Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4803
Título: Formononetina como estimulante de micorrização em milho
Título(s) alternativo(s): Formononetin as stimulant of mycorrhization in maize
Autor : Santos, Jessé Valentim dos
Primeiro orientador: Moreira, Fatima Maria de Souza
Primeiro membro da banca: Pinho, Renzo Garcia von
Bastos, Ana Rosa Ribeiro
Carneiro, Marco Aurélio Carbone
Albuquerque, Carlos Juliano Brant
Área de concentração: Microbiologia Agrícola
Palavras-chave: Isoflavonoide
Micorriza arbuscular
Zea mays
Bactérias diazotróficas
Isoflavonoid
Mycorrhiza
Associative diazotrophic bacteria
Data da publicação: 9-Dez-2014
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: SANTOS, J. V. dos. Formononetina como estimulante de micorrização em milho. 2014. 71 p. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A agricultura brasileira é bastante dependente de fertilizantes fosfatados importados. Estudos têm comprovado a importância das associações micorrízicas no suprimento de fósforo(P) para as plantas, incluindo as de interesses agrícolas. O isoflavonoide formononetina é um estimulante biológico dessas associações e com forte potencial de uso na agricultura, visando à diminuição da necessidade de aplicação de fósforo ao solo. Diante do exposto, o presente trabalho teve por objetivos avaliar a eficiência da formononetina (PHC-506) associada à adubação fosfatada na cultura do milho (Artigo 1) e analisar os efeitos da formononetina sobre a densidade de bactérias diazotróficas associativas (Artigo 2). Os experimentos foram conduzidos em três localidades do Estado de Minas Gerais (Lavras, Ijaci e Uberlândia). Foram avaliados os efeitos de doses (0, 25, 50 e 100 g ha-1) de PHC-506 em três níveis (0%, 50% e 100% do recomendado) de P sobre a taxa de colonização micorrízica (TCM) e sobre diferentes características agronômicas do milho (altura de planta, altura de inserção de espigas, peso de 100 grãos e produtividade de grãos). Para avaliação dos efeitos da formononetina sobre a densidade de bactérias diazotróficas, amostras do solo rizosférico de plantas de milho foram inoculadas em dois meios de culturas (FAM e NFb) semissólidos. As densidades de bactérias nos dois meios foram determinadas por estimativa do número mais provável. Pelos resultados concluiu-se que o uso da formononetina em condições de campo estimulou a taxa de colonização micorrízica e elevou a produtividade de grãos de milho cultivado em baixos níveis de fósforo. A formononetina não afetou a densidade de bactérias diazotróficas associativas em plantas de milho.
Abstract: Brazilian agriculture is heavily dependent on imported phosphate fertilizers. Studies have proven the importance of mycorrhizal associations to supply phosphorus (P) for plants, including agricultural interests. The isoflavonoid formononetin is a biological stimulant such associations with strong potential for use in agriculture in order to reduce the need for application of phosphorus to soil. The present study aimed to evaluate the efficiency of formononetin (PHC-506) associated with P fertilization in maize (Article 1), and analyze the effects of formononetin on the density of diazotrophic bacteria (Article 2). Experiments were conducted at three locations in the State of Minas Gerais (Lavras, Ijaci and Uberlândia). The effects of PHC-506doses (0, 25, 50 and 100 g ha-1), in three P levels (0, 50% and 100% of recommended) on the rate of mycorrhizal colonization (TCM) and on different agronomic traits of corn (plant height, ear insertion height, 100 grain weight and grain yield) were evaluated. To assess the effects of formononetin on the density of diazotrophic bacteria in therhizosphere of maize plants, samples were inoculated into two culture media (FAM and NFB) semisolid. The bacterial densities in both media were determined by estimating the most probable number. It was concluded that the use of formononetin in field conditions stimulates the rate of mycorrhizal colonization and increases the grain yield of maize grown in low levels of phosphorus. The formononetin did not affect the density of diazotrophic bacteria in maize plants.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola, área de concentração Microbiologia Agrícola, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4803
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Formononetina como estimulante de micorrização em milho.pdf813,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.