Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42463
metadata.artigo.dc.title: Perfil lipídico e composição química de tilápias nilóticas em diferentes condições de cultivo
metadata.artigo.dc.title.alternative: Lipid profile and chemical composition of Nile tilapia under different raising conditions
metadata.artigo.dc.creator: Ribeiro, Paula Adriane Perez
Rosa, Priscila Vieira e
Vieira, Jodnes Sobreira
Gonçalves, Antônio Carlos Silveira
Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
metadata.artigo.dc.subject: Nutrição
Ômega-3
Peixe
Plâncton
Fish
Nutrition
Omega-3
Plankton
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal da Bahia (UFBA)
metadata.artigo.dc.date.issued: Mar-2011
metadata.artigo.dc.identifier.citation: RIBEIRO, P. A. P. et al. Perfil lipídico e composição química de tilápias nilóticas em diferentes condições de cultivo. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Salvador, v. 12, n. 1, p. 199-208, jan./mar. 2011.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Objetivou-se com este trabalho avaliar o perfil lipídico e a composição química dos filés de tilápia nilótica (Oreochromis niloticus) mantida em três condições de cultivo, por um período de 120 dias. Foram utilizados 2075 machos sexados de tilápia, distribuídos em dois tanques de terra e um tanque de alvenaria. Os tratamentos aplicados foram: dieta base em tanque de alvenaria; dieta base em tanque de terra e alimentação natural por meio de fertilização química e orgânica em tanque de terra. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com três tratamentos e dez repetições. Os parâmetros avaliados foram: identificação do plâncton, perfil de ácidos graxos e teores de umidade, proteína bruta, extrato etéreo e cinzas dos filés. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias dos tratamentos foram comparadas pelo teste de Tukey (5% de significância). Foram encontrados cinco gêneros distintos de zooplâncton e quatro gêneros de fitoplâncton predominantes. Os resultados demonstraram não haver diferença estatística para o teor de umidade e cinzas dos filés. Porém, os animais mantidos no sistema fertilizado apresentaram filés com maior teor de proteína bruta e menor teor lipídico, além de uma melhor relação ômega-3/ômega-6, com maiores quantidades de DHA (ácido graxo docosahexaenóico).
metadata.artigo.dc.description.abstract: This study aimed to evaluate the lipid profile and the chemical composition of the fillets of Nile tilapia (Oreochromis niloticus) maintained under three raising conditions, for a period of 120 days. A total of 2075 sexed males of tilapia were utilized, allotted into two ponds and one alvenaria pond. The applied treatments were: feeding with a basal diet in the alvenaria pond; feeding with the basal diet in the earthen pond and natural feeding through chemical and organic fertilization. The experimental design was in a completely randomized design, with three treatments and ten replicates. The evaluated parameters were: identification of plankton, profile of fatty acids and contents of moisture, crude protein, etereo extract and ashes of the fillets. The data were subjected to analysis of variance and the means of the treatments were evaluated by Tukey´s test (5% of significance). A total of five predominant distinct genera of zooplankton and four genera of phytoplankton were found. The results shown any statistical differences for the moisture and ashes contents of the fillets over all treatments tested. Therefore only the animals raised under the fertilization system shown increased crude protein content and decreased lipid content. The fatty acid profile of the fillets shown better omega-3/omega-6 ratio, with higher amounts of docosahexaenoic fatty acid in fertilization system.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42463
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons