Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3499
Título: Atributos físicos, químicos e biológicos do solo em ambientes de voçorocas no município de Lavras - MG
Título(s) alternativo(s): Physical, chemical and biological attributes in environments in the soil of gully erosion in the city of Lavras - MG
Autor : Gomide, Plínio Henrique Oliveira
Primeiro orientador: Silva, Marx Leandro Naves
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Soares, Cláudio Roberto Fonsêca Sousa
Primeiro membro da banca: Ferreira, Mozart Martins
Castro, Gislene Carvalho de
Curi, Nilton
Palavras-chave: Solos - Degradação
Erosão hídrica
Environmental quality
Soil degradation
Water erosion
Data da publicação: 3-Set-2014
Referência: GOMIDE, P. H. O. Atributos físicos, químicos e biológicos do solo em ambientes de voçorocas no município de Lavras - MG. 2009. 89 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A região sul de Minas Gerais apresenta um quadro preocupante, com grandes áreas comprometidas por voçorocas. Neste contexto, a avaliação dos atributos físicos, químicos e biológicos do solo, em ambientes degradados pela erosão hídrica, por meio de seu monitoramento, é de extrema importância, pela sua sensibilidade às alterações na qualidade do solo, uma vez que pode fornecer subsídios para o estabelecimento de sistemas racionais de manejo e contribuir para a manutenção de ecossistemas sustentáveis. Este estudo foi realizado com os objetivos de avaliar os atributos físicos, químicos e biológicos dos solos ocorrentes no interior das voçorocas e estudar as relações entre atributos físico-químicos do solo, cobertura vegetal e aspectos biológicos destes ambientes. O estudo foi realizado em três voçorocas, uma sob Cambissolo Háplico e as outras duas sob Latossolo Vermelho-Amarelo - LVA1 e LVA2, localizadas em Lavras, MG. Diferentes ambientes das voçorocas estudadas foram avaliados compreendendo o leito, terço médio sem vegetação (TMSV) e terço médio com vegetação (TMCV) que foram comuns às três voçorocas, além de outros dois ambientes encontrados na voçoroca sob LVA2, tais como o terço médio com eucalipto (TMEucalipto) e terço médio com candeia (TMCandeia), além de uma vegetação nativa (VN) mais próxima às voçorocas como referência. As amostras de solos foram coletadas na camada de 0-20 cm, com cinco repetições, totalizando 70 amostras para a realização de análises físicas, químicas e biológicas. Os resultados indicam que os ambientes de voçoroca localizados no sul de Minas Gerais encontram-se em estágio avançado de degradação. Dentre os atributos físicos, os mais afetados foram volume total de poros (VTP), macro e microporosidade, Densidade do solo (Ds), além da redução da condutividade hidráulica e aumento da resistência do solo à penetração, contribuindo ainda mais com o processo erosivo nesse ambiente. A erosão hídrica provocou decréscimo acentuado na fertilidade do solo, expresso pela redução de Ca, Mg, K, P e teores de matéria orgânica, além do acréscimo dos teores de Al, H+Al e saturação por alumínio (m), nesses ambientes.Entre os atributos biológicos analisados, o carbono da biomassa microbiana apresentou reduções superiores a 80% nos ambientes TMSV nas voçorocas sob Cambissolo e LVA1 e leito na voçoroca sob LVA2, em relação à VN nas três voçorocas analisadas. O qCO2 mostrou-se um índice sensível às alterações do ambiente e os maiores valores encontrados foram no leito, ocasionados pelo excesso de umidade e no ambiente TMSV, devido ao baixo teor de matéria orgânica e à ausência de vegetação. Embora tenham sido encontradas espécies de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) em ambientes de voçoroca, o número de esporos apresentou decréscimos superiores a 75% nos ambientes mais degradados. Os resultados evidenciam que os atributos edáficos analisados foram sensíveis às alterações nos ambientes de voçorocas e podem servir como indicadores para o monitoramento da dinâmica de ambientes degradados pela erosão hídrica.
The south of Minas Gerais presents a worrying situation, with large areas affected by gully erosion. In this context, the assessment of physical chemical and biological soil attributes, in degraded environments by water erosion, is extremely important for their sensitivity to changes in soil quality, since it may provide support for the establishment of rational system management and contribute to the maintenance of sustainable ecosystems. The objective of this study was to evaluate the physical, chemical, and biological soil attributes characteristics from the gully erosion; study the relationship between physical and chemical attributes of soil, vegetation and biological aspects of these environments. The study was conducted in three gully erosion, one under haplic cambissol and two in yellow red oxisol LVA1 and LVA2 located at Lavras, MG. Different environments of gully erosion were evaluated including the ground, middle third without vegetation (TMSV) and middle third with vegetation (TMCV) that were common to the three gully erosion, and other two environments found in gully erosion under LVA2, such as the middle third with eucalyptus (TMEucalipto) and middle third with Candeia (TMCandeia), a native vegetation (VN) close to gully erosion as a reference. Samples of soil were collected in the layer of 0-20 cm, with five replicates, generating 70 samples for analysis physical, chemical and biological. The results indicate that in environments of gully erosion located in south of Minas Gerais are in advanced stage of degradation. Considering the physical attributes, the most affected were the total porosity (VTP), macroporosity, microporosity, soil bulk density (Ds), and the reduction of soil hydraulic conductivity and increased resistance to penetration, contributing more to the erosion processes in this environment. Water erosion has caused sharp decline in soil fertility, expressed by the reduction in the Ca, Mg, K, P and levels of organic matter, and an increasem the levels of Al, H+Al and aluminum saturation (m) in this environments. Among the biological attributes examined, the microbiological biomass carbon showed reductions of more than 80% in environments TMSV in gully erosion under haplic cambissol and LVA1 and ground under LVA2 in relation to VN in the three gully erosion analyzed. The qCO2 proved to be an index sensitive to changes in the environment and the highest values were found in ground, caused by excess of water, and the environment TMSV, due to low organic matter and absence of vegetation. Although the arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) species found in environments of gully erosion, the number of spores had decrease a more than 75%, in the most degraded environments. The results show that the edaphic attributes analyzed were sensitive to changes in the environment of gully erosion and may serve as indicators for monitoring the dynamics of degraded environments by water erosion.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3499
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.