Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37118
metadata.artigo.dc.title: Paragênese mineral de solos desenvolvidos de diferentes litologias na região sul de Minas Gerais
metadata.artigo.dc.title.alternative: Mineral assemblage of soils developed from different lithologies in southern Minas Gerais, Brazil
metadata.artigo.dc.creator: Araujo, Marla Alessandra
Pedroso, Alessandro Vitor
Amaral, Douglas Carvalho
Zinn, Yuri Lopes
metadata.artigo.dc.subject: Material de origem
Gênese do solo
Óxidos de ferro
Difração de raios-X
Suscetibilidade magnética
Soil parent material
Soil genesis
Iron oxides
X-ray diffraction
Magnetic susceptibility
metadata.artigo.dc.publisher: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS)
metadata.artigo.dc.date.issued: Feb-2014
metadata.artigo.dc.identifier.citation: ARAUJO, M. A. et al. Paragênese mineral de solos desenvolvidos de diferentes litologias na região sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 38, n. 1, p. 11-25, jan./fev. 2014. DOI: 10.1590/S0100-06832014000100002.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Estudos sistemáticos sobre os fatores de formação do solo são relativamente escassos no Brasil, em razão da dificuldade de amostrar vários níveis de um fator, mantendo os demais constantes. A região de Lavras, MG, possui grande diversidade geológica em uma área pequena, o que possibilita avaliar o controle exercido por diferentes litologias na mineralogia e nas demais características do solo. Foram selecionados oito solos embasados sobre quartzito, mica-xisto, gabro, itabirito, serpentinito, metacalcário, gnaisse e filito, em condições semelhantes de vegetação (floresta tropical semidecidual), relevo (terço médio de encosta) e clima. Após a descrição dos perfis, coletaram-se amostras dos horizontes e das rochas, e realizaram-se análises físicas e químicas de rotina, composição química total e mineralogia da rocha, da areia e da argila do solo. Todos os solos são pobres em bases trocáveis (exceto o Argissolo sobre itabirito), e notou-se grande variação na composição granulométrica, mineralógica e química. Os teores de Al2O3, SiO2 e Fe2O3 presentes nas rochas não evidenciaram correlação com os respectivos teores nos solos derivados, enquanto o teor de Fe2O3 foi fortemente correlacionado à densidade de partículas e suscetibilidade magnética. Apesar de evidências de material parcialmente alóctone em alguns casos, pôde-se notar forte influência da litologia subjacente na paragênese mineralógica. Os solos foram genericamente agrupados em: cauliníticos com minerais 2:1 (Argissolos sobre mica-xisto e itabirito; e Cambissolo sobre quartzito), cauliníticos (Argissolos sobre gnaisse e filito) e oxídicos (Latossolos sobre metacalcário e gabro; e Plintossolo sobre serpentinito). Os processos de monossialitização e alitização predominam na região, sendo respectivamente associados a rochas com valores intermediários e baixos em sílica, enquanto a presença de minerais 2:1 é acessória à caulinita e parece depender da presença de mica e altos teores de sílica na rocha de origem.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Systematic studies on of soil formation factors are relatively scarce in Brazil since comprehensive samplings of a variable factor while keeping others constant are difficult to perform. Near Lavras, Minas Gerais, there is wide geological diversity over a small area, which offers a chance to assess the control exerted by different lithologies on mineral suites and other soil properties. Thus, eight soils overlying quartzite, mica-schist, gabbro, itabirite, serpentinite, meta-limestone, gneiss and phyllite, under similar climate and tropical, semideciduous forest conditions were selected, all located on midslopes. After description of soil profiles, soil horizon and fresh rock samples were collected for standard physical, fertility, and chemical composition and mineralogical analyses. All soils were poor in bases (except for an Ultisol over itabirite) and showed wide textural, mineralogical and chemical variation. Despite evidence of partially allochthonous material in some cases, a strong influence of underlying lithology was noted on soil mineral suites. There were no significant correlations among Al2O3, SiO2 and Fe2O3 contents in rocks and soils, whereas Fe2O3 content was strongly correlated with particle density and magnetic susceptibility. The soils were grouped as: 1) kaolinitic with 2:1 minerals (Ultisols over mica-schist and itabirite, Inceptisol over quartzite); 2) kaolinitic (Ultisols over gneiss and phyllite), and 3) oxidic (Oxisols over meta-limestone and gabbro, plinthic Oxisol over serpentinite). Monosialitization and alitization processes predominate in the region, associated with rocks with moderate and low silica contents, respectively, whereas 2:1 minerals are accessory to kaolinite and their occurrence seems to depend on rocks rich in mica and silica.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37118
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons