 2019. 147 p. Tese (Doutorado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo analisar os efeitos do ambiente institucional nas transações comerciais de produtos agropecuários entre Brasil e países integrantes da União Europeia. Os dados utilizados foram referentes a relação bilateral entre Brasil (exportador) e os 28 países que compõem a União Europeia (importador) no período de 21 anos (1995 – 2016). A análise foi realizada por meio da estimação de modelos gravitacionais, nos quais, além das variáveis de controle próprias do modelo utilizado, foram inseridas variáveis representativas da qualidade do ambiente institucional do país importador e também do país exportador, variáveis que representam a distância institucional entre Brasil e os países europeus analisados e, por fim, as medidas não tarifárias impostas pela União Europeia ao Brasil. O método utilizado na estimação das equações foi o modelo Poisson-Pseudo Maximum Likelihood (PPML). Verificou o efeito fixo por país e por tempo, ou seja, utilizam-se variáveis binárias para analisar o efeito individual que os países e tempo utilizado na pesquisa, promovem sobre as variáveis de investigação. Os resultados indicaram que a qualidade do ambiente institucional do país importador apresentou maior relevância, ou seja, esses países procuraram realizar transações com países que também possuem instituições estruturadas, pois, as mesmas ofereceriam maior confiabilidade quanto ao bom desenvolvimento das transações realizadas. Já a qualidade institucional do país exportador foi significativa somente ao considerar o efeito fixo por país, tal fato pode ser justificado pelo objeto de pesquisa (produtos agropecuários) e pelo período estudado, ao qual o Brasil apresentou instabilidade nos indicadores que compõem a variável qualidade institucional. A distância institucional entre Brasil e União Europeia, foi significativa somente ao considerar o efeito fixo por país e o efeito fixo por tempo em conjunto, tal resultado sugere que a distância institucional entre Brasil e União Europeia atuou no sentido de elevar os custos de transação, reduzindo o comércio de produtos agropecuários. Por fim, as variáveis de medidas não tarifária foram significativas somente ao considerar o efeito fixo por país, das quatro medidas utilizadas, três foram significativas e apresentaram efeitos ambíguos, característica de tal medida, neste sentido é possível inferir que tais medidas não necessariamente são limitadores de comércio, pois, muitas delas funcionam como melhoria de qualidade e confiança entre os envolvidos. De maneira geral, os resultados indicam que uma melhora no ambiente institucional atua no sentido de promover melhorias do desempenho do setor agropecuário, de maneira melhorar fornecimento de matérias-primas, qualidade de insumos e maior acesso ao crédito, além de reduzir as incertezas inerentes ao mesmo.
metadata.teses.dc.description.abstract: The objective of this work was to analyze the effects of the institutional environment on the commercial transactions of agricultural products between Brazil and member countries of the European Union. The data used were related to the bilateral relationship between Brazil (exporter) and the 28 countries that make up the European Union (importer) in the period of 21 years (1995 - 2016). The analysis was performed through the estimation of gravitational models, in which, in addition to the control variables characteristic of the model used, variables that represent the institutional environment quality of the importing country and the exporting country were inserted, variables that represent the institutional distance between Brazil and the European countries analyzed and, finally, the non-tariff measures imposed by the European Union on Brazil. The method used to estimate the equations was the PoissonPseudo Maximum Likelihood (PPML) model. It verified the fixed effect by country and time, that is, binary variables are used to analyze the individual effect that countries and time used in the research, promote on the variables of investigation. The results indicated that the quality of the institutional environment of the importing country was more relevant, that is, these countries sought to carry out transactions with countries that also have structured institutions, since they would offer greater reliability in the proper development of the transactions carried out. However, the institutional quality of the exporting country was significant only when considering the fixed effect by country. This fact can be justified by the research object (agricultural products) and the period studied, to which Brazil presented instability in the indicators that make up the institutional quality variable. The institutional distance between Brazil and the European Union was significant only when considering the fixed effect by country and the fixed effect for time together, this result suggests that the institutional distance between Brazil and the European Union acted to raise the transaction costs, reducing trade in agricultural products. Finally, the variables of non-tariff measures were significant only when considering the fixed effect per country, of the four measures used, three were significant and presented ambiguous effects, characteristic of such measure, in this sense it is possible to infer that such measures are not necessarily because many of them function as quality and trust improvements among those involved. In general, the results indicate that an improvement in the institutional environment acts to promote improvements in the performance of the agricultural sector, to improve supply of raw materials, quality of inputs and greater access to credit, in addition to reducing the uncertainties inherent in the same.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34306
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DAE - Administração - Doutorado (Teses)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.