Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3767
Título: Percepção Ambiental dos alunos do curso de especialização em Ecoturismo da Universidade Federal de Lavras
Título(s) alternativo(s): Environmental perception of the students of the specialization course in Ecotourism of the Federal University of Lavras
Autor : Andretta, Vanessa
Primeiro orientador: Macedo, Renato Luiz Grisi
Primeiro membro da banca: Venturin, Nelson
Ferreira, Eric Batista
Área de concentração: Manejo Ambiental
Palavras-chave: Percepção ambiental
Ecoturismo
Conscientização ambiental
Ecotourism
Data da publicação: 18-Set-2014
Referência: ANDRETTA, V. Percepção ambiental dos alunos do curso de especialização em Ecoturismo da Universidade Federal de Lavras. 2008. 100 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: The historical distancing of man relative to Nature, resulting into the misuse of natural resources brings about to the contemporaneous society the responsibility to mitigate and solve the present environmental problems. Ecotourism shows itself as an important tool to stimulate this man-environment (re)approach and the environmental awareness. To research the environmental perception of the interested ones in the study of ecotourism allows to understand the relationship with nature of these possible multipliers of environmental awareness. With the purpose of studying the environmental perception of the students of the Lato Sensu Graduate course in Ecotourism of the Federal University of Lavras, town of Lavras, Minas Gerais, a survey applied to 387 students, in 7 gangs of the course, in the years of 2004 and 2007 was utilized. In addition to the characterization of the socio-cultural profile of the interviewed ones, it was sought to raise the perception on the environmental impacts and identify the involvement of the interviewed people with the conservationist practices. The results as regards the socio-cultural profile pointed out that most of the interviewed ones are: newly graduated young people, coming from cities of less than 200,000 inhabitants, from Brazil´s southeast region, and have a background in the area of human sciences (mainly in Tourism). It was found that the interviewed ones, independent of their profile, are capable of realizing and pointed out several environmental problems, but few vouched for them and nor involved into conservationist actions. Nevertheless, they demonstrated willingness to act for environmental conservation, settling to take part in the selective residue collection, save water and act in voluntary conservationist works. It follows that the environmental perception proved to be an individual process, the factors in which correlations were sought showed independence and the perception of the interviewed ones does not depend upon age range, origin, professional occupation or academic background. The need to stimulate the actions in support of Nature, reinforcing the multiplying role that the students can play in their professional accomplishments is pointed out.
O distanciamento histórico do homem com a natureza resultando na má utilização de recursos naturais, acarreta à sociedade contemporânea a responsabilidade de mitigar e solucionar os problemas ambientais atuais. O ecoturismo mostra-se como uma importante ferramenta para estimular esta (re)aproximação homem-ambiente e a conscientização ambiental. Pesquisar a percepção ambiental dos interessados no estudo do ecoturismo permite compreender a relação com a natureza destes possíveis multiplicadores da conscientização ambiental. Com o objetivo de investigar a percepção ambiental dos alunos do curso de Pós-Graduação Lato Sensu à distância em Ecoturismo da Universidade Federal de Lavras, município de Lavras, Minas Gerais, utilizou-se um survey aplicado a 387 alunos, em 7 turmas do curso, entre os anos de 2004 e 2007. Além da caracterização do perfil sócio-cultural dos entrevistados, buscou-se levantar a percepção sobre os impactos ambientais e identificar o envolvimento dos entrevistados com práticas conservacionistas. Os resultados quanto ao perfil sócio-cultural apontaram que a maioria dos entrevistados são: jovens, recém-formados, provenientes de cidades com menos de 200.000 habitantes, da região Sudeste do Brasil, com formação na área de humanas (principalmente em turismo). Notou-se que os entrevistados, independente de seu perfil, são capazes de perceber e apontar diversos problemas ambientais, mas pouco se responsabilizam por eles e tampouco se envolvem em ações conservacionistas. No entanto, demonstraram disposição em agir para a conservação ambiental, dispondo-se em participar de coleta seletiva de resíduos, economizar água e atuar em trabalhos voluntários conservacionistas. Concluiu-se que a percepção ambiental mostrou ser um processo individual, os fatores onde se buscou correlações demonstraram independência, a percepção dos entrevistados não dependem de faixa etária, origem, atuação profissional ou formação acadêmica. Aponta-se a necessidade de estimular as ações em prol à conservação da natureza, reforçando o papel multiplicador que os alunos podem realizar em suas atuações profissionais.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3767
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.