Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4331
Título: Controle genético da reação do feijoeiro nas folhas e nas vagens à mancha-angular
Título(s) alternativo(s): Genetic control of angular leaf spot reaction on the leaves and pods in common bean
Autor : Borel, Jerônimo Constantino
Primeiro orientador: Ramalho, Magno Antonio Patto
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Abreu, Ângela de Fátima Barbosa
Primeiro membro da banca: Castro, Hilário Antônio de
Santos, João Bosco dos
Palavras-chave: Pseudocercospora griseola(Sacc.) Crous & U. Braun
Parâmetros genéticos
Genética da resistência
Resistência à doenças
Genetic parameters
Genetics of resistance
Resistance to diseases
Data da publicação: 6-Out-2014
Referência: BOREL, J. C. Controle genético da reação do feijoeiro nas folhas e nas vagens à mancha-angular. 2009. 51 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Informações a respeito do controle genético da reação de plantas a patógenos são fundamentais em programas de melhoramento visando à resistência. Este trabalho objetivou obter informações a respeito do controle genético da reação à mancha-angular (Pseudocercospora griseola) nas folhas e nas vagens da linhagem de feijoeiro ESAL 686. Esta linhagem foi cruzada com as cultivares Jalo EEP 558 (resistente), Cornell 49-242 (resistente), AND 277 (resistente), Pérola (intermediária) e Carioca MG (suscetível). Foram obtidas as gerações F1, F2 e os retrocruzamentos (RC11 e RC21). Na safra da seca de 2009, os genitores, juntamente com as respectivas populações, foram avaliados quanto à reação à mancha-angular em condições de campo, na área experimental do Departamento de Biologia da UFLA, em Lavras, MG. A severidade da doença foi avaliada nas folhas e nas vagens. A avaliação nas folhas foi feita por meio de uma escala diagramática de nove graus e também por meio da porcentagem de área foliar necrótica (AFN) para o cruzamento ESAL 686 x Carioca MG. Estimou-se a correlação entre as notas de severidade e a porcentagem de área foliar necrótica nas folhas. Com as notas de severidade obtidas foram estimados componentes genéticos de média e variância para severidade em ambos os órgãos e também se analisou a segregação na geração F2 de alguns cruzamentos. Verificou-se que a avaliação da severidade da mancha-angular por meio de escala diagramática ou medição da área foliar necrótica fornece resultados semelhantes. O controle genético da reação a Pseudocercospora griseola nas folhas e nas vagens é devido a genes diferentes. Nas folhas, o controle é monogênico, com dominância do alelo que condiciona resistência, porém, devem estar presentes genes com efeito menor ou modificador. Nas vagens, é monogênico, com dominância do alelo que confere resistência. Os componentes de média e variância mostraram predomínio de efeitos aditivos. A herdabilidade para a reação à mancha-angular mostrou-se elevada. Esta, por sua vez, foi maior nas vagens do que nas folhas, o que indica que a avaliação nas folhas é mais difícil de ser realizada e é mais influenciada pelo ambiente.
Informations about the genetic control of plant reaction to pathogens are essential in plant breeding programs for resistance. This study aimed to obtain information about the genetic control of angular leaf spot (Pseudocercospora griseola) reaction in the common bean line ESAL 686. This line was crossed with cultivars Jalo EEP 558 (resistant), Cornell 49-242 (resistant), AND 277 (resistant), Pérola (intermediate resistance) and Carioca MG (susceptible). Generations F1, F2 and backcrosses (BC11 and BC21) were obtained. In the autumn-winter of 2009 (dry season), parental lines together with their populations were evaluated for resistance to angular leaf spot under field conditions in the experimental area of Department of Biology of UFLA, Lavras-MG. Disease severity was assessed on leaves and pods. The evaluation to ESAL 686 x Carioca MG cross was made in the leaves through a diagrammatic nine degrees scale, as well as the percentage of necrotic leaf area (NLA). Correlation between the scores of severity and percentage of necrotic leaf area on the leaves were estimated. Average and variance components were estimated with the severity score obtained for both organs and also the segregation in F2 generation of some crosses was examined. It was found that the assessment of the severity of angular leaf spot by means of diagrammatic scale or measurement of necrotic leaf area provides similar results. The reaction to Pseudocercospora griseola on leaves and pods is due different genes. On the leaves the resistance is controlled by a single dominant gene, but must be present minor genes effect or modifier. On the pods the resistance is conditioned by single dominant gene. The average and variance components showed predominance of additive effects. The heritability for the angular leaf spot reaction was high. However, in pods was higher than in leaves, which indicates that the assessment on the leaves is more difficult to perform and is more influenced by the environment.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4331
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Controle genético da reação do feijoeiro nas folhas e nas vagens à mancha-angular.pdf436,06 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.