Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4582
Título: Interação da luz, da temperatura e do molhamento foliar em Cercospora coffeicola e na cercosporiose em cafeeiro
Título(s) alternativo(s): Interaction of light, temperature and leaf wetness in Cercospora coffeicola and in the cercospora leaf spot in coffee plants
Autor : Silva, Marília Goulart da
Primeiro orientador: Pozza, Edson Ampélio
Primeiro membro da banca: Medeiros, Flavio Henrique Vasconcelos de
Souza, Paulo Estevão de
Guimarães, Rubéns José
Souza, Sara Maria Chalfoun de
Área de concentração: Fitopatologia
Palavras-chave: Café - Doenças e pragas
Temperatura
Intensidade luminosa
Molhamento foliar
Temperature
Light intensity
Leaf wetness
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: SILVA, M. G. da. Interação da luz, da temperatura e do molhamento foliar em Cercospora coffeicola e na cercosporiose em cafeeiro. 2014. 104 p. Tese (Doutorado em Fitopatologia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O café destaca-se como uma das mais importantes ‘commodities’ produzidas no país, sendo o Brasil o maior produtor e exportador mundial. A ocorrência de doenças é um dos principais fatores responsáveis por perdas na cafeicultura, as quais ocorrem desde o viveiro até a produção final. Dentre as doenças do cafeeiro destaca-se a cercosporiose, cujo plantio em áreas adversas a culturas perenes, com solos de evaporação acentuada e regiões de alta insolação e temperatura conciliada ao desequilíbrio nutricional, têm se agravado na cafeicultura e gerado significativas perdas. Visando elucidar a influência de fatores ambientais como temperatura, intensidade luminosa e molhamento foliar no comportamento do patógeno, da doença e em variáveis fisiológicas da planta, experimentos foram conduzidos no Departamento de Fitopatologia da UFLA. Para otimizar a obtenção e a germinação de conídios de C. coffeicola e possibilitar a realização dos experimentos, diferentes condições de temperatura e intensidade luminosa foram utilizadas e sob tais condições, escolheu-se um isolado patogênico, capaz de esporular e produzir cercosporina. Posteriormente, estudou-se o efeito da temperatura e da intensidade luminosa in vitro, avaliando-se o índice de velocidade de crescimento micelial e a produção de cercosporina. In vivo, avaliou-se o efeito de tais variáveis no progresso da incidência e da severidade da doença, a influência da doença nas clorofilas a, b e total e em variáveis fisiológicas. Outro estudo foi conduzido para avaliar a interação entre temperatura e horas de molhamento foliar in vivo, avaliando-se as mesmas variáveis do experimento anterior. As variáveis temperatura, intensidade luminosa e horas de molhamento foliar, influenciaram nos parâmetros avaliados.
Abstract: Coffee stands out as one of the most important 'commodity' produced in the country, being Brazil the largest producer and exporter. The occurrence of diseases is one of the main factors responsible for losses in the coffee fields, which occurs from the nursery to the field. Among the diseases of the coffee stands out cercospora whose adverse planting in areas with perennial crops, soils markedly evaporation and regions of high insolation and temperature reconciled to nutritional unbalance has worsened in coffee and generated significant losses. To elucidate the influence of environmental factors such as temperature, light intensity and leaf wetness on the behavior of the pathogen, disease and plant physiological variables, experiments were conducted in the Department of Plant Pathology at UFLA. To optimize the sporulation and germination of conidia of Cercospora coffeicola and enable the experiments, different conditions of temperature and light intensity were used and under such conditions, was chosen a pathogenic strain, able to sporulate and produce cercosporin. Subsequently, was studied the effect of temperature and light intensity in vitro by evaluating the rate of mycelial growth and the production of cercosporin. In vivo, was assessed the effect of such variables in the progress of the incidence and severity of the disease, the influence of the disease on chlorophyll a, b and total and physiological variables. Another study was conducted by evaluating the interaction between temperature and hours of leaf wetness in vivo, evaluating the same variables as in the previous experiment. The variables temperature, light intensity and hours of leaf wetness influence in both, the fungi and the disease.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/ Fitopatologia, área de concentração em Fitopatologia, para a obtenção do título de Doutora.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4582
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.