Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3061
Título: Qualidade de silagens ácidas de resíduos da filetagem de tilápia (Oreochromis niloticus) elaboradas com ácidos orgânicos
Autor : Carmo, Juliana Ribeiro do
Primeiro orientador: Pimenta, Carlos José
Primeiro membro da banca: Pimenta, Maria Emilia de Sousa Gomes
Pinheiro, Ana Carla Marques
Palavras-chave: Silagem
Silagens ácidas de pescado
Digestibilidade dos nutrientes
Data da publicação: 20-Ago-2014
Referência: CARMO, J. R. do. Qualidade de silagens ácidas de resíduos da filetagem de tilápia (Oreochromis niloticus) elaboradas com ácidos orgânicos. 2009. 157 p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A silagem ácida de pescado é uma técnica antiga de preservação da matéria orgânica, elaborada a partir de peixes inteiros ou partes desses, aos quais são acrescentados ácidos. O estudo do tipo de ácido e do tempo de armazenamento que proporcione um produto final de bom valor nutricional, assim como a viabilidade da aplicação desses resíduos na alimentação de juvenis de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), traduziram-se no principal objetivo da presente pesquisa. Para tanto, foram elaborados três tipos silagens ácidas de resíduos da filetagem de tilápias utilizando os ácidos orgânicos fórmico (SAF), acético (SAA) e propônico (SAP) na concentração de 5% v/p e 0,1% p/p de butilhidroxitolueno (BHT). As biomassas foram monitoradas semanalmente quanto às características físicas, químicas e microbiológicas. As variáveis umidade e extrato etéreo aumentaram em relação ao tempo inicial de ensilagem. Em contrapartida, o conteúdo de proteína e de cinzas sofreu decréscimo. Os óleos extraídos das silagens mantiveram-se estáveis durante todo o experimento, não sendo detectada a formação de peróxidos. Verificou-se a digestibilidade protéica in vitro e em juvenis de tilápia nilótica. Os elevados resultados dos coeficientes de digestibilidade aparente (CDA), acima de 75%, assim como os altos valores de digestibilidade protéica in vitro, indicam que as silagens ácidas foram bem utilizadas pela tilápia do Nilo. Todas as silagens apresentaram bons valores nutricionais (bromatológicos) e boas digestibilidades.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3061
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.