Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3332

Título: Caracterização bioquímica de bactérias psicrotróficas de tanques de refrigeração de leite e formação de biofilme por Pseudomonas fluorescens e Staphylcoccus aureus em aço inoxidável
Autor(es): Marques, Simone Cristina
Orientador: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Membro da banca: Sbampato, Cristiane Gattini
Costa, Geraldo Marcio da
Alves, Eduardo
Mendonça, Alexandre Tourino
Assunto: Leite - Refrigeração
Biofilme
Bactérias psicrotróficas
Enzimas hidrolíticas
Homoserina lactona acilada
Serratia liquefaciens
Data de Defesa: 30-Out- 8
Data de publicação: 29-Ago-2014
Referência: MARQUES, S. C. Caracterização bioquímica de bactérias psicrotróficas de tanques de refrigeração de leite e formação de biofilme por Pseudomonas fluorescens e Staphylcoccus aureus em aço inoxidável. 2008. 58 p. Tese (Doutorado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Bactérias psicrotróficas multiplicam-se no leite cru quando armazenado sob temperatura de refrigeração por períodos prolongados. Dentre as fontes de contaminação destacam-se as falhas nos procedimentos de higienização de superfícies e equipamentos, como tanques de resfriamento de leite, que favoreceram a adesão e formação de biofilme por bactérias psicrotróficas, que apresentam como característica relevante na deterioração de alimentos pela produção de enzimas hidrolíticas termorresistentes (proteases, lípases e lecitinase). A expressão das enzimas hidrolíticas além da formação de biofilme e resistência a agentes antimicrobianos é controlada pelo sistema de autoindução ou quroum sensing que, em bactérias Gram-negativas como Pseudomonas fluorescens e Serratia liquefaciens é regulado pela homoserina lactona acilada (AHL) sendo que, em bactérias Gram-positivas como Staphylococcus aureus essa regulação ocorre pela síntese de peptídeos. Pelas observações relatadas objetivou-se com esta pesquisa: isolar, identificar e caracterizar, quanto à capacidade de produzir enzimas hidrolíticas, bactérias psicrotróficas de tanques coletivos de resfriamento de leite; determinar a susceptibilidade dos isolados identificados a agentes antimicrobianos; detectar a produção de homoserina lactona acilada em estirpes de S. liquefaciens e P. fluorescens e avaliar a formação de biofilme em aço inoxidável por S. aureus e P. fluorescens em condições de monocultivo e cultivo combinado e determinar a atividade proteolítica das células aderidas. Foram amostrados por meio de swabs estéreis 100 cm2 do fundo, 100 cm2 da parede e 100 cm2 da pá de homogeneização de tanques, seguido de diluições seriadas e plaqueamento em agar triptona de soja (TSA), com incubação a 7º/7-10 dias, em seguida os isolados foram submetidos a testes bioquímicos utilizando-se kits de identificação: Bactray I e II e API20NE. Para determinação da atividade das enzimas hidrolíticas utilizou-se o teste de difusão em agar. Em seguida, foram selecionadas 2 isolados de P. fluorescens e 6 isolados de S. liquefaciens para avaliar a produção de AHL, utilizando Agrobacterium tumefaciens A136 como estirpe monitora. Os isolados foram estriados paralelos a estirpe monitora em placa contendo agar lúria-bertani suplementado com 50 ug/mL de X-Gal e incubados a 28ºC/24 horas. A formação de biofilme por S. aureus e P.fluorescens foi avaliada sob condições de monocultivo e cultivo combinado, além da determinação da atividade proteolítica das células aderidas. Foi observada grande diversidade bacteriana entre os isolados com predominância de Pseudomonas sp. dentre aqueles identificados pelo API20NE e de Serratia sp. dentre as bactérias identificadas pelo Bactray I e II, a atividade proteolítica foi mais pronunciada entre todos os isolados, seguida da atividade lipolítica e da lecitinase. A multirresistência aos antibóticos testados foi observada em 100% dos isolados. A produção da molécula sinalizadora foi observada em todas os isolados. Houve formação de biofilme no monocultivo e cultivo combinado por P. fluorescens e S. aureus, sendo que, nas duas condições S. aureus apenas aderiu à superfície de aço inoxidável. A atividade proteolítica foi detectada com mais intensidade em P. fluorescens sendo dependente da alta densidade celular indicando a importância do sistema de quorum sensing em bactérias psicrotróficas.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3332
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Caracterização bioquímica de bactérias psicrotróficas de tanques de refrigeração de leite e formação de biofilme por Pseudomonas fluorescens e Staphylcoccus aureus em aço inoxidável.pdf246,36 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback