Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1155
Título: Argilas como adsorvente para remoção de cobre em cachaças
Autor : Duarte, Felipe Cimino
Primeiro orientador: Cardoso, Maria das Graças
Primeiro membro da banca: Saczk, Adelir Aparecida
Nelson, David Lee
Souza, Josefina Aparecida
Magriotis, Zuy Maria
Área de concentração: Ciência dos Alimentos
Palavras-chave: Cachaça - Cobre - Adsorção
Cachaça - Cinética de adsorção
Cachaça - Isotermas de adsorção
Sugarcane spirits
Copper
Kinetics
Isotherms
Adsorption
Data da publicação: 25-Set-2013
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
Referência: DUARTE, F. C. Argilas como adsorvente para remoção de cobre em cachaças. 2013. 109 p. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: The increased production and consumption of alembic sugarcane spirits has stimulated research into the quality of the drink, because of its taste and the way it is produced. It is known that copper, when found in high concentration in the drink and ingested in large amounts, can cause harm to human health. Thus, there is great concern among researchers and producers about the use of adsorbent substances in cane spitit production, as their excess must be controlled. The objective of this research was to analyze the adsorption of copper using kaolinite clays of the 1:1 type dioctahedral clay mineral. Its use as adsorbent shows absolutely safe because its chemical composition is inorganic; it is nontoxic, insoluble and resistant to acids, alkalis and microbiological attack. We conducted studies of the copper absorption kinetics in clays, observing that they adapt very well to the pseudo first order model. Isotherm studies were also conducted, showing that all clays fitted to the Freundlich model. By multivariate analysis, for the principal components (PC) obtained from the data on physicochemical properties of the spirits, after treatment, it was found that PC1 and PC2 represented 87.44% of the interaction among the data obtained. The use of the Tukey test to verify the results of physicochemical analyzes demonstrated that all parameters of the samples studied were within the limits required by law, except for the aldehydes. After adsorption the sugarcane spirits showed a high reduction of copper and aldehydes that were above the limits allowed by law. There was no significant change in the results of the dry extract, furfural, methanol and higher alcohols. Only the volatile acidity concentration was increased. Regarding the degree of alcohol and esters, there was a slight decrease, which was to be expected when using adsorbents for removal of copper in cane spirits. Thus, the analyzed clays can, after further study, be used in removing copper from the sugarcane spirits, since they are present in abundance and at low cost.
O aumento da produção e consumo de cachaça de alambique tem estimulado a pesquisa sobre a qualidade da bebida, em razão do seu sabor e pela forma como é produzida. Sabe-se que o cobre, quando encontrado em teor elevado na bebida e ingerido em grandes quantidades, pode causar danos à saúde humana. Assim, há uma grande preocupação por parte de pesquisadores e produtores quanto à utilização de substâncias adsorventes na cachaça, devendo o seu excesso ser controlado. Objetivou-se nesta pesquisa analisar a adsorção do cobre utilizando as argilas caulinitas de argilomineral dioctaedral do tipo 1:1. Sua utilização como adsorvente mostra-se absolutamente segura pelo fato de sua composição química ser inorgânica; apresentar atoxidade; insolublidade; resistência a ácidos e álcalis e à ataque microbiológico. Foram realizados os estudos da cinética da absorção do cobre em argilas, observando-se que as elas se adaptam muito bem ao modelo de pseudoprimeira ordem. Também foram realizados estudos das isotermas, demonstrando que todas as argilas se ajustaram ao modelo de Freundlich. Pela análise multivariada, as componentes principais (CP) obtidas a partir dos dados referentes às propriedades físico-químicas das cachaças, após o tratamento, verificou-se que CP1 e CP2 representaram 87,44% da interação entre os dados obtidos. Ao utilizar o Teste de Tukey, para verificar os resultados das análises físico-químicas, demonstram-se que todos os parâmetros das amostras estudadas estavam dentro dos limites exigidos pela legislação, exceto para os aldeídos. Após a adsorção, a cachaça apresentou uma alta redução do cobre e dos aldeídos, que estavam fora dos limites máximos permitidos pela legislação. Não houve alteração significativa dos resultados do extrato seco, furfural, metanol, álcoois superiores. Apenas na acidez volátil ocorreu aumento em sua concentração. Com relação ao grau alcoólico e aos ésteres, houve uma ligeira diminuição, o que era de se esperar quando se utilizam adsorventes para remoção de cobre em cachaça. Assim, as argilas analisadas podem futuramente, após mais estudos, ser utilizadas na remoção do cobre da cachaça, já que estão em abundância e apresentarem um baixo custo.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, área de concentração em Ciência dos Alimentos, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1155
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Ciência dos Alimentos - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Argilas como adsorvente para remoção de cobre em cachaças.pdf1,72 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.