Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2852

Title: Avaliação da viabilidade de fungos encapsulados e armazenados em diferentes temperaturas
Other Titles: Evaluation of the viability of fungi encapsulated and stored at different temperatures
???metadata.dc.creator???: Elizei, Virginia Guerra
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Chalfoun, Sara Maria
???metadata.dc.contributor.referee1???: Batista, Luis Roberto
Pimenta, Carlos José
???metadata.dc.description.concentration???: Microbiologia Agrícola
Keywords: Fungos
Microbiologia agrícola
Alginatos
Imobilização celular
Alginato de sódio
Cellular immobilization
???metadata.dc.date.submitted???: 4-Mar-2009
Issue Date: 15-Aug-2014
Citation: ELIZEI, V. G. Avaliação da viabilidade de fungos encapsulados e armazenados em diferentes temperaturas. 2009. 50 p. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: A imobilização celular representa uma alternativa para a condução de bioprocessos, quando células ficam retidas em matrizes e podem ser utilizadas por longos períodos. Conduziu-se este trabalho, com o objetivo de testar uma nova metodologia de imobilização de fungos com custo reduzido, avaliar a viabilidade destes fungos quando submetidos ao novo método de encapsulamento, e determinar a temperatura ideal para armazenar os fungos imobilizados. Os micélios dos fungos Aspergillus niger, Cladosporium cladosporioides e Penicillium solitum foram usados para a imobilização com 15gr de arroz triturado e 3gr de alginato de sódio que gotejava numa solução de cloreto de cálcio a 0,25M para formação dos grânulos. Após a secagem em estufa a 26ºC, os grânulos foram armazenados em três temperaturas, ambiente (18 - 27 ºC), geladeira (4 a 7 ºC) e freezer (-3 a -6 ºC). Os plaqueamentos foram realizados a cada 15 dias em meio de cultura BDA. As avaliações do tamanho das colônias e esporulação foram realizadas após 7, 14 e 21 dias do plaqueamento, durante 195 dias para o A.niger, 225 dias para o C. cladosporioides, e 210 dias para P.solitum. Realizou-se também análise de microscopia eletrônica de varredura visando verificar a segurança do micélio encapsulado. A temperatura de armazenamento não afetou o desenvolvimento micelial de A.niger e P.solitum. No entanto a esporulação foi reduzida para os grânulos armazenados no freezer. O desenvolvimento micelial de Cladosporium cladosporioides foi influenciado pela temperatura. Os grânulos conservados em temperatura ambiente tiveram a viabilidade menor que os armazenados em geladeira e freezer. Na analise de microscopia eletrônica de varredura observou-se que a imobilização é um método seguro onde o micélio fúngico permanece no interior do grânulo, facilitando o transporte, armazenamento e aplicação de microrganismos.
Cellular immobilization represents an alternative for the bioprocess conduction, where the cells are kept in a matrix and can be used over long periods. This work was conducted with the objective to test a fungi immobilization methodology with reduced cost, to evaluate the viability of these fungi when submitted to the new encapsulation method, and to determine the ideal temperature to store the immobilized fungi. The mycelium of the fungi Aspergillus niger, Cladosporium cladosporioides and Penicillium solitum were mixed with 15gr of titrated rice and 3gr of sodium alginate, which was dripped in a 0.25M calcium chloride solution for formation of the pellets. After drying in an oven at 26ºC, the granules were stored at three temperatures: room ( 18 - 27 °C ) refrigerator (4 a 7 °C) and freezer (-3 a -6 °C). The platings were carried out every 15 days in BDA culture medium (potato-dextrose-agar). The evaluations of the colony size and sporulation were carried out after 7, 14 and 12 days of plating, during 195 days for A.niger, 225 days for C. cladosporioides, and 210 days for P.Solitum. Scanning Electronic Microscopy (SEM) analysis also took place seeking to verify the security of the encapsulated mycelium. The storage temperature did not affect the mycelial development of A.niger and P.solitum. However the sporulation was reduced for the granules stored in the freezer. The mycelial development of Cladosporium cladosporioides was influenced by the temperature. The granules conserved at room temperature had lower viability than those refrigerator and freezer stored. In the SEM analysis it was observed that the immobilization is a safe method where the fungus mycelium remains inside the granule, facilitating transport, storage and application of microorganisms.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2852
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Microbiologia Agrícola - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Avaliação da viabilidade de fungos encapsulados e armazenados em diferentes temperaturas.pdf5.71 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback