DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Programa de Pós-graduação >
DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/585

Título: Farinha de folhas de cactáceas do gênero Pereskia: caracterização nutricional e efeito sobre ratos wistar submetidos à dieta hipercalórica
Autor(es): Almeida, Martha Elisa Ferreira de
Orientador: Corrêa, Angelita Duarte
Membro da banca: Silva, Marcelo Eustáquio
Sousa, Raimundo Vicente de
Santos, Custódio Donizete dos
Marcussi, Silvana
Área de concentração: Agroquímica
Assunto: Pereskia aculeata
Pereskia grandifolia
Nutriente
Composto bioativo
Dieta hipercalórica
Ratos
Bioactive compound
Hypercaloric diet
Rat
Nutrient
Data de Defesa: 2012
Data de publicação: 2013
Referência: ALMEIDA, M. E. F. de. Farinha de folhas de cactáceas do gênero Pereskia: caracterização nutricional e efeito sobre ratos wistar submetidos à dieta hipercalórica. 2012. 126 p. Tese (Doutorado em Agroquímica)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: O ora-pro-nóbis é uma hortaliça não convencional consumida pelas populações rurais e urbanas que apresenta alto valor nutricional, devido ao seu teor de proteínas com elevada digestibilidade, de fibras do tipo mucilagens e dos minerais ferro e cálcio. Este estudo foi realizado com os objetivos de avaliar a utilização de cactáceas do gênero Pereskia na alimentação humana, no município de São Gonçalo do Abaeté, MG e estabelecer os locais de coletas das cactáceas (Pereskia aculeata e Pereskia grandifolia); realizar a caracterização química dessas duas cactáceas e utilizar a farinha da P. grandifolia como ingrediente na dieta oferecida a ratos previamente alimentados com dieta hipercalórica. Foi utlizado um questionário semiestruturado para avaliar a utilização alimentar dessas cactáceas. Os nutrientes, antinutrientes e/ou compostos bioativos da farinha das folhas dessas cactáceas foram determinados por metodologias já padronizadas para cada tipo de análise. Para a avaliação do efeito da farinha das folhas da P. grandifolia, ratos foram divididos nos grupos controle (CH) com dieta hipercalórica, dieta hipercalórica com substituição de 5% do valor energético total da dieta pela farinha de P. grandifolia (FPG 5%) e dieta hipercalórica com substituição de 10% do valor energético total da dieta pela farinha de P. grandifolia (FPG 10%). Avaliou-se o efeito da farinha no metabolismo animal por meio dos parâmetros fisiológicos: peso corporal, índice de massa corporal (IMC), índice de Lee, lipídios, glicemia e enzimas hepáticas. As cactáceas são utilizadas, por 66,67% dos entrevistados, para o tratamento da anemia ferropriva; por 16,67%, como agente terapêutico para o câncer; por 12,50%, para a prevenção ou o tratamento da osteoporose e por 8,33%, para o tratamento da constipação intestinal. P. grandifolia apresentou maiores teores de proteínas, lipídios e cálcio e menores de cinzas e fibra alimentar total que P. aculeata. Foram detectados antinutrientes e/ou compostos bioativos, antinutrientes nas farinhas. Os animais alimentados somente com dieta hipercalórica apresentaram um maior peso hepático, representado pela maior deposição de gotículas de gorduras nos hepatócitos, bem como as maiores concentrações séricas de triacilgliceróis. A dieta do grupo FPG 10% foi três vezes mais eficaz que a dieta do grupo FPG 5% para promover a redução do ganho de peso dos ratos. Os animais alimentados com as farinhas apresentaram menor concentração de triacilgliceróis, maior atividade da enzima alanina aminotransferase e menores concentrações de glicose sérica e capilar caudal que o grupo controle. Conclui-se que o ora-pro-nóbis já vem sendo utilizado para o tratamento de doenças e/ou de sintomas e que, mesmo tendo sido detectados antinutrientes nas farinhas, seu consumo diário não será suficiente para causar malefícios à saúde humana. Assim, estas duas cactáceas são potenciais candidatas para a suplementação nutricional humana, podendo ser úteis na prevenção e/ou tratamento de doenças.
The ora-pro-nobis is an unconventional vegetable consumed by rural and urban populations, which has a high nutritional value due to its content of proteins with high digestibility, mucilage fiber and the iron and calcium minerals. The objectives of this study were to evaluate the use of cacti of the genus Pereskia in foods of São Gonçalo do Abaeté (MG) and establish the locations of collection of cacti (Pereskia aculeata and Pereskia grandifolia); perform chemical characterization of these two cactus, and utilize the flour from P. grandifolia as an ingredient in the diet of rats previously fed a hypercaloric diet. A semi-structured questionnaire was used to evaluate the use of these cacti for food. The nutrients, antinutrients and/or bioactive compounds of flour made from the leaves of cacti flour were determined by methods already standardized for each type of analysis. For assessing the effect of the flour from the leaves of P. grandifolia, rats were divided into control groups (CH) with hypercaloric diet, hypercaloric diet with replacement of 5% of the total energy value of the diet by P. grandifolia flour (FPG 5%) and hypercaloric diet with substitution of 10% of the total energy value of the diet by P. grandifolia flour (FPG 10%). The effect of flour was evaluated on animal metabolism through physiologic parameters: body weight, body mass index (BMI), Lee index, lipids, blood glucose and liver enzymes. The cacti were used by 66.67% of respondents for the treatment of iron deficiency anemia, by 16.67% as a therapeutic agent for cancer, by 12.50% for prevention or treatment of osteoporosis, and 8.33% for treatment of constipation. P. grandifolia showed higher levels of protein, fat and calcium, and lower ash and total dietary fiber than P. aculeata. Antinutrients and/or bioactive compounds were encountered in the flours. The animals fed only the high calorie diet showed an increased liver weight, represented by the larger the deposition of lipid droplets in hepatocytes, as well as the higher serum concentrations of triacylglycerols. The diet of the 10% FPG group was three times more efficient than the FPG 5% diet in promoting the reduction of weight gain of rats. Animals fed the flours showed lower concentrations of triacylglycerols, increased alanine aminotransferase enzyme activity and lower concentrations of serum glucose and capillary flow than the control group. It was conclude that the ora-pro-nobis is already consumed as food for treatment of diseases and/or symptoms, and although antinutrients were detected in the flour, daily intake is not enough to cause harm to human health. Thus, these two cacti are potential candidates for human nutritional supplements and may be useful in the prevention and/or treatment of diseases.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de pós-graduação em Agroquímica, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/585
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE Farinha de folhas de cactáceas do gênero Pereskia caracterização nutricional e efeito sobre ratos wistar submetidos à.pdf1,67 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback