Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37470
metadata.artigo.dc.title: Ideologia Gerencialista, Poder e Gestão de Pessoas na Administração Pública e Privada: uma interpretação sob a ótica da Análise Crítica do Discurso
metadata.artigo.dc.title.alternative: Managerialist Ideology, Power and People Management in Public and Private Management: an interpretation from the perspective of Critical Discourse Analysis
metadata.artigo.dc.creator: Onuma, Fernanda Mitsue Soares
Zwick, Elisa
Brito, Mozar José de
metadata.artigo.dc.subject: Gerencialismo
Gestão de pessoas
Análise crítica do discurso
Managerialism
People Management
Critical discourse analysis
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Santa Catarina
metadata.artigo.dc.date.issued: Aug-2015
metadata.artigo.dc.identifier.citation: ONUMA, F. M. S.; ZWICK, E.; BRITO, M. J. de. Ideologia Gerencialista, Poder e Gestão de Pessoas na Administração Pública e Privada: uma interpretação sob a ótica da Análise Crítica do Discurso. Revista de Ciências da Administração, Florianópolis, v. 17, n. 42, p. 106-120, ago. 2015.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Este trabalho busca compreender, sob a luz da Análise Crítica do Discurso, como se desenvolve a ideologia gerencialista em duas das organizações que ocupam as primeiras posições do ranking das melhores organizações privadas e públicas no ano de 2013. Compreende-se a ideologia gerencialista como naturalizadora de práticas de gestão de pessoas que facilitam o exercício de poder. Ela contribui para a construção de um universo gestionário que substitui a dignidade pela utilidade e a solidariedade coletiva pela celebração do mérito individual. Nessa complexa configuração social, as relações humanas são instrumentalizadas e transformadas em relações comerciais. Cidadãos são abordados como clientes e as organizações públicas e privadas, em simples provedores de bens e serviços.
metadata.artigo.dc.description.abstract: This essay aims to comprehend, by using the perspective of Critical Discourse Analysis, how managerial ideology occurs in two of the “best organizations to work” (private and public), according to rankings released in 2013. We understand the managerialist ideology as naturalizer of people management practices, since it facilitates the power exercise. The managerialist ideology contributes to the construction of a managerial universe that replaces the dignity by the usefulness and the collective solidarity by the celebration of individual merit. In this complex social setting, human relations are manipulated and transformed into commercial relationships. Citizens are approached as clients and public and private organizations, as simple providers of goods and services.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37470
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons