Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42014
Título : Avaliação multivariada da composição fenólica de cachaças envelhecidas em diferentes barris de madeira
Título(s) alternativo(s): Multivariate evaluation of the phenolic composition of cachaça aged in barrels made of different kinds of wood
Autor: Zacaroni, Lidiany Mendonça
Cardoso, Maria das Graças
Santiago, Wilder Douglas
Mendonça, João Guilherme Pereira
Nunes, Cleiton Antônio
Duarte, Felipe Cimino
Palavras-chave: Cachaça
Fenóis
Madeira
Cachaça
Phenols
Wood
Publicador: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV) - Câmpus de Jaboticabal
Data da publicação: 2014
Referência: ZACARONI, L. M. et al. Avaliação multivariada da composição fenólica de cachaças envelhecidas em diferentes barris de madeira. Científica, Jaboticabal, v. 42, n. 2, p. 101, 2014. DOI: 10.15361/1984-5529.2014v42n2p101-107.
Resumo : Este estudo objetivou avaliar a composição fenólica de cachaças envelhecidas em barris construídos de carvalho, jequitibá, castanheira, amburana, bálsamo, jatobá e louro-canela, empregando Análise de Componentes Principais (ACP). Os teores de compostos fenólicos foram centrados na média e submetidos à ACP. Os resultados indicaram que a cachaça envelhecida em castanheira (36 meses), carvalho (48 meses) e louro-canela diferiram das demais por possuirem um elevado teor de ácido gálico, ácido elágico e eugenol, respectivamente. As amostras envelhecidas em amburana (48 meses), bálsamo (36 e 48 meses), jequitibá, carvalho (24 e 36 meses) e jatobá apresentaram características semelhantes entre si, destacando a importância da análise ACP para mostrar o efeito do tipo de madeira sobre a composição fenólica de cachaça envelhecida.
Abstract: This study sought to evaluate the phenolic composition of cachaças aged in barrels constructed of oak, jequitibá, chestnut, amburana, balm, bay and cinnamon jatoba employing Principal Component Analysis (PCA). The levels of phenolic compounds were centered on the mean and subjected to ACP. The results indicated that the cachaça aged in chestnut (36 months), oak (48 months) cinnamon and bay differed from the others by possessing a higher content of gallic acid, ellagic acid and eugenol, respectively. The samples aged in amburana (48 months), balsam (36 and 48 months), jequitibá, oak (24 and 36 months) and jatoba showed characteristics similar to one another, highlighting the importance of the ACP analysis to show the effect of the type of wood on the phenolic composition of aged cachaça.
URI: http://cientifica.org.br/index.php/cientifica/article/view/416
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42014
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DQI - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.