Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3697
Título: Uso de modelo misto para a análise de dados longitudinais de um experimento com bovinos em lactação
Título(s) alternativo(s): Mixed model to analyse experimental longitudinal data with dairy cattle
Autor : Furtado, Stephania Maria Teixeira
Primeiro orientador: Lima, Paulo César
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Lima, Renato Ribeiro de
Primeiro membro da banca: Abreu, Agostinho Roberto de
Freitas, Ary Ferrreira de
Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Área de concentração: Estatística e Experimentação Agropecuária
Palavras-chave: Dados longitudinais
Estrutura de covariância
Modelo misto
Covariance structure
Longitudinal data
Mixed model
Data da publicação: 16-Set-2014
Referência: FURTADO, S. M. T. Uso de modelo misto para a análise de dados longitudinais de um experimento com bovinos em lactação. 2009. 46 p. Dissertação(Mestrado em Estatística e Experimentação Agropecuária)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Longitudinal data offer information about global and individual variation over time. The size of ordered collection and the relationship between the observations is a distinctive feature of longitudinal data. This work aimed to study longitudinal data from dairy cattle experiment, conducted to compare two treatments consisted of supplementation differentiated (ration until 60 and ration until 120 days postpartum). Each treatment was applied to eight cows, which were grouped according with previous production, genetic composition, weight, age and order of birth. The tests were performed using the software SAS by considering adjustment of two models, one by considering the block effects as random (mixed model) and another with fixed components (split-plot in time). Also, it was adjusted Wood nonlinear model, which were compared by models identity test. It was found that there was difference between results for both methodologies and the mixed model appropriate to analyse this lactation data.
Dados longitudinais podem fornecer informações sobre variações globais e individuais ao longo do tempo. A característica distinta de estudos longitudinais é a dimensão ordenada com que os dados são coletados e o fato de que as observações repetidas para um indivíduo tendem a ser correlacionadas. O objetivo desse trabalho foi o de analisar um conjunto de dados longitudinais obtidos em um experimento de lactação com bovinos. O experimento foi conduzido com o objetivo de se comparar dois tratamentos que consistiram de suplementação alimentar diferenciada (concentrado até 60 dias pós-parto e concentrado até 120 dias após o parto). Cada tratamento foi aplicado a 8 vacas, que foram agrupadas segundo produção no parto anterior, composição genética, peso, idade e ordem de parto. As análises foram realizadas utilizando-se o software SAS, através do ajuste de dois modelos estatísticos, um modelo considerando aleatório o efeito de blocos (modelo misto) e outro com componentes de efeitos fixos (parcelas subdivididas no tempo). Além disso, foi ajustado o modelo não-linear de Wood e utilizado o teste de identidade de modelos para a comparação dos modelos ajustados. Verificou-se que houve diferença entre os resultados para as duas metodologias, sendo que o ajuste do modelo misto foi adequado para esse conjunto de dados de lactação.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3697
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEX - Estatística e Experimentação Agropecuária - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.