Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3476
Título: Intervalos de corte e doses de potássio no rendimento e qualidade da forragem do capim-tanzânia
Título(s) alternativo(s): Cutting intervals and potassium doses on tanzania grass production and quality
Autor : Souza, Milena Rizzia Ferreira de
Primeiro orientador: Pinto, José Cardoso
Primeiro membro da banca: Evangelista, Antônio Ricardo
Muniz, Joel Augusto
Rocha, Gudesteu Porto
Área de concentração: Forragicultura e pastagens
Palavras-chave: Capim tanzânia
Crescimento
Forragem
Corte
Rendimento
Qualidade
Tanzania grass
Growth
Forage
Cut
Production
Quality
Data da publicação: 3-Set-2014
Referência: SOUZA, M. R. F. de. Intervalos de corte e doses de potássio no rendimento e qualidade da forragem do capim-tanzania. 2003. 72 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2003.
Resumo: The experiment was carried out in field previously cropped with Tanzania grass in November of 1997, at the Animal Science Department area of the Federal University of Lavras, from August of 2001 to May of 2002, objecting to evaluate the influence of four cutting intervals (4, 6, 8 and 10 weeks) and three K2O doses (0, 100 and 200 kg/ha) on production and forage quality of Panicum maximum Jacq. cv. Tanzania 1. Initially, a soil analysis of experimental area was made; later on, maintenance fertilization was realized, by applying 150 kg/ha of N, as ammonium sulfate, 60 kg/ha of P2O5, as simple phosphate, and 50 kg/ha of K2O, as potassium chloride. The treatments were combined in a factorial 4x3 design, in randomized blocks with four replications. The experimental potassium fertilization was realized in broadcast method between lines of Tanzania grass, in two applications. Linear increments of tiller height and dry matter (DM) of Tanzania grass were observed by increasing cutting intervals. The tiller density and the leaf/stem relationship were independent of the applied treatments. Leaf area index (LAI) increased linearly with the increase of the doses of K2O and, in an exponential way, with the increase of cutting intervals. The crude protein (CP) contents reduced in an exponential way by increasing of cutting intervals. The neutral detergent fiber (NDF) and acid detergent fiber (ADF) presented increase linear behaviour with the increase of cutting intervals. Linear decreasing of Ca and Mg contents were observed by increasing the potassium fertilizer doses. The increase of cutting intervals promoted linear decreasing of K, exponential of P and quadratic of Ca and Mg contents. Efficiency of K, N and P utilization was evaluated. The largest K efficiency of use was verified by application the medium dose of K2O. When considering the maintenance fertilization, the smallest efficiencies are observed for K in the largest doses of K2O but presenting a better plant nutrient usage. N and P presented, respectively, a low and medium efficiency of nutrient usage by plants.
O experimento foi conduzido a campo em uma área estabelecida com o capim-tanzânia em novembro de 1997, nas dependências do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras, de agosto de 2001 a maio de 2002, com o objetivo de avaliar a influência de quatro intervalos de corte (4, 6, 8 e 10 semanas) e três doses de K2O (0, 100 e 200 kg/ha) no rendimento e qualidade da forragem de Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia 1. Inicialmente, foi feita uma análise de solo da área experimental; posteriormente, procedeu-se à adubação de manutenção, aplicando-se 150 kg/ha de N, como sulfato de amônio, 60 kg/ha de P2O5, como superfosfato simples, e 50 kg/ha de K2O, como cloreto de potássio. O experimento, um fatorial 4x3, teve o delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. A adubação potássica experimental foi aplicada a lanço, nas entrelinhas do capim-tanzânia, sendo parcelada em duas aplicações. Registrou-se incrementos lineares da altura de perfilho e da produção de MS do capim-tanzânia com o aumento dos intervalos de corte. A densidade de perfilhos e a relação folha/caule foram independentes dos tratamentos aplicados. O IAF aumentou linearmente com o aumento das doses de K2O e, de modo exponencial, com o aumento dos intervalos de corte. Os teores de PB reduziram de forma exponencial com o aumento dos intervalos de corte. Os teores de FDN e FDA apresentaram incrementos lineares com o aumento dos intervalos de corte. Registraram-se decréscimos lineares dos teores de Ca e Mg com o aumento das doses do adubo potássico. O aumento dos intervalos de corte promoveu decréscimos lineares dos teores de K, exponenciais dos teores de P e quadráticos dos teores de Ca e Mg. Foram avaliadas as eficiências de utilização do K, N e do P, sendo que a maior eficiência de utilização do K foi verificada com a aplicação da dose intermediária de K2O. Considerando a adubação de manutenção, as menores eficiências são observadas para o K nas maiores doses de K2O, mas apresentando um melhor aproveitamento do nutriente pela planta. O N e o P proporcionaram, respectivamente, uma baixa e média eficiência de utilização dos nutrientes pela gramínea.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3476
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Intervalos de corte e doses de potássio no rendimento e qualidade da forragem do capim-tanzânia.pdf405,77 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.