Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9797
Título: Determinação indireta e validação do valor energético de alimentos de origem animal para frangos de corte
Autor : Garcia Junior, Antonio Amandio Pinto
Primeiro orientador: Rodrigues, Paulo Borges
Primeiro membro da banca: Bertechini, Antonio Gilberto
Segundo membro da banca: Geraldo, Adriano
Terceiro membro da banca: Fassani, Édson José
Quarto membro da banca: Amaral, Nikolas
Palavras-chave: Equação de predição
Prediction equation
Energia metabolizável aparente corrigida para o balanço de nitrogênio
Apparent metabolizable energy corrected for nitrogen retention
Farinha de carne e osso
Meat and bone meal
Meta-análise
Meta-analysis
Ave
Birds
Data da publicação: 20-Ago-2015
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: GARCIA JUNIOR, A. A. P. Determinação indireta e validação do valor energético de alimentos de origem animal para frangos de corte. 2015. 146 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi desenvolver equações de predição, utilizando-se o princípio da meta-análise, que possa estimar, com acurácia, os valores de energia metabolizável apararente corrigida para o balanço de nitrogênio (EMAn) para frangos de corte e valida-las comparando-as com valores de EMAn determinados por meio de ensaios biológicos. Uma ampla revisão bibliográfica foi realizada de trabalhos desenvolvidos no Brasil e no exterior nos quais, tivessem sido determinados a composição química e os valores de EMAn de alimentos de origem animal para frangos de corte. Esses dados foram catalogados e codificados em uma métrica comun, permitindo, assim a análise estatística. Foi adotado o método “Stepwise”, utilizando-se o critério de Akaíke para a determinação dos modelos matemáticos. As equações que foram indicadas como adequadas para a predição dos valores energéticos foram: EMAn = 5263,335 – 18,35 (PB) + 175,281 (Ca) – 724,344 (P) e EMAn = 4459,27 + 1,06 (EB) – 91,25(MM) – 78,98(PB) + 40,12(Ca), para FOA e FCO nacionais, respectivamente, EMAn = 4298,91 – 83050 (Ca) – 185,07 (P) e EMAn = 2204,77248 + 0,3469 (EB) – 217,3786 (P) para os dados internacionais e EMAn = - 2380,51 + 99,35 (PB) + 64,08 (Ca) - 255,28 (P), para FCO nacionais ou internacionais. A composição química de cinco farinhas de carne e ossos e os valores de EMAn foram determinados utilizando-se frangos de corte na fase pré-inicial, com o objetivo de validar as equações de predição propostas. Não houve similaridade entre os dados preditos e os determinados no ensaio metabólico. A validadação das equações com dados determinados com frangos de corte na fase pré-inicial não foram suficientes, sugerindo assim, que a validação deva ser feita com valores determinados em todas as fases de criação.
Abstract: Among the methods used for the determination of energy from feed, stands out the indirect method using prediction equations. The objective of this research was to develop prediction equations, using the principle of meta-analysis, that accurately predict the metabolizable energy values apararente corrected for nitrogen balance (AMEn) content of by-product from animal origin for broilers and cross-validate these prediction equations using a set of meat and bone meal (MBM) samples. A literature review was performed of works developed in Brazil and abroad where, had been determined the chemical composition and the AMEn values of by-product from animal origin for broilers. These data were cataloged and coded in a standart metric, thus allowing statistical analysis. The stepwise method was adopted, using the Akaike Information Criterion (AIC) for the selection of the best fit models. The equations that were choosen for the prediction of AMEn values for by-product from animal origen were AMEn are: AMEn = 5263,335 – 18,35 (PB) + 175,281 (Ca) – 724,344 (P) e AMEn = 4459,27 + 1,06 (EB) – 91,25(MM) – 78,98(PB) + 40,12(Ca), for by-product meal and meat and bone meal for brazilians feedstuf, respectivelly, AMEn = 4298,91 – 83050 (Ca) – 185,07 (P) and EMAn = 2204,77248 + 0,3469 (EB) – 217,3786 (P) for abroad feedstuf and AMEn = - 2380,51 + 99,35 (PB) + 64,08 (Ca) - 255,28 (P), for meat end bone meal for brazilians or abroad meat and bone meals. It was determined the chemical composition of five meat and bones and AMEn content for broilers at the starter phase, in order to validate the prediction equations proposed. There was no similarity between the predicted and observed data. The validation of the prediction equations at the starter phase with data determined with broilers in the pre-initial phase was not sufficient, thus suggesting that validation should be done with values determined at all phases of rearing.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9797
Idioma: por
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Determinação indireta e validação do valor energético de.pdf1,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.