Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38642
metadata.artigo.dc.title: Perda de solo por erosão em decorrência da ação de adubação fosfatada corretiva sobre a estabilidade de agregados
metadata.artigo.dc.title.alternative: Soil erosion as a result of phosphate fertilization on estimated aggregate stability in a typic Acriferric Red Latosol
metadata.artigo.dc.creator: Martins, Sérgio Gualberto
Sá, Marcos Aurélio Carolino de
Silva, Marx Leandro Naves
Lima, José Maria de
Oliveira, Anna Hoffmann
Nóbrega, Júlio César Azevedo
Avanzi, Junior Cesar
metadata.artigo.dc.subject: Soil erosion
Phosphate fertilization
Erosão do solo
Adubação fosfatada
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Estadual de Londrina
metadata.artigo.dc.date.issued: Oct-2011
metadata.artigo.dc.identifier.citation: MARTINS, S. G. et al. Perda de solo por erosão em decorrência da ação de adubação fosfatada corretiva sobre a estabilidade de agregados. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 32, n. 4, p. 1297-1306, out./dez. 2011.
metadata.artigo.dc.description.resumo: A aplicação de fósforo em solos brasileiros é uma prática frequente e tal operação pode afetar alguns atributos do solo. Assim, com o objetivo de avaliar os efeitos da fosfatagem na estabilidade de agregados e nas perdas de solo por erosão de um Latossolo Vermelho Acriférrico típico de Lavras (MG), foram aplicados, em duas parcelas de 72 m2 , o equivalente a 450 kg ha-1 de P2 O5 a lanço mais 180 kg ha-1 de P2 O5 em linhas. A estabilidade de agregados foi determinada por ultra-som para classes de 7,93 a 4,76; 4,76 a 2,00; 2,00 a 1,00; 1,00 a 0,50; 0,50 a 0,25 e < 0,25 mm, e por peneiramento úmido para a fração de 7,93 a 4,76 mm. Também foi estimada a perda de solo por erosão com uso do sistema de pinos. A fosfatagem reduziu significativamente a estabilidade de agregados por peneiramento a úmido e por ultrasom para agregados maiores que 1 mm e aumentou as perdas de solo em 2,85 vezes. Agregados maiores que 2 mm apresentaram estabilidade 2,83 vezes menor com fosfatagem, o que pareceu influenciar as perdas de solo. A fosfatagem reduziu o ponto de efeito salino nulo e aumentou a densidade de cargas negativas, o que explicou os resultados obtidos.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Phosphorus application in Brazilian soils is a common practice and such operation may affect some soil properties. Thus, with the objective of measuring the effect of the phosphate fertilization on aggregate stability and soil loss by erosion of a typic Acriferric Red Latosol from Lavras (MG), soil plots were fertilized with the equivalent to 450 kg ha-1 of P2O5, broadcasted, and 180 kg ha-1 of P2O5 applied over lines, in two plots of 72 m2. Aggregate stability was measured by sonication at different sizes of aggregates: 7.93 to 4.76; 4.76 to 2.00; 2.00 to 1.00; 1.00 to 0.50; 0.50 to 0.25 and <0.25 mm. Wet sieving was also performed to estimate aggregate stability at the fraction of 7.93 to 4.76 mm. The amount of erosion was measured using a grid of pins on soil surface. Phosphate fertilization significantly reduced aggregate stability by wet sieving and ultrasonic for larger aggregates than 1 mm, and increased the erosion in 2.85 times. Aggregates larger than 2 mm showed stability 2.83 times lower with phosphate, which could influence soil loss. The phosphate fertilization reduced the zero point of salt effect, and increased the negative charges density, which helps to explain these results.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38642
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons