Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38563
Título : As micro histórias nas águas do Zambeze: um projeto interdisciplinar em "As duas sombras", de João Paulo Borges Coelho
Autor: Franco, Roberta Guimarães
Palavras-chave: João Paulo Borges Coelho
Literatura comparada
Micro história
Literatura moçambicana
Literatura africana
Comparative literature
Micro history
Mozambican literature
African literature
Publicador: Universidade Federal Fluminense
Data da publicação: Nov-2011
Referência: FRANCO, R. G. As micro histórias nas águas do Zambeze: um projeto interdisciplinar em "As duas sombras", de João Paulo Borges Coelho. ABRIL: Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF, Niterói, v. 4, n. 7, p. 31-44, nov. 2011.
Resumo : Este trabalho, parte integrante do projeto de doutorado “Memórias em trânsito: descolamentos distópicos em três romances pós-coloniais”, orientado pela professora Laura Cavalcante Padilha, pretende apresentar uma leitura do romance inaugural do escritor moçambicano João Paulo Borges Coelho, As duas sombras do rio (2003), atentando para a inter­disciplinaridade presente na obra, fruto da profissão de historiador de Borges Coelho. Para tanto, pretendemos fazer algumas considerações sobre a relação entre Literatura e História, tendo como base as reinter­pretações feitas a partir da Escola dos Annales (França, 1929) sobre esta última, bem como pensar a representação social de algumas personagens do romance como um reflexo da Micro História (Itália, 1981), ou seja, a presença de figuras que compõem um microcosmos do espaço moçambi­cano (a região do Zumbo) como formas de problematizar os dilemas da cisão no pós-independência do país.
Abstract: This paper, part of the project “Memories in transit: dystopian displacements in three post-colonials novels”, guided by Professor Laura Cavalcante Padilha, intends to present one lecture of the first book wrote by the Mozambican João Paulo Borges Coelho, As duas sombras do rio (2003), focalizing the interdisciplinarity, associated at the fact that Borges Coelho have the History as his profession. For that, we intended to make some considerations about the relationship between Literature and History, thinking about the reinterpretations proposed by the École des Annales (France, 1929), and also think about the social representation of some characters as a reflex of the Micro History (Italy, 1981), in other words, the presence of figures that represents one microcosm of Mozambique (the Zumbo region) as a way to problematize the post-independence.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/38563
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCH - Artigos publicados em periódicos



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons