Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3811
Título: Erosão hídrica e qualidade do solo em sistemas florestais no leste do Mato Grosso do Sul
Autor : Cândido, Bernardo Moreira
Primeiro orientador: Silva, Marx Leandro Naves
Primeiro membro da banca: Curi, Nilton
Ferreira, Mozart Martins
Mincato, Ronaldo Luiz
Área de concentração: Recursos Ambientais e Uso da Terra
Palavras-chave: Erosividade
Tolerância de perda de solo
Índices de qualidade do solo
Erosivity
Soil loss tolerance
Soil quality index
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CÂNDIDO, B. M. Erosão hídrica e qualidade do solo em sistemas florestais no leste do Mato Grosso do Sul. 2014. 73 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O Mato Grosso do Sul, especificamente o leste do estado, concentra grande parte das plantações de eucalipto no Brasil, e estão instaladas em áreas anteriormente degradadas. O objetivo com as pesquisas realizadas pra este trabalho foi calcular os valores de erosividade da chuva (fator R – EI30), estimar a tolerância de perda de solo para as classes representativas nas áreas de estudo, avaliar as perdas de solo e água por erosão hídrica e verificar a influência, por meio de análise de componentes principais (ACP), de atributos físicos e matéria orgânica do solo (MOS) sobre a erosão hídrica, sob chuva natural, em florestas de eucalipto no estágio pós-plantio, com cultivo mínimo. Objetivou-se também como avaliar a qualidade do solo sob cada tratamento nas regiões de estudo, por dois métodos de indexação dos indicadores de qualidade, o Índice de Qualidade Integrado (IQI) e o Índice de Qualidade Nemoro (IQN), visando identificar a adequação dos sistemas de manejo no contexto da erosão hídrica. Os tratamentos constituíram-se de diferentes sistemas de manejo dos resíduos e disposição de plantio (nível e desnível), em dois biomas distintos, Cerrado e Floresta, e solo descoberto. Os solos foram classificados como Latossolo Vermelho distrófico típico textura média-alta fase floresta (LVd1) e Latossolo Vermelho distrófico típico textura média-baixa fase cerrado (LVd2). O estudo foi realizado em áreas experimentais de plantio de eucalipto localizadas no município de Três Lagoas, na bacia do Rio Paraná, no leste do Mato Grosso do Sul. O índice de erosividade anual obtido foi de 6.792,7 MJ mm ha-1 h-1 ano-1. Os valores de tolerância de perda de solo variaram de 9,0 a 11,0 Mg ha-1 ano-1, para o LVd2 e LVd1, respectivamente. As perdas de solo para o povoamento de eucalipto foram bem abaixo dos limites de tolerância para as classes estudadas. Entre os sistemas florestais, o eucalipto em nível com manutenção do resíduo foi o que mais se aproximou à vegetação nativa, com relação às perdas de solo e água. A ACP se mostrou eficiente na discriminação dos sistemas de manejo em função da interação entre os atributos físicos e matéria orgânica do solo e suas relações com a erosão hídrica. Os índices de qualidade do solo avaliados apresentaram alta correlação com as perdas de solo e água. Entre as vegetações nativas, a Floresta apresentou índices de qualidade mais elevados quando comparada ao Cerrado. Dentre os sistemas manejados, o Eucalipto em nível com a manutenção do resíduo foi o que apresentou os maiores índices de qualidade do solo, nas duas regiões. O tratamento com solo descoberto foi o que obteve os menores valores de IQI e IQN nas duas áreas de estudo. Dessa forma, ressalta-se a importância da cobertura vegetal e manutenção da MOS na conservação do solo e da água em sistemas florestais, visando uma produtividade sustentável.
Mato Grosso do Sul, specifically the east of the state, focuses much of eucalyptus plantations in Brazil, and are installed on previously degraded areas. The aim of this study was to calculate the values of rainfall erosivity (R factor - EI30), to estimate the soil loss tolerance for the representative soil classes in the studied areas, to evaluate soil and water losses by water erosion and verify the influence, using principal component analysis (PCA), of soil physical attributes and soil organic mater (SOM) on water erosion in post-planting stage, with minimum tillage. And to assess the quality of the soil under each treatment in the study areas, two indexing methods of quality indicators, the Integrated Quality Index (IQI) and Nemoro Quality Index (NQI) trying to identify the adequacy of management systems in the context of water erosion. Treatments consisted of different systems of waste management and disposal of planting (contour and downslope) in two distinct biomes, Cerrado and Forest, and bare soil. The soils were classified as Oxisol typical upper-middle texture phase forest (LVd1) and Oxisol typical medium-low texture phase cerrado (LVd2).The study was conducted in experimental areas of eucalyptus plantations located in Três Lagoas, in the Paraná River basin, eastern region of Mato Grosso do Sul. The annual erosivity index obtained was6.792,7 MJ mm ha-1 h-1 ano-1. The values of tolerance had a range from 9.0 to 11.0 Mg ha-1 yr-1 for LVd2 and LVd1 respectively. Soil losses for eucalyptus plantation were well below the tolerance limits for the studies soil classes. Among the forest systems, eucalyptus under contour planting with maintenance of the residue that was closest to the native vegetation in relation to soil and water losses. The PCA is efficient for discrimination of management systems based on the interaction between physical properties and SOM and its relationship to water erosion. The indexes of soil quality was correlated with the loss of soil and water. Among the native vegetation, the forest had rates higher quality when compared to the Cerrado. Among the managed systems, Eucalyptus level with the maintenance of the residue showed the higher rates of soil quality in the two regions. Treatment with bare ground was the one that had the lowest values of IQI and NQI in the two study areas. Thus, we emphasize the importance of vegetation and maintenance of SOM in soil conservation and water in forest ecosystems, aiming sustainable productivity.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, área de concentração em Recursos Ambientais e Uso da Terra, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3811
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Erosão hídrica e qualidade do solo em sistemas florestais no leste do Mato Grosso do Sul.pdf1,85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.