Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4845
Título: Ajuste de curvas de lactação de vacas da raça holandesa de rebanhos do estado de Minas Gerais
Autor : Azevedo Júnior, Jairo
Primeiro orientador: Gonçalves, Tarcisio de Moraes
Primeiro membro da banca: Rodrigues, Mary Ana Petersen
Sousa, José Camisão de
Bueno Filho, Júlio Sílvio de Sousa
Costa, Cláudio Nápolis
Área de concentração: Produção Animal
Palavras-chave: Bovino de leite
Comparação de modelos
Herdabilidade
Modelo de regressão aleatória
Dairy cattle
Models comparison
Heritability
Random regression mode
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: AZEVEDO JÚNIOR, J. Ajuste de curvas de lactação de vacas da raça Holandesa de rebanhos do estado de Minas Gerais. 2014. 89 p. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Os Modelos de Regressão Aleatória diferem entre si por meio da função utilizada para descrever a forma da curva de lactação dos animais. Objetivou-se neste estudo comparar Modelos de Regressão Aleatória, ajustados sob diferentes funções, para descrever a lactação de animais de rebanhos da raça Holandesa no estado de Minas Gerais. Foram analisados 28.118 dados de produção no dia do controle leiteiro de 4.230 animais em primeira lactação, distribuídos em cinco rebanhos. As funções de Wilmink, Ali & Schaeffer e Polinômios de Legendre (ordens 4, 5 e 6) foram ajustadas sob Modelos de Regressão Aleatória, para modelar a trajetória média de produção (fixa) e os efeitos genético e de ambiente permanente (aleatórios) ao longo da lactação. A variância residual foi assumida como constante ao longo da lactação. As análises foram realizadas com o uso do programa AIREMLF90. Com exceção do modelo com a função polinomial de ordem 5, todos os modelos convergiram. A função de Wilmink apresentou menores valores para os critérios baseados no máximo da função de verossimilhança (-2log(L), AIC e BIC). O modelo com a função polinomial de Legendre de ordem 6 apresentou menor variância residual, fato associado ao maior número de parâmetros dessa função. As estimativas de herdabilidade ao longo da lactação foram baixas e semelhantes entre as funções; variaram de 0,07 a 0,18 e valores maiores foram observados a partir do 215º dia da lactação. Observou-se que, a partir dos 155 dias de lactação, as correlações genéticas e de ambiente permanente entre os controles subsequentes, são de elevada magnitude. A função de Wilmink é a mais adequada para o estudo da produção de leite de animais de rebanhos da raça Holandesa em primeira lactação no estado de Minas Gerais. A partir dos 155 dias de lactação, a seleção de animais pode ser praticada. Produções posteriores aos 155 dias de lactação podem ser obtidas por meio de projeção da lactação. Efeitos ambientais permanentes têm maior influência sobre a produção de leite, principalmente, no final da lactação. As causas desses efeitos devem ser consideradas uma vez que os efeitos são importantes e podem ser cumulativos ao longo da lactação.
The random regression models (RRM) differ by the function used to describe the shape of the lactation curve of the animals. The aim of this study was to compare random regression models under different functions to describe the lactation of animals from Holsteins herds in the state of Minas Gerais. An amount of 28,118 production data were analyzed on the test day recording of 4,230 animals at first parity, distributed in five herds. The Wilmink, Ali & Schaeffer and Legendre polynomials (orders 4, 5 and 6) functions were adjusted in RRM to model the mean trend of production (fixed) and genetic effects and permanent environmental (random) throughout lactation. The residual variances were assumed to be constant throughout lactation. Analyzes were performed using the AIREMLF90 program. Excepting the model with the polynomial function of order 5 , all models converged. The Wilmink function showed lower values for criteria based on the maximum likelihood function (-2log (L), AIC and BIC). The model with the Legendre polynomial of order 6 showed lower residual variance, factor associated with higher number of parameters of this function. Heritability estimates were similar between functions, ranged from 0.07 to 0.18 and were higher from 215 days of lactation. It was observed that, from 155 days of lactation, genetic and permanent environmental correlations between successive controls are of high magnitude. The Wilmink function is most suitable for the study of animal production of milk from Holstein first lactation in the state of Minas Gerais. From the 155 days of lactation, the selection of animals can be practiced. Later productions at 155 days of lactation may be obtained through projection of lactation. Permanent environmental effects have more control over the production of primiparous milk on the dairy control, particularly at the end of lactation. The causes of these effects should be considered since the effects are important and can be cumulative with upward trend throughout lactation.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, área de concentração em Produção Animal, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4845
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Ajuste de curvas de lactação de vacas da raça Holandesa de rebanhos do estado de Minas Gerais.pdf749,5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.