Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37889
metadata.artigo.dc.title: Diferenças de produtividade entre cultivares de alho obtidas por cultura de tecidos e multiplicação convencional, em um período de nove anos consecutivos
metadata.artigo.dc.title.alternative: Yield of garlic cultivars for nine consecutive years after the tissue culture
metadata.artigo.dc.creator: Silva, Ernani Clarete da
Souza, Rovilson José de
Pasqual, Moacir
metadata.artigo.dc.subject: Allium sativum
Vírus
Degenerescência
Vírus
Degeneration
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
metadata.artigo.dc.date.issued: Oct-2010
metadata.artigo.dc.identifier.citation: SILVA, E. C. da; SOUZA, R. J. de; PASQUAL, M. Diferenças de produtividade entre cultivares de alho obtidas por cultura de tecidos e multiplicação convencional, em um período de nove anos consecutivos. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 26, n. 5, p. 692-697, Sept./Oct. 2010.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo deste trabalho foi estudar, a campo, o comportamento de cinco cultivares de alho proveniente de cultura de tecidos e estabelecer um tempo máximo de multiplicação convencional de cada cultivar. Os trabalhos foram conduzidos na área experimental do Setor de Olericultura da Universidade Federal de Lavras com uso das seguintes cultivares: Amarante, Gigante Roxo, Gravatá, Gigante de Lavínia e Gigante Roxão. Cada uma destas cultivares teve duas procedências: cultura de tecidos e multiplicação convencional. Para cada ano foi adotado um delineamento em blocos ao acaso sendo considerado dez tratamentos (cinco cultivares oriundas de multiplicação convencional e as mesmas cultivares oriundas de cultura de tecidos) com três repetições. Um índice anual foi calculado com base na diferença de produção entre as duas origens de cada cultivar sendo considerada como controle a cultivar de origem convencional. A análise de variância foi aplicada nos respectivos índices com ajuste a um modelo de regressão polinomial. Concluiu-se que as cultivares Gigante Roxo, Gravatá, Gigante de Lavínia e Gigante Roxão provenientes de multiplicação via cultura de tecidos, podem ser multiplicadas convencionalmente por pelo menos nove anos consecutivos. Sugere–se que a cultivar Amarante seja indexada para vírus e seja submetida a novos estudos.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The objective of this work was to study in field, the behavior of five cultivars of garlic from the tissue culture and establish a maximum time of conventional multiplication of each cultivar. The work was conducted in the experimental area Olericultura Sector of the Federal University of Lavras using the following cultivars: Amarante, Gigante Roxo, Gravatá, Gigante de Lavínia and Gigante Roxão. Each of these cultivars have two origins: plant tissue culture and conventional propagation. For each year was adopted a design in randomized blocks with ten treatments considered (five cultivars from conventional multiplication and the same cultivars from plant tissue culture) with three replications. An annual index was calculated as the difference in production between the two roots of each cultivar is considered to control the variety of conventional origin. The analysis of variance was applied in the respective indices to adjust to a polynomial regression model. It was concluded that the cultivars Gigante Roxo, Gravatá, Gigante de Lavínia e Gigante Roxão from multiplication by tissue culture, can be multiplied conventionally by at least nine consecutive years. It is suggested that cultivar Amarante be indexed for viruses and is subject to further studies.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7171
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/37889
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.