DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/614

Título: Produção de mudas de goiabeira em sistema hidropônico e convencional
Autor(es): Peche, Pedro Maranha
Orientador: Chalfun, Nilton Nagib Jorge
Coorientador(es): Faquin, Valdemar
Membro da banca: Pio, Rafael
Alvarenga, Ângelo Albérico
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: Psidium guajava L.
Produção de mudas
Porta enxerto
Seedling production
Rootstock
Goiaba - Hidroponia
Plantas - Propagação
Data de Defesa: 31-Jul-2012
Data de publicação: 2012
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - FAPEMIG
Referência: PECHE, P. M. Produção de mudas de goiabeira em sistema hidropônico e convencional. 2012. 54 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: A goiabeira (Psidium guajava L.), pertencente à família Myrtaceae, destaca-se como uma alternativa de renda para o pequeno produtor. Devido à expansão de pomares com esta frutífera no país, estudos relacionados à propagação de goiabeira fazem-se necessários. Neste contexto, o presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a produção de mudas da cultivar Pedro Sato, em condições hidropônicas e convencionais. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado. Foram semeadas cinco sementes por recipiente, sendo tubetes contendo vermiculita em hidroponia e sacolas de polietileno, com capacidade de 7 L, contendo substrato composto por três partes de terra de subsolo, uma parte de areia e adição de 1 kg de calcário e supersimples por m³ de substrato no sistema convencional, totalizando 270 recipientes para cada sistema estudado. No sistema hidropônico, os tubetes foram mantidos sob uma lâmina de 5 cm de água até o ponto de desbaste, a partir do qual foi introduzida a solução nutritiva segundo Faquin e Chalfun (2008). No sistema convencional foram realizadas irrigações diárias. Avaliaram-se o tempo para as plantas atingirem o ponto de desbaste (três pares de folhas), o ponto de repicagem (15 cm) e o ponto de enxertia (diâmetro igual ou maior que 0,6 mm). A partir do desbaste, avaliaram-se a altura das plantas e, a partir do ponto de repicagem, o diâmetro no ponto de enxertia, ambos aferidos semanalmente, até que 51% das mudas estivessem aptas para a enxertia. Em hidroponia, as plantas atingiram o ponto de desbaste, repicagem e enxertia aos 36 dias após a semeadura (DAS), 121 DAS e 220 DAS, respectivamente, enquanto, no sistema convencional, o ponto de desbaste, repicagem e enxertia ocorreu aos 77 DAS, 212 DAS e 348 DAS, respectivamente. No ponto de enxertia, a altura média em sistema hidropônico foi de 58,59 cm, enquanto, no sistema convencional, foi de 81,56 cm. Observa-se a viabilidade do sistema hidropônico para a produção de porta-enxertos de goiabeira ‘Pedro Sato’, uma vez que possibilitou crescimento mais acelerado do que no sistema convencional.
Guava (Psidium guajava L.) belongs to the Myrtaceae family, and it stands out as an alternative income to small farmers. In Brazil, due to the expansion of guava orchards, studies related to the propagation of guava are necessary. In this context, this study aimed to evaluate the production of seedlings of the cultivar Pedro Sato in hydroponics and conventional systems. The experimental design was a completely randomized. Five seeds were sown in containers, with vermiculite in hydroponics tubes. In the conventional system the seeds were sown in polyethylene bags with seven liters capacity, containing substrate composed of three subsoil parts, one san part, plus one pound of lime and one pound of simple superpHospHate/m³ of substrate, totaling 270 containers for each system studied. The hydroponic tubes were kept under five inches of water till the thinning point, when from the same nutrient solution was introduced Faquin e Chalfun (2008). In the conventional system daily irrigations were performed. They were evaluated: the time for the plants reached the thinning point (three pairs of leaves), the transplanting point (15 cm) and the grafting point (diameter equal to or greater than 0.6mm). From the thinning, the height of the plants was evaluated and from the transplanting point, the diameter at the grafting point, both measured weekly till 51% of the seedlings were apt for grafting. In hydroponics, the plants reached the thinning, transplanting and grafting points at 36 DAS (days after sowing), 121 DAS and 220 DAS, respectively. In conventional system, the plants reached the thinning, transplanting and grafting points at 77 DAS, 212 DAS and 348 DAS, respectively. At the grafting point, the average height in hydroponic system was 58.5 cm while in the conventional system it was of 80.5 cm. Viability of the hydroponic system for production of guava rootstocks ‘Pedro Sato’ was found, since it enabled faster growth than in the conventional system.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/614
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Produção de mudas de goiabeira em sistema hidropônico e convencional.pdf1,1 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback