Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5128
Título: Efeito da ingestão de β-glucanos em ratos diabéticos com doença periodontal
Autor : Silva, Viviam de Oliveira
Primeiro orientador: Pereira, Luciano José
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Sousa, Raimundo Vicente de
Zangeronimo, Márcio Gilberto
Primeiro membro da banca: Costa, Maria Cristina Mendes
Fonseca, Douglas Campideli
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Palavras-chave: Inflamação
Prebióticos
Diabetes mellitus
Imunidade
Sacharomyces cereviseae
Ratos
Inflammation
Prebiotics
Immunity
Rats
Data da publicação: 2015
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, V. de O. Efeito da ingestão de β-glucanos em ratos diabéticos com doença periodontal. 2015. 87 p. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A presente tese foi dividida em dois capítulos. No primeiro capítulo, objetivou-se avaliar os efeitos do tratamento com β-glucanos de Sacharomyces cereviseae sobre o perfil metabólico e parâmetros de perda óssea alveolar em ratos diabéticos com doença periodontal. Foram utilizados 48 ratos Wistar, induzidos a diabetes mellitus (estreptozotocina 80 mg/kg via intraperitoneal) e doença periodontal induzida por ligadura. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x2x2, com seis repetições por tratamento. Os animais foram tratados com β-glucanos, durante 28 dias. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (ANOVA - p <0,05). O β-glucano reduziu a perda óssea alveolar em animais com doença periodontal tanto diabéticos quanto não diabéticos (p < 0,05). O β-glucano reduziu a glicemia, colesterol e os triacilgliceróis em animais diabéticos, tanto com doença periodontal como sem doença periodontal (p < 0,05). Em geral, o tratamento com β-glucanos reduziu a expressão de genes cicloxigenase 2 e ligante do receptor do fator nuclear kappa β e aumentou a expressão gênica de osteoprotegerina nos animais com diabetes e doença periodontal. Concluiu-se que o tratamento com β-glucano promoveu efeitos metabólicos e periodontais benéficos em ratos diabéticos com doença periodontal. No segundo artigo, foi avaliada a perda óssea alveolar e a morfologia da mucosa intestinal por meio de avaliação histológica em ratos Wistar com doença periodontal induzida por ligadura, tratados com β-glucanos provenientes de Saccharomyces cerevisiae. Foram utilizados 24 ratos Wistar, induzidos à doença periodontal através de protocolo de ligadura. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x2, com seis repetições por tratamento. Os animais foram tratados com 30 mg/kg/dia de β-glucanos, durante 28 dias. Foram coletados as mandíbulas e os fragmentos de cada segmento intestinal. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (ANOVA - p < 0,05). O β-glucano foi eficiente em reduzir a perda óssea nos animais com doença periodontal quando esses foram comparados aos que não receberam tratamento (p < 0,05). Os animais tratados com β-glucanos apresentaram maior altura de vilosidades no duodeno tanto em grupos com doença periodontal quanto em grupos sem a doença (p < 0,05). Profundidade de cripta foi menor no jejuno de animais com doença periodontal tratados com β-glucanos quando comparados aos animais não tratados (p < 0,05). A relação profundidade de criptas/altura de vilosidades foi maior no duodeno de animais com doença periodontal tratados com β-glucanos em relação aos não tratados (p < 0,05). Concluiu-se que o tratamento com β-glucanos reduziu a perda óssea alveolar em ratos com doença periodontal e aumentou a área de absorção no duodeno desses animais.
The present dissertation was divided into two chapters. In the first chapter, we aimed at evaluating the effects of the treatment with Saccharomyces cereviseae β-glucans over the metabolic profile and alveolar bone loss parameters on diabetic rats with periodontal disease. We used 48 Wistar rats, induced to mellitus diabetes (streptozotocin 80 mg/kg via intraperitoneal) and periodontal disease induced by ligature. The design used was completely randomized in a 2x2x2 factorial scheme, with six replicates per treatment. The animals were treated with β-glucans during 28 days. The data obtained were submitted to statistical analysis (ANOVA - p<0.05). The β-glucan reduced alveolar bone loss in animals with periodontal disease wither diabetic or not (p<0.05). The β-glucan reduced blood glucose, cholesterol and triaclyglycerols in diabetic animals, wither with periodontal disease or not (p<0.05). In general, the treatment with β-glucans reduced the expression of cicloxigenase 2 genes and ligands of the kappa β nuclear factor receiver and increased the gene expression of osteoprotegerin in the animals with diabetes and periodontal disease. We conclude that the treatment with β-glucan promoted beneficial metabolic and periodontal effects in diabetic rats with periodontal disease. In the second article, we evaluated alveolar bone loss and the morphology of the intestinal mucosa by means of histological evaluation on Wistar rats with periodontal disease induced by ligature, treated with β-glucans derived from Saccharomyces cereviseae. We used 24 Wistar rats, induced to periodontal disease by means of ligature protocol. The design used was completely randomized in a 2x2 factorial scheme, with six replicates per treatment. The animals were treated with 30 mg/kg/day of β-glucans, during 28 days. We collected the jawbones and the fragments of each intestinal segment. The data obtained were submitted to statistical analysis (ANOVA - p<0.05). The β-glucan was efficient in reducing bone loss in animals with periodontal disease when compared to those that did not receive the treatment (p<0.05). The animals treated with β-glucans presented higher villus in the duodenum whither in groups with periodontal disease or in groups without the disease (p<0.05). Crypt depth was smaller in the jejunum of animals with periodontal disease treated with β-glucans when compared to those not treated (p<0,05). The crypt depth/villus height relation was larger in the duodenum of animals with periodontal disease treated with β-glucans in relation to those not treated (p<0.05). We concluded that the treatment with β-glucans reduced alveolar bone loss in rats with periodontal disease and increased the area of absorption in the duodenum of these animals.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5128
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Efeito da ingestão de β-glucanos em ratos diabéticos com doença periodontal.pdf4,01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.