Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37230
metadata.teses.dc.title: Assessment of biological and biochemical proprieties in soil and tailing from iron ore mining operations under rehabilitation
metadata.teses.dc.creator: Santiago, Flávia Louzeiro de Aguiar
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Carneiro, Marco Aurélio Carbone
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Gastauer, Markus
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Siqueira, José Osvaldo
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Guimarães, Luiz Roberto Guilherme
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Guerra, Marcelo Braga Bueno
metadata.teses.dc.subject: Mineração de ferro
Reabilitação de áreas mineradas
Comunidades bacterianas ambientais
Glomalina
Bioindicadores
Carbono do solo
Reabilitação de áreas degradadas
Iron mining
Rehabilitation of mined areas
Environmental bacterial communities
Glomalin
Bioindicators
Soil carbon
Rehabilitation of degraded areas
metadata.teses.dc.date.issued: 14-Oct-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SANTIAGO, F. L. de A. Assessment of biological and biochemical proprieties in soil and tailing from iron ore mining operations under rehabilitation. 2019. 106 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: Atividades de mineração têm crescido em todo o mundo para atender às demandas industriais e ao desenvolvimento tecnológico. No entanto, o processo de extração mineral exerce impactos negativos à biodiversidade, além de gerar rejeitos que ficam vulneráveis à acidentes e que podem ser fontes de contaminação ambiental. Assim, por lei, faz-se necessário a reabilitação do ecossistema local. Para isso, a revegetação têm proporcionado bons resultados na reabilitação das funções do ecossistema, assim como alguns microrganismos do solo, à exemplo dos fungos micorrízicos arbusculares que além da ampla distribuição espacial, estão envolvidos no processo de agregação do solo, maior tolerância das plantas, absorção de água e nutrients e produção de glomalina. Nesse sentido, o objetivo do primeiro capítulo foi avaliar a reabilitação das áreas após mineração de ferro, através dos atributos biologicos e bioquímicos do solo. Para isso, foi avaliado em laboratório , atividades de enzimas envolvidas nos ciclo s biogeoquímicos do C, N e P, carbono e nitrogênio total, carbono da biomassa, respiração microbiana e atividade metabolica bacteriana do solo. Os resultados mostraram que os atributos bioquímicos do solo (carbono e nitrogênio da biomassa, FDA, uréase e fosfatase ácida) das áreas em reabilitaçã o foram incrementados a curto prazo em relação as áreas de solo exposto, sugerindo que a reabilitação está ocorrendo progressivamente e que, em curto à médio prazo, as funções ecológicas do solo podem ser totalmente recuperadas. No segundo capitulo, objetivou-se investigar o status das micorrízas arbusculares e sua contribuição no estoque de carbono nas áreas em reabilitação no Complexo Mineral Urucum. Os resultados mostraram que a riqueza de espécies foi reduzida em 50% com atividade de mineração, entretanto, observou-se que o número de esporos e colonização micorrízica aumentaram no period de dois e três anos de revegetação. Os teores de proteína do solo relacionados à glomalina, facilmente extraíveis e totais, foram aument ando com a idade de revegetação. Nosso conjunto de dados indica m que as melhorias no status das FMAs, responsáveis pelo fornecimento de conteúdo da GRSP, estão positivamente relacionadas com o estoque de carbono do solo e recuperação de funções ecológicas nas áreas em reabilitação. No terceiro capítulo objetivou-se avaliar como os rejeitos de mineração de ferro, em Mariana, afetaram a composição das comunidades bacterianas, além da ação condicionante do biochar na composição e diversidade das comunidades bacterianas.
metadata.teses.dc.description.abstract: Mining activities have grown worldwide to meet industrial demands and technological development. However, the process of mineral extraction has negative impacts on biodiversity, besides generating tailings that are vulnerable to accidents and which can be sources of environmental contamination. Thus, by law, rehabilitation of the local ecosystem is necessary. For this, revegetation has provided good results in rehabilitation of ecosystem functions, as well as some soil microorganisms, such as arbuscular mycorrhizal fungi that besides the wide spatial distribution, are involved in process of soil aggregation, higher plant tolerance, water and nutrient absorption and glomalin production. In this sense, the objective of the first chapter was evaluate rehabilitation of areas after iron mining through biological and biochemical attributes of soil. For this, it was evaluated in the laboratory, enzyme activities involved in the C, N and P biogeochemical cycles, carbon and total nitrogen, biomass carbon, microbial respiration and soil bacterial metabolic activity. The results showed that soil biochemical attributes (carbon and nitrogen from biomass, ADF, urea and acid phosphatase) of areas under rehabilitation were increased in the short term over exposed soil areas, suggesting that rehabilitation is occurring progressively and that, In the short to medium term, the ecological functions of the soil can be fully restored. In the second chapter, the objective was investigate the arbuscular mycorrhizal fungi and their contribution to carbon stock in areas under rehabilitation in Urucum Mineral Complex. The results showed that species richness of mycorrhizal fungi reduced by about 50% with mining activity. However, with the revegetation progress it was observed that spores number and mycorrhizal colonization increased in period of two and three years of revegetation. The easily extractable and total glomalin-related soil protein content increased with the age of revegetation. Our data set indicates that improvements in status of FMAs responsible for providing GRSP content are positively related to soil carbon stock and restoration of ecological functions in rehabilitation areas. In third chapter the objective was evaluate how the iron mining tailings in Mariana affected the composition of bacterial communities, as well as the conditioning action of biochar under different pH conditions on activity, composition and diversity of bacterial communities.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37230
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: eng
Appears in Collections:DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.