Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4171
Título: Seletividade e eficácia agronômica do herbicida mesotrione na cultura do milho
Título(s) alternativo(s): Mesotrione selectivity and efficacy for weed control in corn (Zea mays)
Autor : Furtado, Danilo Augusto Silva
Primeiro orientador: Souza, Itamar Ferreira de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Karam, Decio
Primeiro membro da banca: Carvalho, Gabriel José de
Alcântara, Elifas Nunes de
Área de concentração: Fitotecnia
Palavras-chave: Milho
Planta daninha
Herbicida
Weed
Corn
Herbicide
Data da publicação: 30-Set-2014
Referência: FURTADO, D. A. S. Seletividade e eficacia agronomica do herbicida mesotrione na cultura do milho. 2004. 68 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2004.
Resumo: O desenvolvimento de novos herbicidas pode ajudar na busca por moléculas que causem menor impacto ao meio ambiente e reduzam a disseminação de biótipos resistentes, tendo eficácia agronômica e seletividade semelhante aos já existentes. Com o objetivo de se avaliar os efeitos da aplicação de mesotrione no controle de plantas daninhas e no desenvolvimento da cultura do milho, comparativamente a outros herbicidas já registrados no país, foram conduzidos, no ano agrícola de 2002/2003 e no ano de 2004, experimentos de campo e casa de vegetação em Sete Lagoas, MG. No experimento de campo, foram utilizados oito tratamentos herbicidas e uma testemunha capinada. Os tratamentos herbicidas consistiram em: mesotrione (120 g ha-1), mesotrione (144 g ha-1), atrazine + óleo vegetal (1200 + 900 g ha-1), atrazine + s-metolachlor (1295 + 1015 g ha-1), atrazine + nicosulfuron (1000 + 24 g ha-1), atrazine + foramsulfuron + iodosulfuron-methyl-sodium (1000 + 22,5 + 1,5 g ha-1), nicosulfuron (50 g ha-1) e foramsulfuron + iodosulfuron-methyl-sodium (45 + 3 g ha-1). Os herbicidas foram aplicados em pós emergência precoce das plantas daninhas, quando o milho, híbrido BRS 2020, encontrava-se no estádio V4 de desenvolvimento. A eficácia destes herbicidas foi avaliada em três espécies de plantas daninhas aos 13, 19 e 25 dias após aplicação: Digitaria horizontalis, Ipomoea grandifolia e Richardia brasiliensis. O herbicida mesotrione nas dosagens de 120 e 144 g ha-1 foi o menos eficaz com médias de controle variando entre 42 e 76%. De forma geral, atrazine + nicosulfuron foi o mais eficaz para o controle destas espécies (80 a 94%). Não foram constatados sintomas visuais de fitotoxicidade no milho por nenhum dos herbicidas usados. Realizou-se, em casa de vegetação, bioensaio com dois híbridos de milho (BRS 1031 e BRS 3123) e cinco dosagens de mesotrione: 0, 36, 72, 144 (recomendada) e 288 g ha-1. Não foram constatados sintomas visuais de fitotoxicidade. Entretanto, mesotrione influiu negativamente na produção de matéria seca de parte aérea para os dois híbridos testados. À medida em que a dose foi aumentada houve decréscimo na matéria seca (20%) até 144 g ha-1, ponto em que o índice de matéria seca se estabilizou até 288 g ha-1.
Development of herbicide molecules may be a tool for searching of new active ingredients with less environment impact and reduced resistant biotypes dissemination, keeping or even increasing efficacy of already existing compounds. This study had the objective of evaluating the effects of mesotrione application on weed control and corn (Zea mays) development comparatively to other herbicides. Eight herbicide treatments were used under field conditions and one handweeded plot. The herbicides used were: mesotrione (120 g ha-1), mesotrione (144 g ha-1), atrazine + vegetable oil (1200 + 900 g ha-1), atrazine + s-metolachlor (1295 + 1015 g ha-1), atrazine + nicosulfuron (1000 + 24 g ha-1), atrazine + foramsulfuron + iodosulfuron-methyl-sodium (1000 + 22,5 + 1,5 g ha-1), nicosulfuron (50 g ha-1) and foramsulfuron + iodosulfuron-methyl-sodium (45 + 3 g ha-1). Herbicides were applied at earlier stages of weed development when corn plants were at V4 development stage. The efficacy of these herbicides was evaluated on three weed species grown on the experimental area: Digitaria horizontalis, Ipomoea grandifolia and Richardia brasiliensis. Mesotrione at 120 and 144 g ha-1 showed the lowest control among the herbicides, ranging from 42 to 76% control. Atrazine + nicosulfuron showed the highest control (80 to 94%). No visual symptoms of phytotoxicity was observed on corn plants. A greenhouse bioassay was conducted using two corn hybrids (BRS 1031 and BRS 3123) and five mesotrione rates: 0, 36, 72, 144 (recommended) and 288 g ha-1. As in field conditions, no visual symptoms of phytotoxicity was detected, although mesotrione decreased hybrids above ground dry matter. As mesotrione rates increased to 144 g ha-1, a decrease on dry matter (20%) was noticed. At rates higher than 144 g ha-1, dry matter was stabilized up to 288 g ha-1.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4171
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Seletividade e eficácia agronômica do herbicida mesotrione na cultura do milho.pdf327,82 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.