Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4757
Título: Improving tolerance to zinc deficiency and salt stress in plants by modification of F-class bZIP genes
Autor : Henriques, Ariadne Ribeiro
Primeiro orientador: Chalfun Júnior, Antonio
Primeiro membro da banca: Paiva, Luciano Vilela
Guilherme, Luiz Roberto
Área de concentração: Agronomia/Fisiologia
Palavras-chave: Deficiência de zinco
Genes bZIP
Estresse abiótico
Expressão gênica
Plantas
Data da publicação: 4-Dez-2014
Referência: HENRIQUES, A. R. Improving tolerance to zinc deficiency and salt stress in plants by modification of F-class bZIP genes. 90 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fisiologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Growth and development are dynamic and complex processes frequently subjected to environmental stresses. Stress is an external factor that exerts a disadvantageous influence on the plant and induces a series of molecular and physiological changes in order to normalize the life processes. Zinc is an essential micronutrient responsible for the maintenance of vital processes in all living organisms, however, zinc deficiency is a serious global problem that results in lost productivity and nutritional quality of food, which has a direct and indirect negative effect on human health and well-being. Currently, the techniques that aim to modulate gene expression by controlling initial transcription rates have helped to unravel the complex network of homeostasis of the plants subjected to stress. The research described in this thesis was designed with the main purpose of increasing tolerance to zinc deficiency and enhance zinc accumulation in plants by modifying the expression of the bZIP gene. The results of this study are very promising for agriculture because they may contribute to increased productivity and plant robustness in areas that are suffering from low zinc bioavailability.
O crescimento e desenvolvimento das plantas é um processo complexo e dinâmico freqüentemente sujeito a estresses ambientais. O estresse é um fator externo que exerce uma influência desvantajosa sobre a planta e induz uma serie de mudanças moleculares e fisiológicas com a finalidade de normalizar os processos vitais. Zinco é um micronutriente essencial responsável pela manutenção de processos vitais em todos os organismos vivo apesar disso, a deficiência deste elemento é um sério problema global que acarreta perdas na produtividade e na qualidade nutricional dos alimentos. Atualmente, as técnicas que visam modular a expressão gênica através do controle de taxa iniciais de transcrição têm auxiliado a desvendar a complexa rede da homeostase das plantas submetidas ao estresse. Desta maneira, esta tese foi desenvolvida com o objetivo principal de aumentar a tolerância e acumulo de zinco nas plantas através da modificação da expressão da classe F dos genes bZIP. Os resultados obtidos neste trabalho são bastante promissores e podem contribuir para aumentar a produtividade e a robustez da plantas em áreas que sofrem com a baixa disponibilidade de zinco.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4757
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Improving tolerance to zinc deficiency and salt stress in....pdf2,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.