Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9588
Título: Cultivo in vitro e criopreservação de Vasconcellea quercifolia A. St. Hil.
Autor : Gallo, Cibele Merched
Primeiro orientador: Paiva, Renato
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Silva, Luciano Coutinho
Reis, Michele Valquíria dos
Silva, Diogo Pedrosa Corrêa da
Primeiro membro da banca: Castro, Ana Hortência Fonsêca
Santos, Breno Régis
Carvalho, Milene Alves de Figueiredo
Nery, Fernanda Carlota
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Palavras-chave: Conservação in vitro
Mamãozinho-do-mato
Multiplicação de brotações
Embrião zigótico
Micropropagação
Conservation in vitro
Vasconcellea quercifolia
Multiplication of shoots
Zygotic embryo
Micropropagation
Data da publicação: 15-Mai-2015
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: GALLO, C. M. Cultivo in vitro e criopreservação de Vasconcellea quercifolia A. St. Hil. 2015. 104 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fisiologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Vasconcellea quercifolia A. St. Hil. is a native species from Brazil that presents economic potential due to the use of its pulp and producing sweets from its stem. Despite this potential, the species still shows a lack of studies. The cultivation and maintenance in vitro by cryopreservation are alternatives for the large scale propagation and preservation of plant species diversity. In this study had the following objectives: (i) to investigate some micropropagation aspects (zygotic embryos germination, multiplication, ethylene inhibitors, rooting in vitro and acclimatization), and (ii) to develop cryopreservation protocols zygotic embryos using different methods of physical dehydration. For micropropagation were tested explant types for establishment in vitro, BAP concentrations, ethylene synthesis inhibitors, substrates and sealing system for acclimatization. Zygotic embryos use was more efficient for the establishment in vitro, and recommended the addition of 7.59 µmol L-1 BAP for multiplication in vitro and seal with foil. Regarding the ethylene synthesis inhibitors, STS was more efficient. As for acclimatization, the plantmax substrate provided higher survival of plants. For cryopreservation was tested time dehydrating embryos in laminar flow and silica gel. It was observed that zygotic embryos V. quercifolia lose viability with increasing dehydration period, and dehydration for 30 minutes using a laminar flow hood provided higher regeneration after cryopreservation occurring acclimatization successfully all seedlings derived from embryos cryopreserved. For dehydration with silica gel was not efficient.
Vasconcellea quercifolia A. St. Hil. é uma espécie nativa do Brasil que apresenta potencial econômico devido à utilização de sua polpa e produção de doces a partir de seu caule. Apesar desse potencial, a espécie ainda apresenta carência de estudos. O cultivo e a conservação in vitro, por meio da criopreservação, são alternativas para a propagação em larga escala bem como a preservação da diversidade vegetal da espécie. No presente estudo teve-se como objetivos: (i) investigar alguns aspectos da micropropagação (germinação de embriões zigóticos, multiplicação, inibidores de etileno, enraizamento in vitro e aclimatização) e (ii) desenvolver protocolos de criopreservação de embriões zigóticos utilizando diferentes métodos de desidratação física. Para a micropropagação foram testados tipos de explantes para o estabelecimento in vitro, concentrações de BAP, inibidores da síntese de etileno, sistema de vedação e substratos para aclimatização. Para o estabelecimento in vitro a utilização de embriões zigóticos mostrou-se mais eficiente, sendo recomendada a adição de 7,59 µmol L-1 de BAP para multiplicação in vitro e a vedação com papel alumínio. Em relação aos inibidores da síntese do etileno, o STS mostrou-se mais eficiente. Quanto à aclimatização, o substrato plantmax promoveu maior sobrevivência das plantas. Para a criopreservação foram testados tempos de desidratação dos embriões em fluxo laminar e sílica gel. Foi observado que embriões zigóticos de V. quercifolia perdem a viabilidade com o aumento do período de desidratação, sendo que a desidratação por 30 minutos utilizando câmara de fluxo laminar propiciou maior regeneração após a criopreservação ocorrendo aclimatização com sucesso de todas as plântulas provenientes de embriões criopreservadas. Para a desidratação com sílica gel não foi eficiente.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9588
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Cultivo in vitro e criopreservação de Vasconcellea quercifolia A. St. Hil.pdf1,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.