Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9787
Título: Partição e destino metabólico do 14C-glicerol dietético em tecidos-alvo de juvenis de tilápia
Autor : Costa, Diego Vicente da
Primeiro orientador: Rosa, Priscila Vieira e
Primeiro membro da banca: Pereira, Luciano José
Segundo membro da banca: Gonçalves, Lígia Uribe
Terceiro membro da banca: Silva Filho, José Cleto da
Quarto membro da banca: Sousa, Raimundo Vicente de
Palavras-chave: Nutrição
Nutrition
Peixe
Fishes
Radioisótopos
Radioisotopes
Data da publicação: 19-Ago-2015
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: COSTA, D. V. da. Partição e destino metabólico do 14C-glicerol dietético em tecidos-alvo de juvenis de tilápia. 2015. 62 p. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A aquicultura nos últimos anos, em contraste à estagnação da produção de pescado de origem extrativista, vem se desenvolvendo cada vez mais e pode ser beneficiada com o corrente excesso de glicerol oriundo da produção do biodiesel no mercado. O glicerol, por sua vez, pode ser utilizado como uma fonte dietética de energia na nutrição dos peixes, em alternativa às fontes convencionalmente utilizadas. Assim, este estudo aborda no Capítulo 1 alguns aspectos relacionados à disponibilidade de glicerol no mercado, a utilização e o metabolismo do glicerol dietético em peixes, bem como as bases teóricas das técnicas experimentais utilizadas no Capítulo 2. Este último capítulo teve como objetivo avaliar qual o destino metabólico do glicerol da dieta e como os juvenis de tilápia (Oreochromis mossambicus) utilizam este novo ingrediente. As dietas experimentais foram formuladas para conter 0% (G0), 5% (G5) e 15% (G15) de glicerol purificado e foram fornecidas por 40 dias até a saciedade aparente, três vezes ao dia. Para os ensaios de metabolismo, seis peixes de cada tratamento foram aleatoriamente escolhidos e foram fornecidos, por alimentação forçada, cinco peletes unitariamente marcados com alíquotas de radioatividade conhecidas de 14C-glicerol ([14C (U), 9.25MBq, Perkin Elmer, EUA). Foram avaliadas a digestibilidade do glicerol, catabolismo, retenção e partição do nutriente no músculo e no fígado dos peixes. Não houve diferenças entre os tratamentos para a absorção e evacuação do 14C-glicerol. Os peixes do tratamento G5 apresentaram o maior percentual de retenção de 14C-glicerol e o menor percentual de catabolismo, além de maior contagem de radioatividade no extrato não-lipídico e não-proteico. Não houve diferença significativa entre os tratamentos para as quantidades totais de 14C-lípideos e 14C-proteína. O tratamento G0 apresentou o maior nível de 14C-lipídeos no músculo, no entanto não foram encontradas diferenças no fígado dos peixes. O tratamento G15 apresentou o menor nível de 14C-proteína no músculo, não havendo diferenças nas quantidades de 14C-proteína hepática. O extrato não-lipídico e não-proteico apresentou a maior contagem de radioatividade no fígado dos peixes do tratamento G5, porém não foram encontradas diferenças entre os tratamentos no músculo peixes. Os juvenis de tilápia são capazes de metabolizar o glicerol dietético em lipídeos, proteína e carboidratos, no fígado e no músculo. O glicerol dietético pode ser uma fonte de energia eficaz para juvenis de tilápia, nos níveis de inclusão estudados.
Abstract: Aquaculture, as opposed to stagnating extractive fish production, has greatly developed worldwide in recent years and may benefit from the current excess of glycerol in the biodiesel market. Glycerol may be used as an energy source in fish diet as alternative to the conventional sources used. This study discusses in Chapter 1 some aspects related to the availability of this nutrient in the market, the use and the metabolism of dietary glycerol in fish, as well as the theoretical basis of the experimental techniques used in Chapter 2. This last chapter aimed to evaluate how the inclusion of glycerol in diets for tilapia (Oreochromis mossambicus) could affect the juveniles metabolism and how the fish use this new ingredient. The experimental diets were formulated to contain 0% (G0), 5% (G5) and 15% (G15) of purified glycerol and were provided for 40 days to apparent satiation, 3 times a day. For the metabolism trials, six fish from each treatment were randomly chosen and force-fed with five pellets unitarily labeled with known radioactivity rates of 14C-glycerol ([14C(U), 9.25MBq, Perkin Elmer, USA). It was evaluated the nutrient digestibility, catabolism, retention and partition of the nutrient in the muscle and liver. There were no differences between treatments for 14C-glycerol absorption and evacuation. The treatment G5 presented the highest percentage of 14C-glycerol retention and the lowest percentage of catabolism. There was no difference for total 14C-lipid and 14C-protein. Compared to other treatments, treatment G5 presented the highest radioactivity counting in the non-lipid and non-protein extract. Treatment G0 presented the highest level of 14C-lipid in muscle, however no differences were found in fish liver. Treatment G15 presented the lowest level of 14C-protein in muscle, however no differences were found between treatments in fish liver. The non-lipid and non-protein fraction presented the highest radioactivity counting in the liver of fish from treatment G5, however there were no differences in fish muscle. Juveniles tilapia are able to metabolize the 14C-retained glycerol into lipid, protein and carbohydrate, in both liver and muscle. Dietary glycerol may be an effective energy source for tilapia juveniles, according to the inclusion levels studied.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9787
Idioma: por
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Partição e destino metabólico do 14C-glicerol dietético em.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.