Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/33337
Título : Qualidade fisiológica e expressão de alfa-amilase em sementes de milho produzidas em condições de estresse salino e hídrico
Título(s) alternativo(s): Physiological quality and alpha-amylase expression of maize seeds in conditions of salt and water stress
Autor: Diniz, Rafael Parreira
Von Pinho, Iolanda Vilela
Paniago, Bruno da Costa
Von Pinho, Edila Vilela de Rezende
Santos, Heloisa Oliveira dos
Von Pinho, Renzo Garcia
Caldeira, Carla Massimo
Palavras-chave: Eletroforese
Produção de sementes
Salinidade do solo
Déficit hídrico
Electrophoresis
Seed production
Soil salinity
Water deficit
Publicador: Associação Brasileira de Milho e Sorgo
Data da publicação: 2018
Referência: DINIZ, R. P. et al. Qualidade fisiológica e expressão de alfa-amilase em sementes de milho produzidas em condições de estresse salino e hídrico. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 17, n. 1, p. 37-48, 2018.
Resumo : Durante o processo de produção de sementes, estresses abióticos como salinidade do solo e déficit hídrico são fatores determinantes e que influenciam no estabelecimento e desenvolvimento uniforme do estande em campo. Nesse sentido, cultivares tolerantes a altas concentrações salinas nestas fases são fundamentais nos programas de melhoramento. Diante disto, objetivou-se com a presente pesquisa verificar a influência da produção de sementes sob condições de estresse hídrico e salino na germinação e no vigor, assim como na atividade da enzima α-amilase em sementes de milho. Para isso, foram conduzidos dois experimentos para a produção de sementes de milho, um em condições de estresse salino e o outro sob condições de déficit hídrico. Os experimentos foram conduzidos em delineamento de blocos completos casualisados, em esquema de parcelas subdivididas. As sementes colhidas em diferentes estádios de desenvolvimento, determinados pela linha de leite (LL), foram submetidas a análises fisiológicas e de vigor, bem como determinou-se a expressão da enzima α-amilase por eletroforese. Diante dos resultados foi possível concluir que a germinação e o vigor das sementes produzidas em solos com condutividade de 3 dS m-1 não são afetados pela salinidade, e o desenvolvimento das plantas em condições de estresse hídrico e salino não afetou a atividade da enzima α-amilase em sementes colhidas na LL5.
Abstract: During seed production process, abiotic stresses such as soil salinity and drought are determining factors that influence the establishment and development of uniform stand on the field. Thus, tolerant cultivars to high salt concentrations in these phases are critical in breeding programs. This way, we aimed to investigate seeds production in conditions of water and salt stress on maize seeds germination and vigor as well as the α-amylase enzyme activity. Two experiments were performed for maize seeds production in salt stress conditions and drought. The experiments were conducted in a randomized complete block design in a split-plot arrangement. Seeds harveste at different development stages, determined by milk line (ML), were submitted to vigor and physiological analysis as well as the expression determination of α-amylase enzyme by electrophoreses. With the results it was concluded that both, the seeds germination and vigor produced in soil with conductivity 3 dS m-1, are not affected by salinity, and the plants development in water and salt stress conditions did not affect the activity of α-amylase enzyme in seedsharvested in ML5 maturity stage.
URI: http://rbms.cnpms.embrapa.br/index.php/ojs/article/view/805
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/33337
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.