Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/45359
metadata.teses.dc.title: Percepção e motivação da população de baixa renda em relação aos produtos com alegação de propriedade funcional
metadata.teses.dc.title.alternative: Advertising and perception of the basic income population and relationship with functional property products
metadata.teses.dc.creator: Mares, Fernanda Lorena Garcez Barbosa
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/1927292321371821
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Carneiro, João de Deus Souza
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Vilas Boas, Luiz Henrique de Barros
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Rezende, Daniel Carvalho de
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Pereira, Patrícia Aparecida Pimenta
metadata.teses.dc.subject: Alimentos funcionais
Estudo do consumidor
Técnica projetiva
Entrevista em profundidade
Fuctional food
Consumer research
Projective technique
In-depth interview
metadata.teses.dc.date.issued: 4-Nov-2020
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
metadata.teses.dc.identifier.citation: MARES, F. L. G. B. Percepção e motivação da população de baixa renda em relação aos produtos com alegação de propriedade funcional. 2020. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2020.
metadata.teses.dc.description.resumo: As chamadas Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) têm acometido milhares de pessoas, e, principalmente, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a população de menor renda. Incidência de doenças como diabetes, hipertensão arterial, câncer e doenças respiratórias crônicas estão diretamente relacionadas à população de baixa escolaridade e de menor nível socioeconômico. Estudos mostram que o consumo de alimentos com alegação funcional (alimentos que oferecem benefícios à saúde, além de suas funções nutricionais básicas), podem reduzir o risco das DCNT, se associados a hábitos de vida saudáveis. Dessa forma, incentivar o consumo desses alimentos na população de menor renda se torna primordial. Uma forma de impulsionar esse consumo é, primeiramente, estudar o conhecimento, a percepção e a motivação dessa população frente a esses alimentos. Dessa forma, duas metodologias foram utilizadas para explorar a percepção e a motivação em relação a esses alimentos, sendo, a técnica projetiva e a entrevista em profundidade. A proposta da dissertação foi realizar estudos empíricos com a população de menor renda para entender como ela se comporta frente aos produtos com alegação de propriedade funcional. As duas técnicas utilizadas foram complementares, buscando-se o mesmo objetivo. Na técnica projetiva foi utilizado o método do complemento e foram identificados os atributos que promovem o consumo dos alimentos com alegação funcional: Saudabilidade/Qualidade e Embalagem/Informação Nutricional; os atributos que limitam seu consumo: Prejudicial para a saúde/Desconhecimento e Insatisfação; e também foi identificada a escolha de compra dos consumidores diante de um alimento com alegação funcional e sem alegação: alimento com alegação funcional. Na segunda técnica utilizada, entrevista em profundidade, verificou-se que os consumidores de menor renda não possuem conhecimento em relação a esses alimentos.
metadata.teses.dc.description.abstract: The so-called Chronic Non-communicable Diseases (NCDs) have been affected thousands of people, and, mainly, according to data from the World Health Organization (WHO), the lower income population. Incidence of diseases such as diabetes, high blood pressure, cancer and chronic respiratory diseases are directly related to the population with low education and lower socioeconomic status. Studies show that the consumption of foods with function claims (these foods offer health benefits, in addition to their basic nutritional functions) can reduce the risk of NCDs associated with healthy lifestyle habits. Thus, encouraging consumption these foods in the lower income population becomes primordial. One possible way to boost this consumption is, firstly, studying the knowledge, the perception and the motivation of this population in relation to these foods. Thus, two methodologies were used to explore the perception and the motivation in relation to these foods, the projective technique and the in-depth interview. The dissertation proposal was to carry out empirical studies with the lower income population to understand how it behaves in relation to products with functional property claims. The two techniques used were complementary to seek the same objective. In the projective technique, the complement method was used and the attributes that promote the food consumption with functional claims were identified: Healthiness/ Quality and Packaging/ Nutrition Information; the attributes that limit their consumption: Harmful to health/ Lack of knowledge and dissatisfaction; and also it was identified the consumers’ purchase decision in front to a food with function claims and without claims: food with function claims. In the second technique used, in-depth interview, it was observed that lower income consumers do not have knowledge about these foods. The general conclusion is that the awareness in relation to foods with functional claims should be promoted through public policies and nutritional awareness.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/45359
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.