Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/43577
metadata.teses.dc.title: Arginina para matrizes suínas hiperprolíficas: desempenho e função vascular
metadata.teses.dc.title.alternative: Arginine for hyperprolifical sows: performance and vascular function
metadata.teses.dc.creator: Silva, Thais Oliveira
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/4718938040223373
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Abreu, Márvio Lobão Teixeira de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Cantarelli, Vinícius de Souza
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co2: Ferreira, Rony Antônio
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Ferreira, Rony Antônio
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Amaral, Letícia Gomes de Morais
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Amaral, Nikolas de Oliveira
metadata.teses.dc.subject: Suínos - Glândulas mamárias
Suínos - Lactação
Aminoácidos funcionais
Lactogênese
Suínos - Melhoramento genético
Vasculogênese
Suínos - Nutrição
Swine - Mammary glands
Swine - Lactation
Functional amino acids
Lactogenesis
Swine - Genetic improvement
Vasculogenesis
metadata.teses.dc.date.issued: 28-Oct-2020
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SILVA, T. O. Arginina para matrizes suínas hiperprolíficas: desempenho e função vascular. 2020. 59 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2020.
metadata.teses.dc.description.resumo: Devido ao melhoramento genético e à elevada exigência nutricional das fêmeas suínas atuais, estratégias nutricionais estão sendo estudadas e desenvolvidas com o intuito de melhorar a eficiência produtiva dessas fêmeas. Dentre os nutrientes que participam de funções metabólicas importantes, destaca-se a arginina, um aminoácido funcional capaz de participar como substrato principalmente para a síntese proteica e formação de óxido nítrico. A arginina contribue para o desenvolvimento da glândula mamária, a qual passa por um período de incremento metabólico e por isso tem uma elevada exigência aminoacídica. Sendo assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar os parâmetros modulados pela suplementação dietética de arginina em porcas lactantes. Foram utilizadas 24 matrizes suínas de mesma linhagem genética em uma granja comercial, localizada no município de Oliveira, MG. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, com uma dieta controle (CON) e uma dieta suplementada com 1,0% de arginina (ARG), o aminoácido foi suplementado de forma on top, por um período experimental de 23 dias. Foram avaliados parâmetros de desempenho da fêmea suína e dos leitões, composição do leite, perfil bioquímico sanguíneo e também o desenvolvimento mamário. A suplementação de arginina na ração de lactação não influenciou o consumo de ração médio diário, as variáveis de condição corporal, o desempenho da leitegada e o perfil nutricional do leite dessas fêmeas (P>0,05). Houve efeito da suplementação de arginina na concentração plasmática de ureia (P<0,05), porém não houve efeito dessa suplementação (P>0,05) para as outras variáveis bioquímicas. As matrizes alimentadas com ARG também apresentaram um aumento no número de capilares sanguíneos por mm² (P<0,05). A posição glândular também influenciou no número de capilares sanguíneos, no qual foi observado um menor número de capilares por mm² nas glândulas inguinais (P<0,05) entretanto, não foi encontrado efeito da suplementação do aminoácido no número de alvéolos, área alveolar e na relação capilar/alvéolo (P>0,05). A suplementação da ração com 1,0% arginina aumenta o número de capilares sanguíneos, em fêmeas suínas lactantes, mas não interfere no desempenho das matrizes e de suas leitegadas e, as glândulas torácicas e abdominais apresentam uma maior quantidade de capilares sanguíneos do que as glândulas inguinais.
metadata.teses.dc.description.abstract: Due to the genetic improvement and the high nutritional demand of the current swine females, nutritional strategies are being studied and developed in order to improve the productive efficiency of these females. Among the nutrients that participate in important metabolic functions, arginine stands out, a functional amino acid capable of participating as a substrate mainly for protein synthesis and formation of nitric oxide. Arginine contributes to the development of the mammary gland, which undergoes a period of metabolic increase and therefore has a high amino acid requirement. Thus, the present study aimed to evaluate the parameters modulated by dietary supplementation of arginine in lactating sows. Twenty-four pig breeds of the same genetic lineage were used in a commercial farm located in the municipality of Oliveira, MG. The design used was completely randomized, with a control diet (CON) and a diet supplemented with 1.0% arginine (ARG), the amino acid was supplemented on top, for an experimental period of 23 days. Performance parameters of the female swine and piglets, milk composition, blood biochemical profile and also mammary gland development were evaluated. The supplementation of arginine in the lactation diet did not influence the average daily feed intake, the body condition variables, the litter performance and the nutritional profile of the milk of these females (P> 0.05). There was an effect of arginine supplementation on plasma urea concentration (P <0.05), but there was no effect of this supplementation (P> 0.05) for the other biochemical variables. Sows fed with ARG also showed an increase in the number of blood capillaries per mm² (P <0.05). The gland position also influenced the number of blood capillaries, in which a smaller number of capillaries per mm² was observed in the inguinal glands (P <0.05). However, there was no effect of amino acid supplementation on the number of alveoli, alveolar area and in the capillary / alveolus ratio (P> 0.05). Supplementing the feed with 1.0% arginine increases the number of blood capillaries in lactating sows but does not interfere with the performance of the sows and their litter, and the thoracic and abdominal glands have a greater amount of blood capillaries than the inguinal glands.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora até abril 2021.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/43577
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.