Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39026
metadata.teses.dc.title: Restrição hídrica induz crescimento de sistema radicular em mudas de Coffea arabica L. tolerantes à seca
metadata.teses.dc.title.alternative: Water restriction promotes growth of root system of Coffea arabica L. tolerant to drought
metadata.teses.dc.creator: Fonseca, Thaís Melo da
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/0643827297760726
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Marchiori, Paulo Eduardo Ribeiro
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Silva, Vânia Aparecida
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Marchiori, Paulo Eduardo Ribeiro
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Silva, Vânia Aparecida
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Espinoza Núñez, Erick
metadata.teses.dc.subject: Déficit hídrico
Rizotron
Mapeamento radicular
metadata.teses.dc.date.issued: 14-Feb-2020
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: FONSECA, T. M. da. Restrição hídrica induz crescimento de sistema radicular em mudas de Coffea arabica L. tolerantes à seca. 2019. 63 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fisiologia Vegetal)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2019.
metadata.teses.dc.description.resumo: O estresse hídrico prejudica as plantas de café em todas as fases de crescimento, destacando-se o primeiro ano após o transplantio. Identificar estratégias de tolerância à seca de genótipos de Coffea arabica, como o maior crescimento radicular; pode auxiliar na seleção precoce de plantas em programas de melhoramento genético do cafeeiro, antecipando o processo de seleção a partir da fase de mudas. Diante disso, este trabalho teve como objetivo testar dois materiais promissores presentes no Programa de Melhoramento Genético da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – EPAMIG, esses foram submetidos a eventos de seca-reidratação. Testaram-se os genótipos G07 e G19, que em campo apresentaram uma maior tolerância à seca, comparados a outros genótipos altamente explorados no Brasil, o Catiguá e o Catuaí. Os quatro materiais foram transplantados em recipientes do tipo rizotrons com capacidade de 22 litros, a fim de possibilitar a avaliação e caracterização da morfologia e crescimento radicular durante os eventos de seca-reidratação. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso em esquema fatorial [4x3; quatro genótipos, três condições hídricas], considerando n=4. As três condições hídricas impostas foram: referência (sem restrição hídrica); exposição a um ciclo de restrição hídrica e posterior reidratação e exposição a dois ciclos de restrição hídrica seguidos de reidratação. Foram realizadas duas coletas destrutivas, uma em condição de estresse hídrico e outra após a reidratação. Durante o período experimental foram avaliados o potencial hídrico, teor relativo de água, trocas gasosas, parâmetros biométricos, carboidratos solúveis e insolúveis nas folhas e raízes e crescimento e morfologia do sistema radicular. Para este último parâmetro foram usadas imagens tiradas do rizotron e avaliadas com auxílio do software ArcGIS®. O estresse hídrico induziu a redução do potencial hídrico e do teor relativo de água nos quatro genótipos, assim como redução na fotossíntese, transpiração e abertura estomática. Os parâmetros biométricos foram semelhantes entre o Catiguá, G07 e G19, contudo o Catuaí apresentou alteração na produção de ramos ladrões, com a imposição dos tratamentos de restrição hídrica em comparação ao tratamento de referência. Os genótipos G07 e G19 se destacaram entre os demais com a imposição dos ciclos, apresentando maior desenvolvimento do sistema radicular e manutenção da matéria seca. Este fato sugere que a expressão precoce de características de tolerância à seca pode ser usada na seleção do melhoramento de plantas, uma vez que o maior desenvolvimento radicular é uma característica altamente desejável no melhoramento de C. arabica.
metadata.teses.dc.description.abstract: Drought stress damages coffee plants in all growth stages, especially just after transplantation to field. Identify strategies of drought stress tolerance in genotypes of Coffea arabica, may supply useful information for plant breeding selection programs, aiming to improve productivity even under repeated drought events. Considering this, the present study aimed to test two different materials from Plant Breeding Program of EPAMIG. These genotypes, G07 and G19, which had showed drought tolerance under field conditions, were tested. As a reference, we compared to other genotypes highly exploited in Brazil, namely Catiguá and Catuaí. All young plants of the four different materials were planted in rizotron, with capacity of 22L, aiming to evaluate and characterize the root morphology and growth during periods of drought and rehydration. The experimental design was randomized blocks [4x3; four genotypes and three water conditions, considering n = 4] regarding two samplings, resulting in 96 plants. The plants were kept under three water conditions: reference (no water restriction); subjected to a single water restriction cycle and subsequent rehydration; and two water restriction cycles followed by rehydration. For each treatment, two destructive sampling were performed: one under the stress phase and one after rehydration. During the experiment the following parameters were evaluated: water potential, relative water content, gas exchange, biometric parameters, soluble and insoluble carbohydrates in the leaves and roots, and growth and morphology of the root system. For the last parameter, images taken from rhizotron were analyzed with ArcGIS® software. Drought stress induced a reduction in water potential and relative water content for all four genotypes, as well as a reduction in photosynthesis, transpiration and stomatal conductance. Biometric parameters were similar between Catiguá, G07 and G19, however, Catuaí presented changes in the formation of new shoots at the base of the plant, comparing the treatments with water restriction to the reference treatment. Genotypes G07 and G19 showed better performance than the reference genotypes in response to the water restriction cycles, demonstrating greater root system development and dry matter maintenance. This suggests that early tolerance characteristics expression, mainly in the first year after transplantation, may be used in plant breeding selection, once a greater root development is a highly desirable trait in improvement of Coffea arabica.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor(a), até fevereiro de 2021.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/39026
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.