Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/584

Título: Planos nutricionais para frangos de corte com rações suplementadas com fitase e elaboradas utilizando o conceito de proteína ideal
Título Alternativo: Feed plans with rations suplemend with phytase and formulated in the ideal protein concept to broilers chickens
Autor(es): Oliveira, Jeferson Eder Ferreira de
Orientador: Rodrigues, Paulo Borges
Membro da banca: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Albino, Luiz Fernando Teixeira
Zangerônimo, Márcio Gilberto
Área de concentração: Nutrição de Monogástricos
Assunto: Nutrição
Fitase
Proteína ideal
Frango de corte
Aminoácidos
Nutrição avícola
Avicultura de corte
Desempenho
Metabolismo
Planos nutricionais
Phytase
Ideal protein
Broilers
Amino acids
Nutrition
Nutrition programs
Data de Defesa: 2011
Data de publicação: 2013
Referência: OLIVEIRA, J. E. F. de. Planos nutricionais para frangos de corte com rações suplementadas com fitase e elaboradas utilizando o conceito de proteína ideal. 2011. 129 p. Tese (Doutorado em Nutrição de Monogástricos)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Four experiments were conducted (two performance and two metabolism) to evaluate the effects of nutritional plans elaborated with the ideal protein concept using diets with low levels of crude protein (CP), decrease of 0.30 calcium (Ca) and 0.15 available phosphorus, percentage points, respectively of the Brazilian tables of nutritional requirements and supplemented with (750 FYT/kg diet) to evaluate the performance for chicks of 8 to 42 days of age divided into phases (8 to 21, 22 to 35 and 36 to 42 days). In the performance experiments were used 875 male chicks and the treatments were seven nutritional plans (NP) and five replicates and 25 chicks/box. In metabolism experiments were used 300, 240 and 180 male chickens (5 of 8 to 21; 4 of 22 to 35 and 3 of 36 to 42 days)/cage, respectively, adopting the same process and steps described above, to evaluate the balance of nutrients. In the performance experiments II and metabolism II were reduced 3.5% in the lysine level recommended for each phase. In the performance I the NP1 and NP2 improved FC (P<0.05), but the NP2 reduced the FI. The NPs with reduced CP worsened the FI and FC (P<0.05). The weight gain WG, carcass yield, thigh + drumstick and abdominal fat (AF) were not affected (P>0.05). The increased breast yield in the NP3 to NP6 (P<0.05). In performing II the NP2 reduced the FI until 7% and the NP1 and NP2 improved FC (P<0.05), but the NPs with reduction in CP worsened the FI and FC. The NP2 reduced FI and FC, but the thigh + drumstick and AF yield increased (P<0.05). The AF increased until 33% in NP3 to NP7 (P<0.05%). In the metabolism I the consumption of Ca and P decreased in 31.80%, 24.6%, respectively, (P<0.05) between NP2 and NP1 and N on average, 4.5% in the NP3 to NP7, which excreted until 64.5% of Ca, 38% of P and 4% of N and retained about of 37% more Ca (P<0.05) than the NP1. In the metabolism II the NP3, NP4 and NP6 consumed less Ca (P<0.05). The NP3 to NP7 excreted about 38% less Ca than the NP1, retained more17% and excreted 14% of P (P<0.05). In the NP6 and NP7 reduced consumption, excretion and retention of N (P<0.05). The apparent metabolizable energy (AME) was greater for rations R1 and R2 and the coefficient digestibility of dry matter (DMDC) was lower (P<0.05) in R2 of 8 to 21 days of age. From 22 to 35 days of age the AME was not influenced (P>0.05), but the DMDC worsened (P<0.05) in R3 and R4. The DMDC was not affected (P>0.05) in experiment II, but was lower in R3 and R4 (P<0.05) from 36 to 42 days of age.
Conduziram-se quatro experimentos (dois de desempenho e dois de metabolismo) para avaliar os efeitos de planos nutricionais elaborados com o conceito de proteína ideal utilizando rações com níveis reduzidos de proteína bruta (PB), redução de 0,30 de cálcio (Ca) e 0,15 fósforo disponível (Pdisp.), pontos percentuais, respectivamente, das tabelas brasileiras de exigências nutricionais e suplementadas com (750 FTU/kg de ração) para avaliar o desempenho frangos de 8 a 42 dias de idade divididos nas fases de (8 a 21, 22 a 35 e 36 a 42 dias). Nos experimentos de desempenho utilizaram-se 875 frangos machos e os tratamentos foram sete planos nutricionais (PN) e cinco repetições e 25 aves/box. Nos experimentos de metabolismo utilizaram-se 300, 240 e 180 frangos machos (cinco de 8 a 21; quatro de 22 a 35 e três de 36 a 42 dias) /gaiola, respectivamente, adotando os mesmos tratamentos e fases descritas acima, para avaliar o balanço de nutrientes. Nos experimentos de desempenho II e metabolismo II reduziram-se 3,5% no nível de lisina recomendada para cada fase. No desempenho I os PN1 e PN2 melhoraram CA (P<0,05), mas o PN2 reduziu o CR. Os PNs com redução de PB pioraram o CR e CA (P<0,05). O GP, rendimento de carcaça, coxa + sobrecoxa e gordura abdominal (GA) não foram afetados (P>0,05). O rendimento de peito aumentou nos PN3 a PN6 (P<0,05). No desempenho II o PN2 o reduziu CR em até 7% e os PN1 e PN2 melhoraram a CA (P<0,05), mas os PNs com redução na PB pioraram o CR e a CA. O PN2 reduziu CR e CA, mas o rendimento coxa + sobrecoxa e a GA aumentaram (P<0,05). A GA nos PN3 a PN7 (P<0,05%) foi até 33% maior. No metabolismo I o consumo de Ca e P reduziram 31,80% e 24,6%, respectivamente, (P<0,05) entre o PN2 e PN1 e N em média, 4,5% nos PN3 a PN7, excretaram até 64,5% de Ca, 38% de P e 4% de N, e retiveram cerca de 37% mais Ca (P<0,05) que o PN1. No metabolismo II os PN3, PN4 e PN6 consumiram menos Ca (P<0,05). Os PN3 a PN7 excretaram cerca de 38% menos Ca que o PN1, retiveram mais 17% e excretaram 14% de P (P<0,05). Os PN6 e PN7 reduziram o CR, excreção e retenção de N (P<0,05). A energia metabolizável aparente corrigida para balanço de nitrogênio (EMAn) foi maior nas R1 e R2 e o coeficiente de digestibilidade da matéria seca (CDMS) foi menor (P<0,05) na R2 de 8 a 21 dias idade. A EMAn não foi afetada (P>0,05), mas o CDMS piorou (P<0,05) nas R3 e R4 aos 22 a 35 dias de idade. O CDMS não foi afetado (P>0,05) no experimento II, mas foi menor nas R3 e R4 (P<0,05) de 36 a 42 dias.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa Pós-Graduação em Zootecnia, área de concentração em Nutrição de Monogástricos, para a obtenção do título de Doutor. ARTIGO 1 Planos alimentares para frangos de cortecom rações suplentadas com fitase e redução nos níveis de cálcio e fósforo, utilizando rações formuladas com o conceito de proteína ideal. ARTIGO 2 Planos alimentares para frangos de cortecom rações suplentadas com fitase e redução nos níveis de aminoácidos essenciais, utilizando o conceito de proteína ideal.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/584
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE Planos nutricionais para frangos de corte com rações suplementadas com fitase e elaboradas utilizando o conceito de proteína ideal.pdf596,31 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback