Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3455
Título: Maracujazeiro-amarelo: cultivo protegido e natural, irrigação e adubação potássica
Título(s) alternativo(s): Yellow passion fruit: the protected and open field cultivation, irrigation and potassium adubation
Autor : Koetz, Márcio
Primeiro orientador: Carvalho, Jacinto de Assunção
Primeiro membro da banca: Alvarenga, Ângelo Albérico
Rezende, Fátima Conceição
Ramos, José Darlan
Melo, Paulo César de
Área de concentração: Irrigação e Drenagem
Palavras-chave: Maracujá amarelo
Cultivo protegido
Adubação
Irrigação
Data da publicação: 3-Set-2014
Referência: KOETZ, M. Maracujazeiro-amarelo: cultivo protegido e natural, irrigação e adubação potássica. 2006. 119 p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: A irrigação e a adubação são práticas que, além de aumentar a produtividade, podem proporcionar a obtenção de um produto com melhor qualidade. Com o objetivo de estudar o efeito de lâminas de irrigação em ambiente protegido e natural (experimento 1), além de lâminas de irrigação e doses de potássio no campo (experimento 2), foi avaliado o desenvolvimento, a produtividade e a qualidade dos frutos do maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) no período de janeiro de 2005 a março de 2006 no setor de experimentos do Departamento de Engenharia da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Lavras, Minas Gerais. O primeiro experimento foi conduzido em blocos casualizados, com a tensão de água no solo variando de 15 kPa a 60 kPa. A irrigação poderá ser realizada para tensão de água no solo de 60 kPa em ambiente protegido e natural sem comprometer a produtividade e a qualidade dos frutos do maracujá-amarelo. Em ambiente protegido é possível a antecipação da colheita em relação ao ambiente natural, comprovado pelo acúmulo de graus-dia. O cultivo em ambiente protegido é uma alternativa para a produção de frutos de maracujá-amarelo com melhor qualidade. O processo de crescimento da planta em ambiente protegido é mais acelerado do que em ambiente natural. O segundo experimento foi conduzido em blocos casualizados com 4 tratamentos de adubação potássica (K) aplicados às subparcelas e 4 tratamentos de irrigação (L) aplicados às parcelas. Os frutos tipo Extra AAA foram os que mais contribuíram para o total da produtividade comercial do maracujazeiro-amarelo, com média de 57,18 % do total. A menor lâmina de irrigação poderá ser utilizada para o cultivo de maracujazeiro-amarelo sem o uso de adubação potássica, apresentando elevada produtividade, desde que o nível de potássio presente no solo seja suficiente para o desenvolvimento da cultura. A reposição integral de água pode proporcionar maior percentual de frutos tipo Extra AAA (melhor qualidade).
Both irrigation and fertilization are practices which besides increasing productivity can also provide the obtention of a better quality product. Guiding to study the effect of irrigation depth both in protected and in open field cultivation (experiment 1), besides irrigation depth and potassium doses in an open field (experiment 2) the development, the productivity and the quality of the yellow passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) were evalueted from January (2005) to March (2006) in the experiment section of the Engineering Department of the Federal University of Lavras (UFLA) in Lavras, Minas Gerais. The first experiment was conducted in randomized blocks with a variation of 15 kPa to 60 kPa in the water tension in the soil. Irrigation can be done for 60 kPa water tension in the soil in both, open field and protected cultivation with no effects on the productivity and the quality of the yellow passion fruit. An earlier harvest is possible when the cultivation is protected compared to the open field cultivation harvest because of the accumulation of the degrees-day. The protected cultivation of yellow passion fruit is an alternative for the harvest of better quality fruits. The development process of a plant in protected cultivation is faster than in the open field cultivation. The second experiment was conducted in randomized blocks with 4 treatments of potassium adubation (K) applied to the sub-parcels and 4 irrigation (L) treatments applied to the parcels. The fruits of the type Extra AAA were the ones that contributed the most for the commercial productivity of the yellow passion fruit with total mean of 57,18 %. The smallest irrigation depth can be used for the culture of the yellow passion fruit without the use of potassium adubation, presenting high productivity as long as the level of potassium in the soil is sufficient for the development of the culture. The full water replacement can provide a higher percentual of Extra AAA fruits (better quality).
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3455
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEG - Engenharia Agrícola - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Maracujazeiro-amarelo cultivo protegido e natural, irrigação e adubação potássica.pdf1,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.