Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3434
Título: Enriquecimento de zooplancton com óleo de peixe na larvicultura do Pacu Piaractus mesopotamicus e Curimbá Prochilodus lineatus
Título(s) alternativo(s): Enrichment of zooplâncton with fish oil in larvicultura of pacu, Piaractus mesopotamicus and curimbatá, Prochiloduslineatus
Autor : Prieto Guevara, Martha Janeth
Primeiro orientador: Logato, Priscila Vieira Rosa
Primeiro membro da banca: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Murgas, Luis David Solis
Barbosa, Norma Dulce de Campos
Guerreiro, Mário César
Área de concentração: Nutrição de monogástricos/aquicultura
Palavras-chave: Aqüicultura
Nutrição
Ácidos graxos
Alimento vivo
Enriquecimento de Zooplâncton
Larvicultura
Pacu
Curimbatá
Aquiculture
Nutrition
Fatty acids
Enrichmento of zooplancton
Larviculture
Pacu
Curimbata
Live feed
Data da publicação: 2014
Referência: GUEVARA, M. J. P. Enriquecimento de zooplâncton com óleo de peixe na larvicultura de pacu Piaractus mesopotamicus e curimbatá Prochilodus lineatus. 2003. 106 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2003.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade técnica do uso de zooplâncton enriquecido com ácidos graxos na alimentação de pós-larvas de pacu (Piaractus mesopotamicus) e curimbatá (Prochilodus lineatus). Na Estação de Piscicultura da Universidade Federal de Lavras (UFLA) foi realizado o isolamento de cepas, a cultura de cladóceros e copépodos e o experimento de enriquecimento do zooplancton, através da emulsão à base de óleo de peixe com 8,5% de DHA em 5 níveis (0,0; 0,1; 0,5; 1,0; 1,5 g de óleo) num delineamento experimental de blocos casualizados com 5 tratamentos e 4 repetições. O parâmetro avaliado foi o perfil de ácidos graxos mediante análise cromatográfica. Na Estação Ambiental de Itutinga da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) foi realizada, durante 5 dias, para cada espécie a larvicultura de pacu e curimbatá, usando 30 caixas plásticas com capacidade de 30 litros água e renovação contínua, em uma densidade de 10 pós-larvas por litro; foram avaliados 6 tratamentos de alimentação: zooplâncton sem enriquecimento, zooplâncton com 4 diferentes níveis de enriquecimento (0,1; 0,5; 1,0; 1,5 g de óleo) e náuplios de artêmia, em um delineamento de blocos casualizados com 6 tratamentos e 5 repetições. Foram avaliados os parâmetros de desempenho nas pós-larvas, comprimento, peso, sobrevivência e resistência ao estresse. Os resultados demostraram que o zooplâncton apresentou perfil de ácidos graxos com alta porcentagem de monosaturados e poliinsaturados com elevado conteúdo de ácido araquidônico e linoléico, em função do enriquecimento com DHA, AA e ácido linoléico. O uso de zooplâncton enriquecido com ácidos graxos é viável na larvicultura de pacu permitindo adequado desempenho das pós-larvas no comprimento, a sobrevivência e a resistência ao estresse, sendo a proporção de A/DHA/EPA presente neste zooplâncton adequada para esta espécie. Enquanto que altas porcentagens de ácido linolênico associadas a baixas porcentagens de EPA constituem em proporções adequadas para curimbatá, por ter propiciado melhores comprimento, peso, sobrevivência e resistência ao estresse quando alimentadas com artêmia.
The objective of this study was to evaluate the technical viability of the zooplâncton enriched with acids graxos used in the feeding of pacu (Piaractus mesopotamicus) and curimbatá (Prochilodus lineatus) larvaes. In the Station of Fish farming of the Federal University of Lavras (UFLA), was made the isolation of stumps, the cladocerans and copepods culture and the enrichment experimental, was made by the emulsion containing fish oil with 8,5% of DHA in 5 levels (0,0; 0,1; 0,5; 1,0; 1,5 g of oil) . The experiment was in the randomly blocks design, with 5 treatments and 4 replicates. The profile of fatty acids was analised by gas cromatograph . In the Environmental Station of Itutinga of the Energy Company of Minas Gerais (CEMIG) it was developmented, for 5 days, for each species the pacu larvicultura and curimbatá, using 30 plastic boxes with capacity of 30 liters water and continuous renewal, in a density of 10 powderlarvas per liter; they were appraised 6 feeding treatments: zooplâncton without enrichment, zooplâncton with 4 different enrichment levels (0,1; 0,5; 1,0; 1,5 g of oil) and artêmia náuplios, in a desingn of randomly blocks with 6 treatments and 5 repetitions. The performance of larvaes as well as length, weight, survival and resistance to the stress were evaluated. The results shown that the zooplâncton presents profile of fatty acids with high monosaturated and poliinsaturated percentage with high content of acid araquidonic and linoleic, due to enrichement with DHA, AA and acid linoleic. The zooplâncton enriched with fatty acids is viable in the pacu larvicultura appropriate performance of the larvaes in the length, the survival and the resistance to the stress, being the proportion of present AA/DHA/EPA in this appropriate zooplâncton for this species. Therefore the highest percentages of acid linolenic associated to low percentages of EPA shown to be adequate proportions for curimbatá due to better length, weight, survival and resistance to the stress when fed with artêmia
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3434
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.