Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/418
Título : Leibniz: ação racional e fraqueza da vontade
Título(s) alternativo(s): Leibniz: rational action and weakness of will
Autor: Souza, André Chagas Ferreira de
Palavras-chave: Ação humana
Fraqueza da vontade
Leibniz
Vontade
Percepção
Human action
Weakness of will
Perception
Publicador: USP
Data da publicação: 2011
Referência: SOUZA, A. C. F. de. Leibniz: ação racional e fraqueza da vontade. Cadernos de Ética e Filosofia Política, n. 18, p. 7-21, 2011.
Resumo : Neste artigo, procura-se enfatizar um clássico problema ligado à ação humana que pode ser extraído dos textos leibnizianos, a saber, a fraqueza da vontade, uma questão resumida de maneira emblemática por Ovídio: Vejo o melhor partido e o aprovo, porém adoto o pior. O autor da Teodicéia parece sugerir um caminho para entender o fenômeno da akrasia. Uma boa fonte para essa investigação é a sua obra Novos Ensaios sobre o Entendimento Humano, em que ele debate teses dos Ensaios sobre o Entendimento Humano de Locke. No texto leibniziano, um dos conceitos discutidos é o de inquietação (uneassiness). Locke entende que o fundamento para as ações humanas seria evitar o incômodo causado pela sensação de falta de algo. Leibniz não refuta por completo essa ideia do filósofo inglês, porém busca aperfeiçoá-la ao introduzir as “percepções inapercebidas”. Na filosofia leibniziana, o problema da fraqueza da vontade pode estar ligado a uma região que o agente não conhece diretamente, mas que é fundamental para qualquer ação, mesmo para as ditas racionais.
Abstract: This article is an attempt to investigate a classic problem associated with the human action that can be extracted from the Leibnizian texts about the weakness of will, an issue emblematically briefed by Ovide: “I see clearly which [way] is better, and I know it is right, yet I follow the way that is worse”. The author of the Theodicy seems to suggest a way to understand the phenomenon of akrasia. A good source for this research is his work New Essays on Human Understanding, in which he directly debates thesis of the book An Essay Concerning Human Understanding by Locke. In Leibnizian text, one of the concepts discussed is the uneasiness. Locke believes that the fundamental basis for human actions would be to prevent the uneasiness caused by the feeling of missing something. Leibniz not completely refutes the idea of the English philosopher, however looks for improving it by introducing “the perceptions which are not apperceived”. In Leibnizian philosophy the problem of weakness of will may be linked to a region that the agent does not know directly but which is fundamental to any action, even for the so-called rational.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/418
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCH - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Leibniz - ação racional e fraqueza da vontade.pdf115,59 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons