Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/46234
metadata.teses.dc.title: Atratividade dos municípios de Minas Gerais à instalação de empreendimentos de base florestal
metadata.teses.dc.title.alternative: Attractiveness of municipalities of Minas Gerais for the installation of forest based companies
metadata.teses.dc.creator: Silva, Eliandra Pereira
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/1840391455969101
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Borges, Luís Antônio Coimbra
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Borges, Luís Antônio Coimbra
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Moras Filho, Luíz Otávio
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Silva, Sérgio Teixeira da
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Marques, Ricardo Tayarol
metadata.teses.dc.subject: Política florestal
Indústria florestal
Planejamento florestal
Forest policy
Forestry industry
Forest planning
metadata.teses.dc.date.issued: 3-May-2021
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SILVA, E. P. Atratividade dos municípios de Minas Gerais à instalação de empreendimentos de base florestal. 2021. 125 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2021.
metadata.teses.dc.description.resumo: O setor florestal brasileiro se destaca por sua inovação e produtividade, e sua influência no mercado nacional e internacional está em constante crescimento. Com o aumento da densidade populacional, tem-se a expectativa de aumento na demanda por produtos de base florestal nos próximos anos. Não observando esta tendência, o estado de Minas Gerais (MG) parece caminhar por um cenário oposto a outros estados brasileiros, com redução nos investimentos florestais e dificuldades de atrair novas indústrias. Dificuldades essas decorrentes da burocracia, insegurança jurídica e ausência de planejamento estratégico para o setor. A extensão territorial, a variação edafoclimática e a diversidade econômica e populacional tornam o planejamento ainda mais complexo, fazendo-se necessária a seleção de áreas propícias para o desenvolvimento do setor através de diretrizes balizadoras. Por isso, o presente trabalho pretende contribuir para o preenchimento dessa lacuna, ao realizar um levantamento do perfil municipal buscado pelas indústrias de base florestal e elaborar um cenário da atratividade dos municípios mineiros, considerando as características municipais ligadas a aspectos ambientais, sociais, econômicos e empresariais que podem favorecer o plantio e agregação de valor ao produto florestal no Estado. Para o levantamento do perfil de MG foi adotada a aplicação de questionário buscando conhecer as características sociais, econômicas, ambientais e governamentais dos municípios. Tais fatores foram pontuados conforme o nível de importância para a tomada de decisão empresarial e, posteriormente, foi gerada uma classificação para todos os municípios. Como resultado verificou-se que, em média, 58,24% dos municípios possuem atratividade “média” ou superior, e as principais mesorregiões com potencial para o desenvolvimento estratégico do setor florestal para grandes empreendimentos em MG são Metropolitana de Belo Horizonte, Sul/Sudoeste de Minas e Zona da Mata e os principais municípios Uberlândia, Uberaba e Poços de Caldas. Todos os segmentos analisados (celulose, siderurgia, painéis de madeira, carvão e móveis) obtiveram atratividade média, alta ou muito alta em mais de 40% dos municípios. Os segmentos que apresentaram maior correspondência com as características municipais foram o de siderurgia e celulose que apresentaram atrativos em 74,08% e 72,79% dos municípios respectivamente. Concluindo o exposto, o presente trabalho contribuiu para lançar luz sobre alguns critérios utilizados pelas indústrias do setor florestal na seleção da localidade para se iniciar um investimento, mostrando as diferenças e semelhanças entre os setores analisados. De maneira geral, os critérios que apresentaram maior importância foram: “disponibilidade de mão de obra”, “infraestrutura do município”, “presença de outras empresas consumidoras de madeira”, “preço da terra” e “proximidade com rodovias”. Através disso verificamos que grande parte do estado de Minas Gerais se enquadraria nas exigências empresariais quanto às características municipais. Com essas características favoráveis, o próximo passo seria melhorar a atuação do setor público para atrair esses investimentos, visto que a morosidade e a alta burocracia são apontadas como empecilhos à atratividade do estado. Com relação ao procedimento metodológico, espera-se que o mesmo possa incentivar pesquisas para aprofundamento da metodologia sobre o planejamento estratégico para a expansão do setor florestal de forma ordenada, não só em Minas Gerais, mas em todo o país.
metadata.teses.dc.description.abstract: The Brazilian forestry sector stands out for its innovation and productivity, and its influence on the national and international market is constantly growing. With the increase in population density, there is an expectation of an increase in demand for forest-based products in the coming years. Failing to observe this trend, the state of Minas Gerais (MG) seems to be moving in a scenario opposite to other Brazilian states, with a reduction in forestry investments and difficulties in attracting new industries. Difficulties arising from bureaucracy, legal uncertainty and lack of strategic planning for the sector. The territorial extension, the edaphoclimatic variation and the economic and population diversity make planning even more complex, making it necessary to select suitable areas for the development of the sector through guiding guidelines. For this reason, the present work intends to contribute to fill this gap, by conducting a survey of the municipal profile sought by forest-based industries and elaborating a scenario of the attractiveness of Minas Gerais municipalities, considering the municipal characteristics linked to environmental, social, economic and environmental aspects. that can favor planting and adding value to the forest product in the State. To survey the profile of MG, the application of a questionnaire was adopted seeking to know the social, economic, environmental and governmental characteristics of the municipalities. These factors were scored according to the level of importance for business decision making and, subsequently, a classification was generated for all municipalities. As a result, it was found that 58.24% of the municipalities have “medium” or higher attractiveness, and the main mesoregions with potential for the strategic development of the forestry sector for large enterprises in MG are Metropolitana de Belo Horizonte, Sul / Sudoeste de Minas and Zona da Mata and the main municipalities Uberlândia, Uberaba and Poços de Caldas. All segments analyzed (cellulose, steel, wood panels, coal and furniture) achieved medium, high or very high attractiveness in more than 40% of the municipalities. The segments that showed the highest correspondence with municipal characteristics were steel and pulp, which were attractive in 74.08% and 72.79% of the municipalities, respectively. Concluding the exposed, the present work contributed to shed light on some criteria used by the industries of the forestry sector in the selection of the locality to initiate an investment, showing the differences and similarities between the analyzed sectors. In general, the criteria that were most important were: "availability of labor", "infrastructure of the municipality", "presence of other companies that consume wood", "price of land" and "proximity to highways". And through this we verified that a large part of the state of Minas Gerais would meet the business requirements regarding municipal characteristics. With these favorable characteristics, the next step would be to improve the performance of the public sector to attract these investments, since the slowness and high bureaucracy are identified as obstacles to the state's attractiveness. With regard to the methodological procedure, it is expected that it may encourage research to deepen the methodology on strategic planning for the expansion of the forestry sector in an orderly manner, not only in Minas Gerais, but throughout the country.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora até abril 2022.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/46234
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.