Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34748
metadata.teses.dc.title: Fatores que influenciam a aceitação e intenção de uso de governo eletrônico por pessoas com deficiência visual: um estudo sobre o site da Receita Federal
metadata.teses.dc.title.alternative: Factors influencing the acceptance and intention to use electronic government by people with visual disabilities: a study on the Receita Federal site
metadata.teses.dc.creator: Oliveira, Fernando Elias de
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/3919667430954299
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Freire, André Pimenta
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Silveira, Denis Silva da
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Zambalde, André Luiz
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Moreira, Renata Teles
metadata.teses.dc.subject: Acessibilidade web
Aceitação de tecnologia
Uso da TI
Deficiência visual
Governo eletrônico
Web accessibility
Acceptance of technology
Information technology use
Visual disabilities
E-government
metadata.teses.dc.date.issued: 12-Jun-2019
metadata.teses.dc.identifier.citation: OLIVEIRA, F. E. de. Fatores que influenciam a aceitação e intenção de uso de governo eletrônico por pessoas com deficiência visual: um estudo sobre o site da Receita Federal. 2019. 183 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: Uma grande parcela da sociedade é constituída por pessoas com deficiência visual. A falta da implementação de diretrizes de acessibilidade Web nos serviços de e-Gov pode prejudicar ou impedir que as pessoas com deficiência visual façam uso de e-Gov. Além dos problemas de acessibilidade Web, podem existir fatores que interfiram na intenção das pessoas com deficiência visual adotarem os serviços de e-Gov. Na literatura especializada, há poucos estudos sobre aceitação e intenção de uso de e-Gov por pessoas com deficiência visual. Também há pouco conhecimento por meio de estudos que especifiquem fatores que contribuam ou dificultem a aceitação e intenção de uso de e-Gov por pessoas com deficiência visual. No presente trabalho, teve-se como objetivo identificar fatores condicionantes na intenção de uso de serviços de e-Gov por pessoas com deficiência visual. Para tal, neste trabalho, propôs-se um modelo de mensuração, fundamentado nos principais modelos de mensuração utilizados para avaliar a aceitação e intenção de uso de e-Gov, tais como: modelo de aceitação da tecnologia, teoria unificada da aceitação e uso de tecnologia e o modelo de confiança. O modelo de mensuração, constituído por 9 construtos, foi especificado com o apoio de um painel de especialistas. Todos os participantes do painel possuíam experiência na avaliação de aceitação e intenção de uso de e-Gov e análise de acessibildiade Web. O modelo de mensuração deste estudo é composto pelos constructos: ansiedade, confiança no governo, confiança na tecnologia, expectativa de esforço, expectativa de desempenho, condições facilitadoras, influência social, habilidade com tecnologia e intenção comportamental de uso. Foram convidadas 937 (novecentos e trinta e sete) pessoas com deficiência visual para participar do estudo, que resultaram em 129 (cento e vinte e nove) respostas válidas para a análise empírica. Os dados coletados foram submetidos ao metódo dos mínimos quadrados parciais por modelagem de caminhos no software SamartPLS®, permitindo idenficar o efeito de cada variável mensurada sobre a intenção comportamental de uso. Pelos resultados, verificou-se que o construto influência social foi o construto mais influente sobre a intenção de uso, com um poder de explicação de 0,367 e p < 0,0001. Já a confiança no governo e confiança na tecnologia exerceram uma pequena influência sobre a intenção comportamental de uso, com poder de explicação 0,214 e 0,173, respectivamente; no entanto, trazem indícios de que os respectivos construtos são importantes para prever a intenção de uso de e-Gov por pessoas com deficiência visual e requerem mais estudos. Não foi possível confirmar a influência da expectativa de desempenho e da expectativa de esforço. Já os construtos condições facilitadoras e habilidade com tecnologia não foram avaliados por não atingirem níveis adequados de confiabilidade. Concluiu-se que a inclusão digital não se configura somente pelo provimento de tecnologias e recursos acessíveis. Haja vista que promover a intenção para uso de e-Gov por pessoas com deficiência deve ser um dos objetivos de governo. Neste trabalho, há algumas limitações, tais como a impossibilidade de generalização e a característica exploratória da pesquisa. Para trabalhos futuros, recomenda-se empregar outros construtos com influência na expectativa de esforço, refinar a afirmativas e incluir um construto teórico para medir a acessibilidade Web.
metadata.teses.dc.description.abstract: A large part of society is made up of people with visual disabilities. Failure to implement Web accessibility guidelines in e-Gov services may hinder or prevent people with visual disabilities from using e-Gov. In addition to Web accessibility issues, there may be other factors that interfere with the intent of people with visual disabilities to adopt e-Gov services. In the specialized literature there are few studies on the adoption of e-Gov by people with visual disabilities. There is also little knowledge resulting from studies that specify factors that contribute to or hinder the acceptance and intention to use e-Gov by visually-disabled people. The present study had the goal to identify conditioning factors in the intention to use e-Gov services by people with visual disabilities. For this, the study proposed an acceptance and intention to use model, based on the main theoretical models used to evaluate the acceptance and use of e-Gov, such as: Technology Acceptance Model (TAM), Unified Theory of Acceptance and Use of Technology (UTAUT) and the Trust Model. The measurement model, consisting of nine constructs, was specified with the support of a panel of experts. All panelists had experience in evaluating e-Gov adoption and Web accessibility analysis. The adoption model is composed by the constructs: anxiety, confidence in government, confidence in technology, expectation of effort, expectation of performance, facilitating conditions, social influence, ability with technology and behavioral intention of use. A total of 937 people with visual disabilities were invited to participate in the study, resulting in 129 valid answers to the empirical analysis. The collected data were submitted to the method of partial least squares by modeling of paths in the software SmartPLS, allowing to identify the effect of each variable measured on the behavioral intention of use. The results showed that social influence has the greatest influence on the intention to use, with a power of explanation of 0.367 and value p < 0.0001. They also indicated that trust in government and trust in technology had little influence on the intention to use, with a power of explanation of 0.214 and 0.173, respectively. However, the study provided indications that these constructs are important to predict e-Gov's intention to use by people with visual impairment and require more study. It was not possible to confirm the influence of the expectation of performance and the expectation of effort. However, the constructs facilitating conditions and skill with technology were not evaluated because they did not reach adequate levels of reliability. The study concluded that digital inclusion is not confined to the provision of accessible technologies and resources. It should be noted that promoting the intention to use e-Gov by disabled people should be one of the government's goals. Some limitations of this study include the impossibility of generalization, its exploratory characteristic and compliance of some statements in the instrument. Future work developing from the study include the use other constructs with influence on the expectation of effort, to refine the affirmatives and to include a theoretical construct to measure Web accessibility.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/34748
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DAE - Administração Pública - Mestrado Profissional (Dissertações/TCC)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.