Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42374
metadata.artigo.dc.title: Arborização viária de Lavras-MG: florística e uso de espécies nativas
metadata.artigo.dc.title.alternative: Street trees of Lavras-MG: floristic and use of native species
metadata.artigo.dc.creator: Pereira, Gabriel de Assis
Barbosa, Ana Carolina Maioli Campos
Oliveira, Altamir Fernandes
Silva, Elisa Mousinho Gomes Carvalho
Pompeu, Patrícia Vieira
Castro, Monik Begname de
metadata.artigo.dc.subject: Biodiversidade
Cerrado
Floresta urbana
Inventário
Planejamento urbano
Biodiversity
Inventory
Urban forest
Urban planning
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal do Paraná
metadata.artigo.dc.date.issued: 2020
metadata.artigo.dc.identifier.citation: PEREIRA, G. de A. et al. Arborização viária de Lavras-MG: florística e uso de espécies nativas. Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, Curitiba, v. 15, n. 1, p. 13-25, 2020.
metadata.artigo.dc.description.resumo: As florestas urbanas são essenciais para a manutenção da qualidade de vida nas cidades e desempenham um importante papel para a conservação da flora. Assim, o objetivo desse trabalho foi realizar o inventário parcial da arborização viária da cidade de Lavras - MG, com o levantamento de sua composição florística e a averiguação do uso de espécies nativas. Para isso, foram percorridos 43,34 km de vias públicas da cidade, distribuídas em 10 bairros. Foram catalogados 415 indivíduos arbóreoarbustivos, distribuídos em 43 espécies, 39 gêneros e 26 famílias botânicas. As espécies com as maiores frequências relativas foram a Murraya paniculata (L.) Jack. (20,0%), Poincianella pluviosa (DC.) L.P.Queiroz (15,7%) e Lagerstroemia indica L. (12,5%). Foi constatado que 37,8% dos indivíduos são de espécies de comportamento arbustivo. Os indivíduos foram classificados em 19 espécies nativas, dessas sete são autóctones. Conclui-se que é necessário a melhoria do planejamento da arborização viária, priorizando o uso de espécies adequadas e preferencialmente autóctones da região. As informações geradas por essa pesquisa poderão auxiliar o poder público nas diretrizes e ações necessárias para a melhoria da arborização da cidade de Lavras - MG.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Urban forests are essential for maintaining the quality of life in cities and play an important role in the conservation of flora. Thus, the aim of this study was to realize a partial inventory of urban trees in the city of Lavras - MG, with the survey of its floristic composition and the investigation of the use of native species. For that were covered 43.34 km of public roads in the city, distributed in 10 neighborhoods. A total of 415 trees and shrubs individuals were cataloged belonging to 43 species, 39 genera and 26 botanical families. The species with the highest relative frequency were Murraya paniculata (L.) Jack. (20.0%) Poincianella pluviosa (DC.) LPQueiroz (15.7%) and Lagerstroemia indica L. (12.5%). It was found that 37.8% of individuals are species of shrub behavior. The individuals were classified in 19 native species, these seven are indigenous forest remnants of Lavras - MG. It is concluded that it is necessary to improve the planning of urban forestry, prioritizing the use of appropriate species and preferably native of the region. The information generated by this research may help the government in the guidelines and actions necessary to improve the afforestation of the city of Lavras - MG.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42374
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Arborização viária de Lavras-MG - florística e uso de espécies nativas.pdf931,46 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons