Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/36814
metadata.teses.dc.title: Herança da tolerância ao estresse salino em tomateiros derivados de Solanum galapagense e Solanum pennellii
metadata.teses.dc.title.alternative: Inheritance of salt stress tolerance in tomatoes derived from Solanum galapagense and Solanum pennellii
metadata.teses.dc.creator: Rezende, Jéssica Figueiredo
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/7121077856694906
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Maluf, Wilson Roberto
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Gomes, Carlos Nick
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Souza, Elaine Aparecida de
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Bueno Filho, Júlio Sílvio de Sousa
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Ferreira, Daniel Furtado
metadata.teses.dc.subject: Tolerância à salinidade
Melhoramento genético de plantas
Solanum spp.
Recursos genéticos
Metodologia de seleção
Fenotipagem
Controle genético
Melhoramento de plantas
Salinity tolerance
Plant breeding
Genetic resources
Screening methodology
Phenotyping
Genetic control
metadata.teses.dc.date.issued: 13-Sep-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: REZENDE, J. F. Herança da tolerância ao estresse salino em tomateiros derivados de Solanum galapagense e Solanum pennellii. 2019. 87 p. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: O tomate cultivado, Solanumlycopersicum, é uma espécie glicófita e é severamente danificado até mesmo sob baixos níveis de salinidade. Como as áreas para cultivo de tomate estão se tornando cada vez mais escassas no mundo devido ao aumento da salinização de áreas agricultáveis, o melhoramento visando ao aumento da tolerância a salinidade é uma questão urgente. Genótipos tolerantes à salinidade poderiam atenuar essas perdas, no entanto, o progresso em direção a esse objetivo tem sido limitado, principalmente devido à falta metodologias de triagem de genótipos tolerantes ao estresse salino que possam ser utilizadas rotineiramente em programas de melhoramento. Neste estudo, uma metodologia de seleção de genótipos tolerantes à salinidade é proposta, bem como um caráter capaz de predizer esta tolerância no estádio de plântula. Foi estudado o controle genético dos sintomas de estresse causados pela salinidade em Solanumgalapagense.Populações segregantes foram obtidas de Solanumlycopersicum'TOM-684' x Solanumgalapagense 'LA1401' aos 35 dias após a semeadura, as plantas foram expostas a um estresse salino (NaCl) de 300 mM, e foram avaliadas com base nos sintomas de estresse. A área sob a curva de progresso dos sintomas de estresse foi usada para testar a hipótese de herança monogênica, e modelos genéticos foram testados utilizando funções de máxima verossimilhança para determinar o controle genético deste caráter. Os sintomas de estresse em S. galapagense 'LA1401' são controlados por mais de um locus,caracterizando-se comopoligênico. As herdabilidades no sentido amplo e restrito foram estimadas em 0,66 e 0,27, respectivamente. S. lycopersicum'BPX-441E-88', um genótipo previamente identificado como tolerante ao estresse hídrico (tolerância obtida de S. pennellii), foi identificado como tolerante à salinidade. Populações P1 (BPX-441E-88), P2 (TOM760), F1, F2, F1BC1(1) e F1BC1(2) foram cultivadas sob condições salinas (300 mM de NaCl) em sistema hidropônico, e avaliadas para sintomas de estresse salino, que foram utilizados para estimar a área sob a curva de progresso dos sintomas de estresse ao longo do tempo. Os sintomas de estresse salino em BPX-441E-88 são controlados por um gene de efeito maior mais poligenes modificadores, com efeitos aditivos e não aditivos. As estimativas de herdabilidade nos sentidos amplo e restrito foram 0,26 e 0,10, respectivamente.
metadata.teses.dc.description.abstract: The cultivated tomato, Solanum lycopersicum, is a glycophyte species and is severely damaged even at low salinity levels. As areas for growing tomatoes are becoming narrower around the world due to the increased salinization of arable lands, breeding for salt-tolerant crops is a pressing issue. Salt tolerant genotypes could attenuate these losses, however, in spite of the substantial efforts, progress towards this goal has been limited, mainly due to the lack of a screening criteria for salt tolerance viable for routine breeding. In this study, a new screening methodology to select salt tolerant genotypes is proposed, as well as a trait that can predict salt tolerance at the seedling stage.Also, to elucidate the genetic control of stress symptoms caused by salinity in Solanum galapagense, segregating populations were obtained from Solanum lycopersicum‘TOM-684’ x Solanum galapagense ‘LA1401’. 35 days after sowing, the plants were exposed to a salt stress of 300 mM, and were evaluated based on stress symptoms. The area under the stress symptoms progress curve was used to test a hypothesis of monogenic inheritance under different presumed degrees of dominance, and genetic models were tested using maximum likelihood tests of genetic control. Broad-sense heritability was of 0.66 and narrow-sense heritability was of 0.27. Stress symptoms in S. galapagense ‘LA1401’ is controlled by more than one locus, and might be under polygenic control.S. lycopersicum 'BPX-441E-88', a genotype previously identified as drought-tolerant (tolerance obtained from S. pennellii), was identified as salt-tolerant. In this study, populations P1 (BPX-441E-88), P2 (TOM760), F1, F2, F1BC1(1), and F1BC1(2) were grown under saline conditions (300 mM NaCl) in a hydroponic system, and assessed for stress symptoms, which were converted to area under the stress symptoms progress curve. This trait was found to be controlled by a major gene plus modifier genes, with both additive and non-additive gene effects. The estimates of broad-sense and narrow-sense heritability are 0.26 and 0.10, respectively.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor(a), até setembro de 2020.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/36814
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.