DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
PPBV - Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Vegetal >
PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/521

Título: Clonagem de fragmentos genômicos de vírus quarentenários para o Brasil visando utilização como controle positivo em diagnose por PCR e RT-PCR
Autor(es): Fernandes, João Ronaldo Clemente
Orientador: Figueira, Antônia dos Reis
Membro da banca: Paiva, Luciano Vilela
Souza, Ricardo Magela de
Área de concentração: Biotecnologia Vegetal
Assunto: Virus quarentenários
RT-PCR/PCR
Detecção
Diagnose
Controle positivo
Quarantenary viruses
Positive control
Diagnosis
Detection
Data de Defesa: 2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES
Referência: FERNANDES, J. R. C. Clonagem de fragmentos genômicos de vírus quarentenários para o Brasil visando utilização como controle positivo em diagnose por PCR e RT-PCR. 2012. 67 p. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: A grande demanda por plantas capazes de apresentar maior produtividade, sem perder a qualidade da produção, gerada pela competitividade do agronegócio mundial, tem feito com que o Brasil necessite recorrer continuamente à importação de materiais vegetais, como sementes verdadeiras ou outra unidade de propagação vegetativa e plântulas. Isso possibilita a obtenção de plantas portadoras de um potencial genético superior, via melhoramento ou plantio direto do material importado. Entretanto, traz o risco iminente de introdução de patógenos exóticos para o país, como bactérias e virus quarentenários, que são considerados Pragas A1, potencialmente capazes de causar grandes perdas e danos para a agricultura brasileira. Assim sendo, a diagnose desses patógenos no material importado é fundamental para impedir a sua entrada no país, o que, por sua vez, exige o uso de controles positivos e negativos confiáveis, para que não ocorram falsos positivos e/ou negativos. Nesse trabalho, foram clonados, em plasmídeo comercial, fragmentos genômicos de dez virus quarentenários: African cassava mosaic virus (ACMV), Andean potato latent virus (APLV), Banana bract mosaic virus (BBrMV), Blueberry leaf mottle virus (BBLMV), Impatiens necrotic spot virus (INSV), Plum pox virus (PPV), Potato mop-top virus (PMTV), Potato yellowing virus (PYV), Potato virus T (PVT) e Tomato bushy stunt virus (TBSV), com potencial para serem empregados como controles positivos na sua diagnose pela técnica de RT-PCR e PCR.. Quando testados eles se mostraram eficientes como controle positivo na detecção dos respectivos virus, empregando-se os primers especialmente desenhados para essa finalidade. Trata-se de uma alternativa mais segura, dispensando a utilização de controles positivos contendo o patógeno ativo e eliminando risco de uma introdução involuntária.
The competitiveness generated by global agribusiness increases the Brazilian demand for plants capable of presenting higher productivity, without losing the quality of production. Therefore, Brazil needs to import vegetable material continuously, such as true seeds or other unit of vegetative propagation and seedlings. This enables to grow plants with a higher genetic potential, trhough genetic breeding or even by planting the imported material. However, it brings the imminent risk of introducing exotic pathogens into the country, such as quarentenary bacteria and virus, which are considered A1 Pest, potentially capable of causing great damages to Brazilian agriculture. Thus, the diagnosis of these pathogens in the imported material is crucial to prevent their introduction, which requires the use of reliable positive and negative controls, in order to avoid false positive and/or false negative. In this study genomic fragments of ten quarentenary viruses: African cassava mosaic virus (ACMV), Andean potato latent virus (APLV), Banana bract mosaic virus (BBrMV), Blueberry leaf mottle virus (BBLMV), Impatiens necrotic spot virus (INSV), Plum pox virus (PPV), Potato mop-top virus (PMTV), Potato yellowing virus (PYV), Potato virus T (PVT) and Tomato bushy stunt virus (TBSV), with potential to be used as positive controls in its diagnosis by RT-PCR and PCR, were cloned into a commercial plasmid. When tested, they behaved as good positive controls for the detection of the respective virus, using the primers designed specifically for this purpose. It is a safer alternative and avoids the need to use live pathogen, eliminating the risk of accidental introduction of exotic viruses in Brazil.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Vegetal, área de concentração em Biotecnologia Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/521
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: PPBV - Biotecnologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Clonagem de fragmentos genômicos de vírus quarentenários para o Brasil visando utilização como controle po.pdf695,96 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback