Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38546
metadata.artigo.dc.title: Amostragem de formigas-cortadeiras (Hymenoptera: formicidae) em eucaliptais pelos métodos de transectos em faixa e em linha
metadata.artigo.dc.title.alternative: Sampling plans for leaf-cutting ant nests (Hymenoptera: formicidae) by the methods of strip transects and line transects on eucalyptus plantations
metadata.artigo.dc.creator: Reis, Marcelo de Almeida
Zanetti, Ronald
Scolforo, José Roberto Soares
Ferreira, Maria Zélia
metadata.artigo.dc.subject: Formiga cortadeira - Monitoramento
Formicidae
Eucalyptus spp.
metadata.artigo.dc.publisher: Revista Árvore
metadata.artigo.dc.date.issued: 2010
metadata.artigo.dc.identifier.citation: REIS, M. de A. et al. Amostragem de formigas-cortadeiras (Hymenoptera: formicidae) em eucaliptais pelos métodos de transectos em faixa e em linha. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 34, n. 6, p. 1101-1108, 2010.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Este trabalho foi realizado em eucaliptais localizados em áreas de relevo acidentado da Mata Atlântica, no Município de Belo Oriente, Vale do Rio Doce, Minas Gerais, no período de janeiro de 2002 a fevereiro de 2005, em cinco talhões de Eucalyptus spp., totalizando 160,22 ha. Os objetivos foram desenvolver planos de amostragem para formigas-cortadeiras pelo método de transectos em faixas; determinar o melhor estimador de densidade populacional de formigueiros para os métodos de transectos em faixa e em linha; e validar o melhor plano de amostragem. Em cada entrelinha de plantio de cada talhão, os ninhos de formigas-cortadeiras foram localizados, georreferenciados e medidos. Foram gerados mapas com a localização dos ninhos e das árvores nos talhões, que serviram para a simulação dos planos. Concluiu-se que qualquer uma das linhas testadas para o lançamento de primeiro transecto pode ser utilizada no monitoramento de formigas-cortadeiras na área de estudo. A distância ótima entre os transectos em faixa foi de 96 m. A estimativa da densidade de ninhos de formigas-cortadeiras pelo estimador de área proporcional, usando transectos em faixa, é mais precisa do que pelo estimador Cottam & Curtis, com a utilização de transectos em linha, pois o primeiro produz resultados iguais aos do censo. O uso operacional dos transectos em faixa, com o estimador de área proporcional, lançados a cada 96 m a partir da terceira linha de plantio é valido para estimar a área total de formigueiros na região.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The present work was accomplished in eucalyptus plantations, in the municipality of Belo Oriente, Vale do Rio Doce, Minas Gerais, during the period of January of 2002 to February of 2005, in five Eucalyptus spp. stands, totaling 160.22ha. The objectives were to develop sampling plans by the method of strip transects; determine the best estimator of ant nests for the methods of strip and line transects and validate the best sampling plan. In each interrow, the ant nests were located, measured and mapped. The data were plotted in maps of the nests, which served for the simulation of the plans. It was concluded that any of the planting lines tested for the first transect can be used in monitoring the leaf-cutting ants in the study area. The optimum distance between the strip transects is 96m. The density estimated of leaf-cutting ant nests by the Proportional Area estimator, using the strip transects, is more accurate than by the Cottam&Curtis estimator, using the line transects, because the first produces results equal to the census. The operational use of the first plan is valid to estimate the total area of leaf-cutting ant nests in the region.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38546
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons