Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1548

Título: Sensibilidade a antimicrobianos de bactérias isoladas de linguiça suína frescal
Título Alternativo: Antimicrobial sensitivity of bacteria isolated from fresh pork sausage
Autor(es): Ávila, Amanda Rejane Alves de
Orientador: Schwan, Rosane Freitas
Coorientador(es): Marques, Simone Cristina
Membro da banca: Silveira, Ivana Aparecida da
Piccoli, Roberta Hilsdorf
Silva, Cristina Ferreira
Assunto: Bactérias patogênicas
Resistência antimicrobiana
Ácidos orgânicos
Pathogenic bacteria
Antimicrobial resistance
Organic acids
Data de Defesa: 2011
Data de publicação: 2013
Referência: ÁVILA, A. R. A. de. Sensibilidade a antimicrobianos de bactérias isoladas de linguiça suína frescal. 2011. 114 p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Linguiças frescal apresentam-se como potenciais veículos de microrganismos patogênicos, podendo ser associadas a enfermidades transmitidas por alimentos. A resistência conferida a agentes antimicrobianos por bactérias patogênicas torna-se um fator preocupante. Estirpes que apresentam perfil de multirresistência a antibióticos representam grave problema para a saúde pública, acarretando menor disponibilidade de medicamentos para o tratamento de doenças em humanos. Assim, alternativas, tais como a adição de ácidos orgânicos na elaboração de embutidos frescal, devem ser implementadas para evitar que o alimento veicule patógenos resistentes. Este trabalho teve como principais objetivos: a avaliação da qualidade microbiológica das linguiças; a identificação de isolados bacterianos por meio do sequenciamento da região 16S do rDNA; a seleção de bactérias com perfil de multirresistência a antimicrobianos; a seleção do ácido orgânico com maior eficácia na inibição de bactérias multirresistentes; e a elaboração de linguiças suína frescal inoculadas com cepas multirresistentes de bactérias distintas para a avaliação da inibição dos patógenos pelo ácido lático. Vinte amostras de linguiças suína frescal industrial, de marcas distintas, foram adquiridas em diferentes localidades do Estado de Minas Gerais, no período de junho a agosto de 2010. Análises para a avaliação da qualidade microbiológica do produto foram realizadas. Para o teste de sensibilidade a antimicrobianos, foi utilizado o método disco-difusão em ágar. Estirpes com perfil de multirresistência foram submetidas, isoladamente, aos testes de determinação da concentração mínima inibitória e determinação da concentração mínima bactericida, utilizando-se os ácidos lático e acético, ambos em oito concentrações. Linguiças suína frescal foram elaboradas com bactérias patogênicas distintas e acrescidas de ácido lático nas concentrações de 1,5 e 4,0 M, sendo armazenadas a 4ºC por um período de 15 dias. Os resultados indicaram a contaminação das amostras por Salmonella Typhi, S. Typhimurium e S. Paratyphi, Escherichia coli e Staphylococcus xylosus e S. epidermidis. Vinte e um isolados apresentaram índice MAR igual ou superior a 0,5 e foram considerados multirresistentes aos antimicrobianos testados. No teste de determinação da concentração mínima bactericida, in vitro, o ácido lático mostrou-se mais eficaz na inibição dos patógenos que o ácido acético. Na matriz alimentar com adição das linhagens de bactérias, o tratamento com ácido lático, nas duas concentrações, reduziu ligeiramente a população dos patógenos ao longo do tempo de estocagem.
Fresh sausages can be potential vehicles for pathogenic microorganisms, what may associate them with food diseases. The resistance attributed to antimicrobial agents by pathogenic bacteria becomes a worrying factor. Strains which have antibiotic multiresistance profile represent a serious problem to public health, resulting in lower availability of medication in order to treat diseases in human beings. Thus, alternatives such as the addition of organic acids in the elaboration of fresh meat products should be implemented to avoid that the food carries resistant pathogens. This work had as its principal objectives the evaluation of the microbiological quality of the sausages; the identification of bacterial isolates through the sequencing of the region 16S of rDNA; the selection of bacteria with antimicrobial multiresistance profile; the selection of organic acid with better efficiency in the multiresistance bacterial inhibition; and the elaboration of fresh pork sausages inoculated with different multiresistant bacteria strains aiming to evaluate the inhibition of pathogens by lactic acid. Twenty industrial fresh pork sausage samples, from diverse trademarks, were purchase from various places located in Minas Gerais State, from June and August 2010. Analyses to the evaluation of the microbiological quality of the product were performed. To the antimicrobial sensitivity test, the disk diffusion agar method was used. Strains with multiresistance profile were submitted, singly, to minimum inhibitory concentration test and to minimum bactericidal concentration test, by using lactic and acetic acids, both in eight concentrations. Fresh pork sausages were made with different pathogenic bacteria, lactic acid was added in 1.5 and 4.0 M concentrations, stored under 4ºC within 15 days. The results showed the contamination of the samples by Salmonella Typhi, S. Typhimurium and S. Paratyphi, Escherichia coli and Staphylococcus xylosus and S. epidermidis. Twenty-one isolates present MAR index equal or superior to 0.5 and were considered multiresistant to the tested antimicrobials. In the minimum bactericidal concentration test, in vitro, the lactic acid was proved more efficient in the pathogen inhibition than the acetic acid. Concerning the food matrix with addition of the bacterial lineages, the lactic acid treatment, in both concentrations, slightly reduced the population of pathogens during the storage period.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1548
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Sensibilidade a antimicrobianos de bactérias isoladas de linguiça suína frescal.pdf494,98 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback